gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 21 de setembro de 2013

E Esta ... No Facebook…

Face ao empolamento dos acontecimentos escritos depois da derrota do Benfica com o FC Porto na última 4.ª feira em jogo antecipado da 3.ª jornada do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, onde o fato principal não é a derrota da equipa visitada, pois segundo nos recordamos nunca assistimos ao técnico desta equipa assumir uma derrota, a culpa é sempre de outrem… Mas não é virgem nesta tomada de posição pois outros técnicos fazem exatamente o mesmo. Estranhamos a autentica devassa á vida privada dos jovens, com publicação de “alegadas” páginas do Facebook, atenção nada prova que as mesmas sejam verídicas, é um assunto que não nos compete por em causa nem nunca o faremos. Mas ficamos espantados, quando ninguém fala da tentativa de agressão de que foi vitima o Presidente do Conselho de Arbitragem, nem se fala dos comportamentos menos próprios de alguns elementos que se encontravam no banco da equipa visitada, pela nossa parte teremos de condenar a ser verdade e a ser verdadeira a página do Facebook do jovem árbitro aí referenciado, mas temos de condenar veemente todo o “barulho” que se faz por causa de uma derrota de que os jovens não tiveram culpa.
 
Mas o nosso maior espanto, são as declarações do Sr. Presidente da FAP, num jornal desportivo de referência quando diz “Esta situação não é confortável, mas o Conselho de Arbitragem tem autonomia para encontrar as melhores soluções”. 
 
Ficamos completamente espantados, pois são estranhas muito estranhas estas declarações…
 
Criticámos a nomeação e mantemos a mesma, mas não a transformamos nenhum estado de sítio para a modalidade.
 
Por ultimo um concelho a todos os tem Facebook, cuidado que as mesmas podem ser devassadas, atenção ao escrevem e dizem.
 
As rivalidades são salutares, mas por favor não queiram futebolizar o andebol.
 
O Analista

19 comentários:

Trinca na Bola disse...

Dois aspectos importantes.
Primeiro, as declarações do Presidente da Direcção da FAP.
Uma demonstração de que algo está, continua muito mal no seio do andebol.
Ou seja, o Presidente que dirige a modalidade, assume que "a situação não é confortável" mas chuta para canto ao dizer que "o Conselho de Arbitragem tem autonomia para encontrar as melhores soluções".

Mal, senhor Presidente, muito mal.
Assume ou não o lado desconfortável?
Se assume, não será da sua competência lutar com todos os meios para que essa falta de conforto seja desmistificada?

Será que o senhor, ao sacudir a água do capote remetendo para o CA a solução, não estará a cometer um erro de que se irá arrepender mais tarde?
Ou prefere continuar a fazer de conta de que nada do que se tem passado é passível de ser verificado?
Olhe que as más atitudes pagam-se a um preço elevado e, por vezes, constituem um efeito boomerang perigoso.

No que ao Facebook diz respeito, segundo o que por lá se pode ver, o árbitro Rui Rodrigues, um dos que dirigiu o recente Benfica - Porto, fará parte da claque dos super dragões.
Naturalmente, gente que saiba separar as coisas, perceberá que uma coisa será o Rui Rodrigues árbitro de andebol, outra o Rui Rodrigues elemento de uma claque do F.C.Porto.
Partindo do princípio que é que é verdade o que se denuncia. Porque pode não ser.
Efeitos das redes sociais cujos participantes, uma minoria felizmente, as aproveitam para toda a espécie de palermices. E entram na referida devassa à vida privada de cada um.

Já muito se disse sobre as incidências do referido jogo.
Muita gente ficou mal na fotografia.
Dos dois lados. Ou melhor, dos três, já que uma equipa de arbitragem faz parte de um jogo.

Se os jovens árbitros tiveram um comportamento muito acima do razoável, o mesmo não se poderá dizer dos dois senhores que dizem ser uma espécie de delegados federativos.
Enfim, uma situação a ser revista não pelo CA mas pela Federação. Pois como se sabe, os delegados representam a Federação e não o Conselho de Arbitragem.

E aqui surge outra coisa que não se percebe. Os delegados representam a Federação e são nomeados pelo Conselho de Arbitragem?
Haja quem explique, por favor.

Meus caros do Banhadas. Futebolizar o andebol poderia ter efeitos positivos mas, no contexto, percebo onde querem chegar.

