gal vence

Euro Sub-19 Feminino, Portugal derrotada pela Dinamarca 32/16 - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Campeonato do Mundo França 2017 – XIX

25.º MUNDIAL DE SENIORES MASCULINOS
FRANÇA – 2017
JOGOS DO PLAY OFF

Depois de disputado o jogo da 1.ª Mão do Play OFF, ficamos com enormes esperanças na vitória da equipa Nacional, por números suficientes que garantissem o apuramento, e apreciamos o apelo do ainda Presidente da Federação, para que o público enchesse o Dragão Caixa, em total apoio da equipa das quinas, mas achamos estranho, que um encontro desta natureza, não tenha merecido uma transmissão na Andebol TV, e mais uma vez não foi divulgada como se esperava a lista final dos 17 atletas, promessa feita no final do 2.º jogo treino, com o Qatar. 

PORTUGAL VENCE JOGO DA 2.ª MÃO
MAS É ELIMINADO 

Num Dragão Caixa, pavilhão completamente esgotado, com um público que “puxou” pela equipa nacional durante 60 minutos, diante uma Islândia, que apresentou todas as suas vedetas, incluindo Gudjon Sigurdsson, (abandonou o jogo ainda no primeiro tempo lesionado) que não tinha participado no jogo da 1.ª Mão, o que foi demonstrativo, do respeito que a equipa Portuguesa colocou aos seus adversários. Portugal que comandou o jogo praticamente durante os 60 minutos, com um guarda-redes de nome Alfredo Quintana, que na nossa opinião era um dos jogadores que não merecia ser eliminado desta forma pois realizou uma excecional exibição, sendo que do outro lado embora não realizasse uma exibição igual a efetuada no jogo da 1.ª mão, esteve um dos grande obstáculos de Portugal o guarda-redes Gustavsson, Portugal que realizou uma primeira parte de grande qualidade, em especial na defesa, e que foi criteriosa no ataque chegou por várias vezes a ter 4 golos de vantagem, 8-4, aos 21 minutos, 9-5 aos 26, e10-6 aos 29 minutos, para chegar ao intervalo a vencer por 10-7, e face a este resultado, e com João Ferraz (3 golos, e 38% de eficácia) a acertar, bem acompanhado por um Gilberto Duarte (5 golos e 38% de eficácia), e com Tiago Rocha (2 golos e 100% de eficácia) e José Costa (2 golos, e 100% de eficácia), bem fomos mantendo a esperança de que perante este numero de golos bastaria a Portugal vencer por 3, e seria o apurado pelo número de golos marcador fora. No segundo tempo Portugal perdeu discernimento e baixou a sua intensidade no jogo, situações bem aproveitadas pelos experientes islandeses, no entanto ainda chegamos a ter novamente 4 golos de vantagem aos 11-7, cerca dos 31 minutos e aos 13-9 cerca dos 34 minutos, para a partir daqui, cometermos algumas faltas técnicas “infantis” ao ataque, de tal forma que permitimos, que os islandeses igualassem o marcador a 17 golos aos 51 minutos, voltamos á frente do marcador e aos 56 minutos, poderíamos ter a eliminatória resolvida a nosso favor pois vencíamos por 20-17, mas mais umas perdidas no ataque, levaram a nova igualdade, agora a 20 golos quando faltavam cerca de 20 segundos para o términus do encontro, terminando um excelente e raro golo de ponta por António Areia (4 golos, e 80% de eficácia, com especial distinção na execução dos livre de 7 metros) ao soar dos 60 minutos, mas uma vez estivemos mal nas entradas de ponta e por exemplo o primeiro e dos raros golos de ponta foi obtido por Fábio Vidrago cerca dos 31 minutos de jogo, e mais uma vez não soubemos aproveitar as raras superioridades numéricas, ao contrário dos islandeses, onde os seus principais jogadores foram bem anulados, como Aron Palmarsson (4 golos, e 23% de eficácia), ou Arnor Gunnarsson (4 golos e 80% de eficácia). E com este resultado terminou mais um sonho desta geração que na nossa opinião merecia muito mais. Apenas Ricardo Candeias, não foi utilizado. Dirigiu o encontro a dupla da República Checa, composta por Vaclav Horacek e JiriNovotny, que sempre que existiram duvidas resolveu o assunto a favor dos islandeses, estamos por exemplo a lembramo-nos do jogo passivo onde estiveram francamente mal, com prejuízo da equipa nacional, tal como nas violações da área, onde sempre que Portugal se afastava ou procurava afastar, as mesmas surgiam no nosso ataque, com “salomónica” decisão de exclusão de 2 jogadores, um deles Tiago Rocha, sem motivo para tal, para não falarmos em termos da falta do atacante. Na nossa opinião mais arbitragem “inteligente”

Resultados e Calendário do Play OFF
Dia 12-06-16
Islândia 26 – 23 Portugal
Dia 16-06-16
Portugal 21 – 20 Islândia

Equipas Apuradas no Play OFF – Suécia, Macedónia, Polónia, Rússia, Hungria, Islândia, Eslovénia, Bielorrússia (Por golos marcador fora), e Dinamarca.

