gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Eleições FAP – A perpetuação do Poder… - II

GUERRAS DE ALECRIM E MANJERONA

Apesar de algumas cíticas, e até de algumas ameaças no último texto que escrevemos sobre este assunto, não poderíamos deixar de voltar a falar deste assunto, que nos entristece como verdadeiros amantes da modalidade, e pensamos só voltar a falar no assunto quando dispusermos de informações que nos permitam fazer uma verdadeira avaliação do que se esta a passar, pois esta troca de comunicados, tando da parte de uma possível candidatura, como a resposta em termos de informação, como nota á Imprensa, por parte da Federação e com publicação no seu portal, fez-nos lembrar as Guerras de Alecrim e da Manjerona de António José da Silva “o Judeu”, pois todo este assunto mais nos parece uma sátira, com interesses camuflados, e que esperamos poder divulgar quando tivermos dados, suficientes, e sem medo de ameaças.  


O Administrador Delegado

11 comentários:

Anónimo disse...

A lista do Artur Monteiro, António Canelas e Henrique foi um "flopp" todos juntos podem até ter vontade mas alguns não tinha nenhuma experiência outros já tinha passado por lá e foram uma nulidade!
Mas a melhor era o Henrique Silva a Presidente do CA era um ano de confusões e nada com o rapaz!
Vamos continuar no mesmo ritmo e com algumas acelerações com o novo Pres.
Boa sorte e a lista que não teve pedalada tenham mais cuidado e façam coisas bem feitas!
Arbitro

Anónimo disse...

comentário engraçado o do anónimo das 17:31, mas parece que quem estava indicado para presidir ao CA, causa confusão a muito gente, porque será?
Mas como até sou amigo dele, provavelmente ele fica bem melhor de fora do que ter provavelmente de aturar alguns artistas em especial de uma tal associação dita de classe, que nem direcção tem segundo o que se lê no facebook.

Também um árbitro e daqueles a quem devem algum

Anónimo disse...

12 de maio de 2016 às 21:05

Quem o andou a promover e a louvar o seu papel nos bastidor4es da modalidade pode finalmente tirar as conclusões!
Vem do tempo do Sr. Luís Santos e andou a engonhar o Henrique Torrinha, Ulisses Pereira e agora num golpe de génio passou para a Lista de AM!
Fica-lhe mal ter sido vice Presidente e controlar o blog da modalidade!
abraço e espero vê-lo no Andebol mas de fora!

Anónimo disse...

Valha-me Deus! Três anos a preparar uma candidatura e não consegue 6 subscrições? 20 associações regionais, 20 clubes, 9 atletas, 4 árbitros, 4 treinadores espalhados de norte a sul do país e não conseguiu?
Eu tenho pena e lamento, mas essa incapacidade deve merecer uma séria reflexão da Vossa parte, porque me parece muito mau mesmo. E também lamento que o Henrique Silva, João Costa e Carlos Garcia, por quem tenho admiração, se tenham envolvido neste processo, onde não saíram a ganhar de forma alguma, pois esta derrota é mesmo muito pesada e de certeza absoluta que não foi por causa deles, pois eles valem muito mais que isto.
Eu sou delegado e subscrevi a lista do Miguel Laranjeiro no sábado. Sabem porquê? Recebi do Sr. Artur, ou de candidatos da lista dele, diversos telefonemas ao longo deste processo eleitoral, a pedir apoio, mas só recebi a lista do Sr. Artur na sexta-feira a três ou quatro dias da data limite. Mas eu isso até dava de barato, o pior é que esta vinha sem programa, sem qualquer ideia para futuro, vinha acompanhada de meia dúzia de gatafunhos. Esperei até à última por um projeto para poder subscrever, mas a única coisa que ouvi ao longo destes mês, de diversas pessoas da lista do Sr. Artur, foi dizer mal, ameaçar, foi terem um comportamento que deixa muito a desejar para quem quer ser candidato. Lamento porque o andebol ficava a ganhar se houvesse debate, mas também não me pareceu que o Sr. Artur Monteiro quisesse debate de ideias, mas sim de roupa suja.
Agora que li o comunicado que nos foi enviado ainda fiquei mais triste, porque na prática chama ignorantes e vendidos a todos nós delegados. Sr. Artur Monteiro: ninguém me coagiu, ninguém me ameaçou, ninguém exerceu tanta pressão sobre mim como o Sr. legitimamente exerceu. Eu esperei até sábado por um pouco de sumo, de ideias, de projetos que ultrapassassem o “já tenho apoios de muito dinheiro”, porque esse tipo de promessas já não encantam nem enganam ninguém. Esperei demonstração de profissionalismo, de competência, de urbanidade. Lamento dizer-lhe que não encontrei nada disto ao longo deste período em que lhe fui atendendo o telefone a si, ao Sr. Galambas e a interpostas pessoas que foram ligando, pedindo a Vosso favor. Pareceu-me sim que queriam o poder de uma forma desmedida e a qualquer preço. É legitimo que o queiram, mas os caminhos para lá chegar não me pareceram os melhores.
O Sr. termina dizendo que vai estar atento e eu espero que sim, que o Sr. e a sua equipa se mantenham vigilantes porque o andebol agradece. Espero sinceramente passar a ver o Sr. com regularidade no andebol porque quem sabe, talvez no futuro o Sr. possa ser presidente e com o meu apoio. Deixo-lhe um conselho: no futuro não coloque só pessoas da sua terra na lista e não arrebanhe os enjeitados do andebol, porque esses se foram corridos, com uma ou outra exceção, é porque não eram boa gente quase de certeza porque é a história que nos ensina isso.
Espero também não me ter enganado ao dar o meu voto a um candidato que não sendo do andebol, que não conheço, me pareceu uma pessoa séria e por isso conseguiu cativar as subscrições dos delegados quase todos. Não foi ele que me seduziu, foi a sua incapacidade de lidar com a situação que me fez não acreditar no vosso projeto. E quando é assim, recorremos sempre ao mal menor.
Felicidades para quem vai governar, boa sorte para o Sr. Artur Monteiro para novos projetos a favor do andebol.