Uma coisa é certa. O nosso andebol vai de mal a pior e, ao que sei, o ambiente é de cortar à faca. Nos gabinetes e fora deles.

E a APAOMA, tem alguma coisa a dizer?
Desculparão se disse alguma asneira ao ter falado em APAOMA.

Saúde para todos.

Anónimo disse...

E quando foi o Trinca lampião, o Benfica emitiu algum comunicado???

https://www.facebook.com/#!/photo.php?fbid=10151907642167112&set=a.91323222111.110899.583062111&type=1&theater

Tenham juizo, pá!!!

Anónimo disse...

O que fez a Apaoma em defesa dos jovens árbitros?
Mantem-se muda e calada, uma vergonha.
Este tipo de atitudes do Benfica em nada dignificam a grandeza daquele clube, mais consentâneas com Ruy Gomes da Silva que é uma pessoa execrável, que vê conspiração em tudo o que é sito, talvez olhando para si próprio, como diz o ditado :Só fala quem tem que se lhe diga!
PARABENS AO BANHADAS POR ESTA PUBLICAÇÃO

Anónimo disse...

Vergonhosa a reação do Benfica após esta derrota, num jogo em que falharam completamente até com mais jogadores mais vezes. Toda a gente do andebol sabe mais ou menos o esforço financeiro que o SLB faz há anos para ganhar ,porém tem de trabalhar mais e melhor antes de se queixar. Quem não se lembra das famosas arbitragens na Luz que permitia grandes recuperações no resultados nas segundas partes, quem não se lembra das famosas duplas que só não apitavam de vermelho porque não há equipamentos dessa cor...Há e de Lisboa. Espero pelas nomeações de árbitros de Lisboa para jogos do Benfica e da reação desse senhor a quem deram o curso de grau 4 sem o frequentar minimamente, retifico esteve em Portimão... mas na Supertaça. Tenham vergonha na cara e trabalhem de forma séria sem se refugiarem na grande instituição que é o Benfica e já agora justifiquem o ordenado.

Anónimo disse...

A mulher de Cesar nao basta ser seria. Tambem tem que parecer seria. E uma criancice o que o jovem(??????) pubicou, que demonstra isso mesmo, criancice, e falta de responsabilidade. Como quer ele ser respeitado nos pavilhoes? E muito grave o sucedido e que vai trazer mas consequencias. Mas nao foram eles os culpados de uma certa derrota, mas que vao sofrer muito, ai isso vao. O ADEPTO

Anónimo disse...

Como diz o texto de introdução, acho que se empolgou um caso e não era caso para isso.No entanto, levanta algumas questões que eu como adepto gostava de ver comentadas.
1. Porque foi nomeada uma dupla da associação do Porto? Ninguém viu isto no CA? Quando Portugal joga com Espanha, por exemplo, não vemos árbitros espanhóis ou portugueses, ou vemos?
2. Porque vieram árbitros do Porto? Não era mais fácil colocar árbitros de Lisboa?
3. A associação de Lisboa também não viu isto? Porque não reagiu?
4. Como é que esta dupla é nomeada para este jogo e ninguém vê ou diz nada antes?

Tudo isto levantou polémica, mas acho que não se está a tocar no ponto certo. Isto prejudica os árbitros porque são colocados numa situação que se podia evitar, as equipas, uma porque se sentirá sempre prejudicada e a outra porque será sempre suspeita. O público porque nunca acreditará que não foi intencional.

Anónimo disse...

Vasculhar o facebook de um miúdo é coisa de gente sem escrúpulos. Todos nós temos as nossas preferências. Ele apenas foi pouco prudente, o que não quer dizer que não seja sério. A arbitragem na Luz foi excelente. O Prof. Rito devia era de pensar no que anda a fazer na luz e pensar se tanto investimento em vão se justifica.

Anónimo disse...

e quem não se lembra daquele árbitro que agora até é director de campo do benfica apitar a final do play off em braga no tempo de liga, e depois a tirar fotografias ao benfica em lisboa, porque será que a memória é tão curta nalgumas pessoas, tenham juizo.

Anónimo disse...

Tenho uma sugestão para resolver o problema do Benfica-- Façam a nomeação dos Trincas para todos os jogos do Benfica e o titulo está garantido.
depois de tantas vitórias á custa de tantos árbitros alguns dos quais estão a gora ao seu serviço o benfica apela á verdade desportiva ,qual a de Rui Gomes da Silva?????

