gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Crónica Relativa á PO09 Play OFF e Grupo B – 25 – 2015 / 2016

Crónica exclusivamente dedicada ao Feminino, e dedicada desta vez não apenas aos jogos do Play OFF (Grupo “A”), mas igualmente aos jogos do chamado Grupo “B”.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

Jogos 1/4 Final (Play OFF, á melhor de 3, no sistema Fora, Casa, Casa) – Apuramento do 1.º ao 8.º Lugar

1.ª Jogo
Dia 02-04-16
Santa Joana 23 – 35 Colégio Gaia
CS Madeira 28 – 30 João Barros
Maiastars 22 – 20 Alavarium
Dia 09-04-16
CA Leça – Madeira SAD 16H45

2.º Jogo
Dia 09-04-16
Colégio Gaia – Santa Joana (18H00)
João Barros - CS Madeira (18H00)
Alavarium- Maiastars (18H30)
Dia 22-04-16
Madeira SAD – CA Leça (20H30)

3.º Jogo (Se necessário)
Dia 10-04-16
Colégio Gaia – Santa Joana (19H00)
João Barros - CS Madeira (12H00)
Alavarium- Maiastars (18H30)
Dia 23-04-16
Madeira SAD – CA Leça (15H00)

Resultados até ao momento
Colégio Gaia (1) – (0) Santa Joana
João Barros (1) – (0) CS Madeira
Alavarium (0) – (1) Maiastars
Madeira SAD (0) – (0) CA Leça

Nesta Fase começa a disputar-se os jogos que irão começar a definir, os verdadeiros candidatos ao título na época em curso, com realização do 1.º jogo, de uma eliminatória decidida á melhor de três. E que começou com um jogo adiado (nada interessante, para começo da prova), e para a data do 2.º jogo, completamente incompreensível, e terminou com pelo menos um resultado sopresa, verificado na Maia, mas pelo menos nos jogos disputados não se verificaram ocorrências disciplinares registadas.
A grande surpresa neste 1.º jogo, veio da Maia, onde o Maiastars, recebeu e venceu o Campeão Nacional em Titulo o Alavarium, apesar do forte favoritismo que a equipa da Região de Aveiro possuía, e que deste modo perde o seu 4.º encontro nos últimos cinco que disputou. A equipa do Alavarium, entrou melhor no jogo, comando o marcador e o jogo durante os 30 minutos iniciais, chegando a ter vantagens de quatro (4) golos, como por exemplo quando vencia por 10-6, mas sempre com as maiatas a reagirem, e desta forma ao intervalo chegou com a equipa do Alavarium a vencer por 15-13. No segundo continuaram a comandar o marcador até á igualdade a 20 golos que se registava a poucos minutos do fim do jogo, com o Maiastars, a demonstrar a sua garra e a forte reação termina mais forte e como vencedor do encontro. Diana Oliveira com 7 golos, foi a melhor marcadora do Maiastars, Mónica Soares com 6 golos e Mariana Lopes com 5 golos, foram as melhores marcadoras do Alavarium.

Na Madeira, tivemos um CS Madeira / João Barros, onde o favoritismo pendia fortemente para a equipa do Continente, mas a verdade do jogo, é que se assistiu a um encontro de grande equilíbrio, e forte réplica da equipa do CS Madeira, que comando o marcador durante o primeiro tempo e chegou ao intervalo na frente do marcador por 16-14, demonstrando que em principio não existem vencedores antecipados, e que no campo se prova, quem esta com mais vontade de vencer. No segundo tempo um bom início do João Barros ao fazer um parcial de 5-1, colocando o resultado a seu favor por 19-17, resolveu praticamente o encontro, pois até final voltou a assistir-se a uma toada de grande equilíbrio. Sara Gonçalves com 10 golos e Maria Rodrigues com 5 golos, foram as melhores marcadoras do CS Madeira, Neuza Valente com 10 golos e Letícia Ruiz com 5 golos, foram as melhores marcadoras do João Barros.

Em S. Pedro Fins, disputou-se o jogo com o resultado mais desnivelado, onde o favoritismo do Colégio Gaia nunca foi posto em causa, pela voluntariosa equipa do Santa Joana, que até começo a vencer o encontro (2-1), mas foi “sol de pouca dura”, pois rapidamente o Colégio Gaia tomou conta das ocorrências, e chega ao intervalo, com o resultado praticamente feito, a vencer por 18-9. O segundo tempo foi disputado praticamente sem história. A equipa do Santa Joana, apesar de tudo rodou grande parte do seu plantel com 10 jogadoras a marcarem golos, sendo Marlene Pinto com 6 golos a sua principal marcadora, com procedimento similar o Colégio rodou toda agente e teve 12 atletas a marcarem golos, Patrícia Resende com 6 golos, Bebiana Sabino, Helena Soares e Nair Pinho todas com 5 golos, foram principais marcadoras do Colégio Gaia.
Grupo B

1.ª Jornada
Dia 02-04-16
Juventude Lis 27 – 26 Passos Manuel
ARC Alpendorada 25 – 21 Assomada

Neste grupo que cujo maior interesse se pode resumir, a quem irá descer de Divisão, inicia-se com algum equilíbrio pontual, entre pelo menos três (3) equipas (Juventude Lis, Assomada, e Passos Manuel), no entanto o ARC Alpendorada não está distante, pelo que será de prever uma fase disputadíssima, conforme se comprova pelos resultados verificados nesta jornada. Esperando nós que o CA, tenha em devida consideração a relevância, que este Grupo poderá ter. Conforme se tinha previsto, jogos disputados sob o signo do equilíbrio, e sem qualquer ocorrência disciplinar o que é sempre salutar.

Em Leiria, tivemos um Juventude Lis / Passos Manuel, onde se esperava uma maior superioridade da equipa leiriense, mas o Passos Manuel, tornou difícil a vida á equipa visitada, num jogo de equilíbrio constante com o intervalo a chegar com o resultado em 14-13, a favor da juventude Lis, e um segundo tempo de total equilíbrio. Em Alpendorada, a equipa local defrontou a Assomada que se apresentou com apenas 9 jogadoras inscritas no Boletim de Jogo, a equipa local comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos com o resultado ao intervalo a situar-se 12-7 a favor dos locais, num encontro onde se registaram 15 exclusões, número que consideramos completamente anormal.

Classificação do Grupo “B”, após esta Jornada: 1.º Juventude Lis (20 pontos), 2.º Assomada (18 pontos), 3.º ARC Alpendorada, e Passos Manuel (17 pontos).


O Banhadas Andebol

1 comentário:

Anónimo disse...

Mais um jogo em que o Alavarium deixou-se perder....