gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 12 de janeiro de 2019

Crónica de Fim-de-semana – 33 – 2018 / 2019 – I


Regresso parcial às normais crónicas de fim-de-Semana, sobre a PO01.

PO01 – Campeonato Andebol 1 Seniores Masculinos.

1.ª Fase
15.ª Jornada
Dia 04-03-19
Benfica - Madeira SAD (19H30)
Dia 13-02-19
SC Horta - Arsenal (21H00)
16.ª Jornada
Boa Hora 20 - 32 FC Porto (J/Comentado)
Dia 12-01-19
CCR Fermentões 22 - 35 Benfica
Arsenal 23 – 34 ABC
SC Horta 21 – 29 Belenenses
Dia 06-02-19
Madeira SAD - Ismai (19H00)
Sporting - Águas Santas (20H00)
Dia 27-02-19
AA Avanca - AC Fafe (21H00)

A 16.ª jornada, que é disputada em diversas datas, e por diversos motivos, entre os quais na nossa opinião os graves e difíceis problemas de planeamento, acompanhados com o excesso de clubes nesta prova, teve apenas três jogos disputados na sua data prevista, e onde foram não só confirmados os resultados da 1.ª volta, como foram disputados sem ocorrências disciplinares.

No encontro disputado no Pavilhão Fernando Távora, em Fermentões, tivemos o CCR Fermentões / Benfica, como é normal, disputado com pouco publico para a prova em que está inserido, e que foi um encontro de sentido único, e que confirmou o resultado ocorrido na primeira volta, com o Benfica a comandar sempre o marcador, mas que teve momentos de boa resposta por parte da equipa minhota de que depois de estar em desvantagem por 6 (12-6), ainda nos primeiros 30 minutos conseguiu reduzir para apenas 2 (13-11, por exemplo), para no entanto o Benfica voltar a colocar a diferença em golos, ao intervalo, onde o resultado era de 18-12. Nos segundos 30 minutos o Benfica entrou decidido a resolver o jogo, e as diferenças entre os planteis vieram ao de cima, com o Benfica a vencer aos 45 minutos por 29-17, chegando a ter 14 golos de vantagem como por exemplo aos 31-14 (50 minutos).Uma das grandes diferenças começou na eficácia dos guarda-redes, pois enquanto no Benfica, Hugo Figueira (33% de eficácia), e Miguel Espinha (41% de eficácia), se superiorizam nitidamente aos seus adversários de posto, onde o melhor dos 3 utilizados foi David Cunha com 25% de eficácia. NO CCR Fermentões (Sérgio Ribeiro – 50% de eficácia, Nuno Pinheiro – 83% de eficácia, e Gonçalo Areias – 63% de eficácia), todos os 5 golos cada, foram os seus melhores marcadores, por sua vez Alexandre Cavalcanti com 8 golos (80% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), e Belone Moreira com 5 golos (100% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), foram os melhores marcadores do Benfica. Com esta vitória o Benfica mantém o 3.º lugar na classificação embora com menos um jogo. O CCR Fermentões manteve-se igualmente no mesmo lugar da classificação.

No Flávio Sá Leite, realizou-se o Arsenal / ABC, que tinha a novidade de o Arsenal, estrear nesta edicção da prova, o seu novo técnico Gabriel Oliveira, mas que em relação a este encontro, pouco ou nada veio alterar, pois apenas se registou equilíbrio até cerca dos 5 minutos de jogo, quando se verificava uma igualdade a 4 golos, pois a partir desse momento o ABC assumiu em definitivo o comando do jogo e do marcador, chegando ao intervalo a vencer por 18-12, para no segundo tempo, continuar a dominar o jogo como se esperava chegando aos 11 golos de diferença aos 46 minutos (28-17), para registar aos 57 minutos de jogo uma vantagem de 12 golos (33-21). Mais um encontro onde o resultado final, confirmou o resultado final verificado na jornada similar da 1.ª volta, e onde mais uma vez (perdoem-nos a repetição), os guarda-redes fizeram grande diferença pois, quer Carlos Oliveira (43% de eficácia), quer Cláudio Silva (44% de eficácia), na baliza do ABC, estiveram completamente acima de João Costa com apenas 17% de eficácia, na baliza do Arsenal, com os seus melhores marcadores a não passarem dos 4 golos, embora com 10 atletas a marcarem golos, o que é demonstrativo da rotação do plantel, na busca de soluções, no ABC onde 11 atletas concretizaram golos, Hugo Rocha com 7 golos (57% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), e André Rei com 5 golos (56% de eficácia), foram os seus principais marcadores. Com esta nova derrota o Arsenal continua ser a única equipa só com derrotas, nesta Fase da Prova.

No Pavilhão da Horta, disputou-se o SC Horta / Belenenses, jogo que poderia, como deu o 4.º Lugar ao Belenenses, face à sua vitória no recinto dos insulares, que foi mais um jogo, onde foi confirmado o resultado verificado na jornada homóloga da 1.ª volta. Tivemos o primeiro período de jogo de grande equilíbrio, apesar do SC Horta, estar mais vezes no comando do marcador, aos 24 minutos regista-se uma igualdade, a 11 golos, para de seguida o Belenenses, se colocar na frente do marcador por 12-11, e com um parcial de 4-0, chegar ao intervalo a vencer por 15-11. No segundo tempo, cerca dos 44 minutos o diferencial era de 7 golos a favor da equipa, do Belenenses (22-15), para um Time Out, solicitado neste momento pelo SC Horta, equilibrar, mais o encontro, e aos 53 minutos o resultado era de 25-19, a favor do Belenenses, para aos 58 minutos o Belenenses, voltar à diferença de 7 golos (27-20), e ainda ampliar a diferença final. Pedro Silva com 8 golos (89% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), foi o melhor marcador do SC Horta, que teve ainda no seu guarda-redes Rui Pereira com 30% de eficácia, uma das suas principais figuras, no Belenenses, Nuno Roque (55% de eficácia, 2 em 2 de 7 metros), e Nelson Pina (100% de eficácia), ambos com 6 golos, cada os seus melhores marcadores, e ainda o seu guarda-redes Miguel Moreia com 33% de eficácia, em bom plano.

Classificação actual – 1.º FC Porto (+1 jogos, 49 pontos), 2.º Sporting (46 pontos), 3.º Benfica (- 1 jogo, 41 pontos), 4.º Belenenses (38 pontos), 5.º ABC (37 pontos), 6.º Águas Santas (- 1 jogo, 36 pontos), 7.º Boa Hora (+1 jogo, 31 pontos), 8.º Madeira SAD (-2 jogos, 30 pontos), 9.º Ismai (-1 jogo, 26 pontos), 10.º AA Avanca (-1 jogo, 25 pontos), 11.º CCR Fermentões (23 pontos), 12.º SC Horta (-1 jogo), e AC Fafe (-1 jogo) (19 pontos), 14.º Arsenal (16 pontos). 

O Banhadas Andebol

2 comentários:

Anónimo disse...

Belenenses a mostrar que, não é só tal como o ABC, uma casa deformação!

ludgero brito disse...

TEMOS JORNALISMO BOM , JORNALISMO MAU E JORNALISMO DE SOFÁ E AQUILO QUE DIZEM DO ARSENAL --ABC É DE BAIXO NÍVEL PARA OS ATLETAS QUE TODA A SEMANA TREINAM