Anónimo disse...

arbitros e ex arbitros que vao para jogos do benfica de cascol:

trinca
Tiago Monteiro
Tiago este ate se da ao luxo de treinar com equipas do benfica e ir ao autocarro da equipa quando acaba os jogos apitados por ele
fernando Branquinho ex arbitro ate ao andebol ia equipado ha benfica

A final do que e que o benfica se queixa, so se pode queixar de si proprio levou um banho de andebol em pleno pav da luz com uma boa arbitragem dessa dupla jovem,que ja sabe pela boca do presidente Antonio Marreiros que nao voltam apitar

Anónimo disse...

Rui Rodrigues devia ser banido ou encostado a campeonatos regionais. Ha muitos anos que ele e o seu companheiro de apito so fazem asneiras. Arrogantes quanto baste e gozoes a toda a força.
Enfim, mais uma dupla do Porto que saiu da sua fantastica escola de arbitros que o Joao Moreira fez crer que existia.

Anónimo disse...

Antes de mais importa dizer que a dupla de árbitros não teve qualquer influência no resultado do Benfica-Porto e que a reacção do Benfica é ridícula, pois estas denuncia-se deviam ser feitas no local competente (FAP) e não através de comunicados de imprensa, apenas e só para tentar branquear o insucesso desportivo, imputando responsabilidades aos árbitros, quando devia, antes de mais olhar para os seus problemas internos, investimentos sem resultados, fracassos desportivos sucessivos, dirigentes amorfos e sem carater (como podem aceitar impávidos a falta de respeito do Carlos Carneiro – que poderá sofrer sanções disciplinares – ou mesmo ameaçar que acabam com o andebol), treinador com erros sucessivos (incapaz de mexer assertivamente na equipa ou mesmo de pedir um time-out quando o jogo o exige), jogadores que acreditam que são os maiores (só o são na folha salarial) e que não justificam em campo o que ganham.

E que mal fica este comunicado do Benfica quando o próprio capitão, apesar de funcionário do clube assiste à final da Taça de Portugal de futebol com um cachecol do Vitório de Guimarães, situação que passa impune e que o clube considera normal. Ou quando tem nas suas fileiras um ex-árbitro que depois de arbitrar o clube publicava fotografias dele de cachecol em plena festa do título.

Todos os árbitros têm afinidades clubísticas. Todos eles são apoiantes dos três grandes (Benfica, Porto e Sporting). Já lá vai o tempo em que os árbitros mencionavam nas suas folhas de inscrição que eram do Salgueiros, do Vilanovense, do Rio Tinto ou do Carcavelinhos. Não vejo problemas, bem pelo contrário, na assunção pública das suas preferências, pelo que não vejo mal nenhum em que um árbitro refira, tout cour, no facebook ou noutra rede social a sua simpatia para com determinado clube.

Coisa completamente diferente é a linguagem utilizada e o manifestar ódios para com qualquer clube que integre uma competição desportiva (andebol ou outra modalidade). É inaceitável que um árbitro, que deve desempenhar as suas funções de uma forma justa e imparcial possa, em algum momento, expressar impropérios relativamente a determinada equipa. Ao árbitro não basta ser sério é também preciso parecê-lo.

Alguns tratam estas matérias como se fosse apenas e só do meio privado do árbitro. Eu, pelo contrário, enquadro este comportamento em algo que deve acompanhar em permanência o desporto: a Ética. Este episódio deve, acima de tudo, fazer refletir todos os árbitros sobre o conteúdo e declarações que expressam nas redes sociais. Mas o alerta não visa apenas as suas carreiras desportivas mas também a profissional. As entidades empregadoras escrutinam minuciosamente o perfil dos candidatos, também eles querem saber se o candidato tem facebook e quais os seus interesses e preferência. Hoje tudo é escrutinado!

A FAP, no seu infindável rol de funcionários e principalmente o CA também devem escrutinar as redes sociais dos árbitros, avaliar o seu perfil, aconselhar os seus escritos, evitando estas situações. O CA que aprecie, no caso em concreto, quem são os “amigos de facebook” deste jovem árbitro e talvez verifique que nesta lista existem muitas pessoas que tinham por obrigação alertar para esta situação.

Acredito que o CA percebeu os erros que fez (nomeação, não avaliar corretamente o perfil dos árbitros) e os árbitros certamente interiorizaram o mau uso que fizeram das redes sociais e certamente deixarão de estar associados a qualquer claque organizada, seja de que clube for, limitando-se a ser simpatizante, sócio ou accionista. Mas de uma coisa eu tenho a certeza, estes árbitros dificilmente voltarão a arbitrar jogos do Benfica.