O Noticias

25 comentários:

Anónimo disse...

A "missão impossível" tornou-se mesmo impossível. A Islândia é realmente melhor do que nós. Apesar disso, julgo que se o jogo se tem realizado no Sá Leite (será que tinha as condições formalmente exigidas para que isso acontecesse?) Portugal teria passado. O facto de o público de Braga ser mais conhecedor da modalidade e de estar mais "em cima" do jogo teria, julgo, tido um papel determinante, não negando o magnífico apoio de que foi alvo hoje a seleção. Quintana esteve soberbo, Gilberto e Ferraz bastante bem, Rui Silva e Tiago Rocha também a um bom nível. Salina bastante bem a defender. José Rocha deveria ter tido mais tempo no ataque, nomeadamente quando Portugal esteve em superioridade numérica. Os pontas estiveram desastrados no seu posto específico (Areia bem nos 7 metros). O ciclo de Rolando Freitas deverá ter chegado ao fim. É tempo de Resende assumir o lugar, ainda que em acumulação com o clube que representa. Não seria uma situação virgem, veja-se o período de Donner com os resultados que se conhecem.

Anónimo disse...

E será que Rolando ainda merece algum crédito? Já nem falo nas convocatórias que esse é assunto passado e estafado...Mas nem um objetivo atingiu...e destrói a geração que o levou ao estrelato naquele célebre e ultimo grande resultado europeu dos sub 20...
E ontem alguns que lá não estiveram por embirranço e estupidez do selecionador bem que falta lá teriam feito...perante aquela muralha islandesa!!! Enquanto o selecionador nacional não perceber (este ou qualquer outro...), e este não percebeu nunca, que tem de jogar com as características do jogador português e não de outro qualquer modelo, não se irá a lado nenhum...
E gostei muito de ver por lá o "novo" staff federativo!!! Isto promete...

Anónimo disse...

O que vale é que das próximas vezes já poderemos convocar o português Ruesga para central...e o sérvio para lateral, etc...

Anónimo disse...

"Demonstramos que estamos prontos para jogar uma grande competição, mas não foi possível. Portugal provou que pode jogar olhos nos olhos e com determinação e há que dar os parabéns à Islândia, que acabou por conseguir passar este play-off", concluiu o seleccionador nacional.

Grande selecionador nacional...Vai estando pronto, vai estando pronto, vai estando pronto...mas não é contigo!!!!
Serás razoável para treinar o Burundi...Há muito tempo que deveria ter havido a coragem de te ter posto a andar....Escreveste uma página negra em várias gerações do andebol nacional...Foste o ator principal. RUA!!!!

Anónimo disse...

este selecionador é fraquíssimo. o ataque de Portugal era parado paradinho. vivia a base dos lances individual do Gilberto e do Ferraz. Muito mau.

Além da ausência inexplicável e escandalosa do Wilson. Tb não entendo como o Hugo Rocha e o Hugo Santos não estão nesta convocatória...Mas o Wilson é um escândalo.

Além do fraco treinador. vivemos de 3 jogadores de grande nível (quintana, tiago rocha e Gilberto), quanto muito o areia também. e agora com a aposta em estrangeiros do sporting, porto (vamos ver o benfica). tão cedo não vamos a lado nenhum...

Anónimo disse...

Mais do mesmo: uma grande vitória moral...

Anónimo disse...

Portugal ontem não se pode queixar dos árbitros mas sim do facto de não ter treinador..

Da convocatória já nem é preciso falar porque chamar apenas 1 jogador do ABC ( e dos pontas-esquerdos do clube até foi o que pior acabou a época, muito atrás do "raçudo" Diogo Branquinho) deixando Seabra, Grilo ou Spínola de fora e chamando Cláudio Pedroso ou Fábio Magalhães.

Como foi possível deixar Palmarsson solto toda a segunda parte (quando do lado contrário Gilberto foi marcado e bem ao homem)?

Como foi possível ao ver a recuperação da Islandia que levou o jogo aos 17-17 só ter parado o jogo quando só não ficou em desvantagem porque o Quintana fez uma defesa impossível?

Como foi possível ficar pelo caminho quando o guarda-redes Português conseguiu ser bastante superior no computo das 2 mãos ao brilhante Gustavsson?

Só sem treinador..

PS- Ontem ao entrar no Pavilhão cruzei-me com 2 homens que se estivessem no banco Portugal estaria garantidamente no Mundial (Resende e Carlos Ferreira) infelizmente só viram o jogo na bancada..

Anónimo disse...