Trinca na Bola disse...

A observação do anónimo de 23 de Setembro de 2013 às 11:11, dá que pensar.
A ser verdade, é mais um tiro nos pés de António Marreiros.
Ressabiado pelo enxovalho que recebeu na sua visita ao pavilhão da Luz, vinga-se na dupla de arbitragem?
Baseado em quê? Nas informações de Armando Pinho e José Jorge? Mais uma vez, Marreiros a mostrar o lado mais podre do CA.
Porque não tomou idêntica atitude aquando de arbitragens, essas sim vergonhosas, feitas por outros elementos e do nível 4?

O CA está podre. A FAP para lá caminha.
A modalidade empobrece a cada dia que passa.

Anónimo disse...

fora de tópico, será que o benfica e a sua TV, vão passar repetidamente as imagens do seu técnico em guimarães, era para rir.

Anónimo disse...

o unico senão que eu vejo nisto é o arbito ser do porto e apitar o jogo em questão nao vejo mal em ser do porto ou benfica todos tem simpatia por um clube, ja agora se fosse assim não havia transferencias de jogadores do porto para o benfica e assim sucesivamente ou sera que o jogadores estão isentos disto tudo só os arbitos é que são os bichinhos, qual é o clube que não tem jogadores simpatizantes de clubes ão qual não estao a jogar por eles, será que quando jogam contra eles favorecem o mesmo ou seja um jogador do porto simpatizante do aguas santas joga no porto vai jogar com aguas santas vai facilitar a vida aõ aguas santa ou vai la fazer o trabalhinho, dele que é jogar e fazer o melhor pelas cores que esta a representar, eu acho que o arbito é igual,defender a camisola que tem vestida naquela momento que é a da federeção independentemente de ser simpatizante de qualquer clube.

Anónimo disse...

parabens ao autor do comentário das 19:18, raras vezes venho aqui para a curiosidade mexeu comigo desta vez e sinceramente gostei um abraço. Pois também há quem de tiros nos pés

Anónimo disse...

A.A.P no seu melhor(cãos)
Este fim de semana nas provas não-fixas apitarem eventuais árbitros que apitaram sem estarem inscritos e árbitros Nacionais que não estão aptos a nível Nacional porque chumbaram nos testes escritos e podem apitar a nível regional provas não fixas o meu clube sente-se defraudado se temos que ter atletas inscritos para poder jogar será que A.A.P. não tem que cumprir os regulamentos?

Anónimo disse...

O Buda do CA deu carta branca ao CAJÒ e este só faz porcaria na Nomeações !!
Quanto a AA Porto desde que o responsável pela Arbitragem usa camisolas do FCP, joga numa equipa de veteranos dos FCP o que estão a espera?
Mas aqui o Principal culpado é o BUDA chefe do CA que autorizou a nomeação.
E ainda vai para a Luz armado em pavão, que ver se agora também tem coragem de aparecer no Casal Vistoso..
Ulisses ainda te vais arrepender da trafulhice que fizes-te nas Eleições para o CA

Anónimo disse...

Anónimo 25/09/2013 às 17:38

Uma dupla promissora for lançada para o meus das tubarões, sem que o CA da FPA tenha acautelado o seu futuro.
Esta foi apenas mais uma das muitas decisões incompetentes de quem nomeia. As vozes que agora se levantam contra esta jovem dupla, são as mesmas que se calam quando o seu clube é beneficiado pelos árbitros das suas cores. Lamento o sucedido a estes jovens árbitros e espero que consigam superar toda esta situação, saindo ainda mais fortes e confiantes nas suas capacidades, mas acima de tudo mais humildes.
Quanto ao Presidente do Departamento de Arbitragem do Porto, quem fala mal deve ser uma pessoa diminuída mental e socialmente. O SENHOR RUI FREITAS, é a pessoa mais séria e honesta dos meandros da Arbitragem que eu conheci e conheço. É um ex Árbitro com provas dadas dentro e fora de campo, de uma humildade e seriedade inquestionáveis. Virem para aqui falar do que ele faz na sua vida pessoal, como forma de questionar a sua idoneidade, só demonstra que não o conhecem, ou se o conhecem... conhecem muitooooo mal.
Sejamos sérios e imparciais.
JRF