Eu achei patético, algumas presenças no pavilhão, que provavelmente queriam sair, pela porta grande mas saem pela porta dos fundos, sem deixarem portugal, em lado nenhum, e a maior parte dos que continuam, é para lhe dar o mesmo caminho.

Anónimo disse...

Dos que estiveram quem se tirava e quem se teria posto? Quem fará o futuro?
Fica o desafio!!!

Excluo o selecionador Rolando que esse e o seu acólito Monteiro acho que todos teriam tirado faz tempo ...

Anónimo disse...

O novo presidente da FAP sabe de que modalidade é presidente?
Urgente entender e apelar a disponibilidade de Resende para Presidente da FAP...

Anónimo disse...

Portugal fora do mundial 2017 em, France estarei na mesma!
Mas tantos mundiais e Europeus de fora desde 2001 Mundiais e 2006 Europeus e o Seleccionador quer lá saber disso quer continuar porque não sabe mais nada e nem tem clube da 2ª ou 3ª divisão interessado nos seus serviços. Poderia passar para Director Técnico Nacional!
Continuar de fora nos próximos 4 anos é CRIME!

Anónimo disse...

Anónimo de 17 de Junho de 2016 às 14:57
O homem ainda não percebeu como o meteram nesta amálgama de sorridentes e bons rapazes.

Anónimo disse...

Para sermos objectivos importa dizer que Portugal honrou a camisola, esforço não faltou, bom jogo e quase que passávamos. Os Nórdicos pareciam com receios. Mas faltou o resto, a Islândia era melhor, com mais experiência e tradição. Basicamente era esta a selecção, com uma ou outra ausência. A Islândia tem outro prestígio e valor colectivo, onde a táctica, a técnica, a experiência e a condição física fazem a diferença. O problema é global em Portugal e não de um jogo, que por pouco ou muito quase estávamos lá, mas faltava o resto.

Anónimo disse...

Recordar que os melhores europeus da presente época em concurso na EHF tem origem Islândia Homem e Mulher!
Nada é por acaso!

Anónimo disse...

Jogadores sem garra em campo, a jogar como se não estivesse em causa o apuramento para o Mundial. Que diferença abismal existe entre esta seleção e a do Resende, Eduardo Filipe, Manuel Arezes, Andorinho, etc. Aqueles até lesionados jogavam e lutavam até ao ultimo minuto. Apenas Quintana merecia estar em França.

Rolando uma nulidade absoluta. Nem sequer fez o básico que era aproveitar o facto dos jogadores do ABC estarem com moral em alta, apenas convoca um único jogador desse clube. Pediu os time-outs muito tarde, o primeiro quando a Islândia já tinha empatado o jogo e após uma brilhante defesa do Quintana que poderia moralizar as tropas; o outro é pedido quando falta um minuto para o fim!?

O dirigente da Guarda que acompanha a seleção é um desastre autentico. Como pode autorizar que os jogadores abandonem o estagio da seleção em vésperas de jogo tão importante. Tem uma atitude completamente passiva no banco, em que não incentiva os jogadores, não puxa pelo publico, nada. A única preocupação dele é arrumar as bolas e carregar os sacos. Que tristeza ... como podem os jogadores respeitar este dirigente?

Se queremos ir ao Mundial ou Europeu apenas temos dois caminhos, limpeza geral já, contratar Carlos Resende para selecionar ou então Portugal tem de organizar uma destas competições.

Anónimo disse...

O Rolando ia convocar quem do ABC? o Spínola e tirava o ferraz? ou o grilo, e tirava o gilberto? já aquele ponta baixinho e careca falhou que se fartou e ainda queriam mais gente do abc?? falta sem dúvida o wilson que está em grande em frança.
Quanto ao resto, mais do mesmo, rolando fraquinho em todos os aspetos e má preparação dos jogos do play-off com muitas baldas pelo meio.
Agora que vem um novo ciclo com laranjas frescas, seria uma boa altura para se mudar todos os treinadores nas seleções nacionais: masculinas e femininas. Poderiam por começar por ter um Treinador que soubesse/conhecesse os dois mundos, como o Paulo Jorge Pereira, campeão no masculino e no feminino, com presença em mundiais e jogos olímpicos... a partir desta coordenação e desta experiência, viria o resto, com pessoas empenhadas na modalidade.
o pior é que toda a gente sabe quem é o verdadeiro presidente da fap e por esse, o rolando continua.

Anónimo disse...

Talvez o Grilo e tirar o Fábio. Talvez o Seabra e tirar um dos centraias. Levar o Wilson e menos um LD...Levar o Hugo Rocha...
Ou o ABC foi campeão sem jogar?
Mas sim antes de mais tirar Rolando e Monteiro...

Anónimo disse...

Mas será que os que ganham são piores que os que perdem?
Apostou-se nos que perdem e o resultado está à vista.
Será que também há influências de empresários como no futebol?
O Gilberto merece mas o Fábio...
O Ferraz idem mas o Pedroso...
E ainda faltam os outros "idens"...

Anónimo disse...

Estivemos perto. Vitória moral. Fomos roubados. Jogamos com equipa adulta e alguns dos nossos sobretudo Ferraz, não estiveram bem. Sejamos conscienciosos! Arbitragem ligeiramente a resvalar? E o que se passou nos nossos campeonatos e taça? Pois... Ninguém sabe de nada de inquéritos a isso e algumas coisas, quanto a claques. Como se não bastasse a Porto canal deu o jogo e não a pública RTP. Já não deve haver bago fresco! Para piorar o espetador Português é brindado com um prof. que parecia estar a confessar-se! Não me pareceu estar a relatar andebol! Quanto á rapariga que o acompanhou... nem comento! Ainda por cima tinha que, dizer a todo o país, qual o seu clube. Gostei de ver o pavilhão cheio! Nada mais! O andebol em Portugal é a segunda modalidade em praticantes, para quem não souber. O problema é que, teima-se em amadorismos e favores, ao clube preferido ou á convocação de A em vez de B. Assim não!

Anónimo disse...

Há aqui um anónimo que, fala no Hugo Rocha, no Hugo Santos etc...
Que se saiba o Rocha só agora acordou. Que andou a fazer antes? O Hugo? Do outro lado estavam homens de quase dois metros e mais de noventa quilos. Para marcar livres de sete há lá alguns. Para se ver quedas e atrelados a andar de rojo vamos ao circo! Mas o Vidrago não é melhor? E Branquinho? Se jogasse no Porto já tinha sido chamado!

Anónimo disse...

Não foi por falta de apoio. acho que Fábio Magalhães é pouco regular e Pedroso vai ter de mostrar mais. Estão condenados s não jogar em clubes grandes. Gilberto está a ficar parado no tempo e precisa emigrar. Ferraz esteve mal. Fora do comum é o guarda-redes Cubano Quintana que já nem se critica. Como tem qualidade! Com a idade dele se procurar outros objetivos vai longe! A Islândia não é uma equipa qualquer. Apesar do bom nível de vida, no andebol os jogadores andam por outros países. Talvez fosse altura de mudar de selecionador e adjunto. Tem que se continuar a tentar. Afinal, já temos muito jogador a jogar lá fora. Há qualidade poderá é não chegar.

Anónimo disse...

Protestam, esquecendo-se que jogaram com equipe de um país, com tradições em andebol. A maioria daqueles jogadores jogam em campeonatos profissionalizados. Ou acham que se fizessem como o Sporting que, contrata e depois logo aparecem todos os dirigentes a dizer que vão ser campeões, isto melhorava? Então qual o treinador\selecionador que queriam? Vá! Façam convocatória e depois de perderem vão sentir as critícas! Já vi arbitragens bem piores. Já viram que no nosso campeonato nacional só se vê amadorismos? Ainda por cima há equipas a contratar estrangeiros sem qualidade nenhuma! Os grandes e do futebol isso até convém pois, assim ganha-se mais nas comissões! Que seleção querem? Se o Seabra fosse assim tão bom tinha ficado no Sporting ganhando bem mais. Lá diziam que era pequeno. Só tivemos um jogador acima da média. È preciso dizer quem? Depois há dois e pouco mais. Tudo somado...

Anónimo disse...

Era só o que faltava virem prá aqui defender que o jogo, se devia ter realizado no Flávio Sá Leite. Os amarelos do abc andam doentes e já deliram! Ganharam o campeonato a jogar com artimanhas e paragens a toda a hora. Assim descansaram o plantel pequeno. Quero ver se na champions agora fazem aquelas figuras de enervar os outros. Aquele pavilhão é um perigo! As pessoas até se sentem mal. Acham que há melhor pavilhão que aquele onde foi o jogo? Que atraso mental, céus! Depois é porque o público é mais conhecedor de andebol! Parece mentira. Por isso é que a segurança social não tem dinheiro. Ter que tratar tanta gente é penoso. Qual foi o pavilhão que mais vezes encheu este ano? O pav. do abc nem devia ser aceite para competições europeias. Se uma pessoa quiser ir fazer um chichi,
durante o jogo tem de esperar meia hora.

Anónimo disse...

Já deviam ter percebido que esse senhor não tem competência para ser selecionador nacional!!

Anónimo disse...

Ao anónimo das 16:28 e sem mais delongas: Em Braga trabalha-se...isto é, em Braga os jogadores têm na sua maioria outras ocupações além do seu percurso desportivo! Daí talvez que alguns (que o sr desvaloriza...porque os mede só pelo eventual salário) lhe tenham dado uma grande bofetada de luva branca ao serem campeões...e não só!!!