Anónimo disse...

A candidatura do Artur Monteiro era tão má,tão má, tão má, que nem 6 subscrições conseguiu!
Eu tenho uma leitura muito própria: esta candidatura foi orquestrada de dentro para fora para tapar o espaço a uma lista competente que pudesse surgir de oposição. Este senhor é amigo do Augusto Silva e fez-lhe o jeito!
Toda a gente sabia que alguém com historias financeiras mal contadas no Mundial de andebol do Japão, com histórias financeiras mal contadas no futebol do Sporting de Braga quando por lá passou e que nem o apoio do seu antigo clube, o ABC conseguiu, só entrava nisto para fazer o jeito a alguém. Vamos ver nos próximos tempos como é que este favor é pago!Vai ficar com a seleção?
Vamos ver!

Anónimo disse...

Esqueçam lá isso. Enquanto Augusto Silva tiver em mente tomar conta da modalidade e mais tarde (ou não) levar a sede da Federação para o Norte (Braga?), ninguém consegue 'porra nenhuma'.
A lista de Artur Monteiro não era tão fraca como dizem. Eventualmente um ou outro nome sem perfil como é o caso de Henrique Silva. O que não quer dizer que outros elementos fossem mal vindos.
Vamos ter a modalidade com um presidente desactualizado e sem fibra? O facto de ser deputado não lhe dá uma mais valia.

A APAOMA continua em estado de coma. Continuará Hugo Virgílio a fazer da sua casa sede da associação?
É urgente que a APAOMA funcione. O que não tem acontecido e parece não haver alguém com essa vontade. Quer dizer haver há mas não são pessoas do agrado do sistema instalado.

Anónimo disse...

a campanha contra o candidato ao CA continua, tentando denegrir a imagem do mesmo, mas tenham cuidado porque o pequeno sabe muito e tem andado calado, ele já já não é candidato, continuem na vossa senda de destruição já começada em tempos, e terão po fim que merecem, eu apenas espero que me paguem o me devem, porque sou daqueles a quem ainda devem algum apesar das promessas, espero ver o que vão fazer ou por outra continuar a fazer.

Um árbitro em actividade

Anónimo disse...

Passou um camião por cima da candidatura do Artur Monteiro e ele ainda não acordou da pancada. Este homem joga com o baralho todo? Que lista era aquela que ninguém conhecia ninguém? Aquilo era um projecto?
O Henrique Silva foi comido de cebolada e convidado para um projecto errado. Tem defeitos e virtudes como todos, mas é um homem do andebol e integro, isso ninguém tenha duvidas. Foi anjinho e nao percebeu que quem o convidou valia zero!
O Lúcio Correia anda de derrota em derrota até à derrota final!Que tristeza de abandonado!
Alguém sabe explicar porque é que o Major ??? Galambas só esteve um ano na direcção do Ulisses Pereira? Segundo consta valeria a pena conhecer os pormenores, que são bem diferentes daqueles que ele quer impingir a toda a gente!

Anónimo disse...

O andebol vai de mal a pior e terá os dias contados: desconfio até que poderá em breve ter a intervenção governativa (e atenção que este laranjeira é da ala segurista, pelo que é mal visto no governo).
mas isso, de trazer alguém que não é do andebol, só para ser um testa de ferro nem é o pior.
o pior é mesmo a forma como as eleições decorrem (ou não decorrem) não darem chances a ninguém de concorrer, ou sequer de debater ideias (parece que agora será via comunicados e em breve através do CM ou assim parecido).
vejam-se que delegados (os que votam) que temos atualmente:
1. uma apaoma que não existe, mas votam, sendo de ver como o buda vai ainda dar cabo da carreira de mais uns árbitros internacionais (a não ser que tenham lhes tenham prometido que o buda ia embora);
2. vejam-se as meninas que representam as atletas do andebol feminino: seabra (que assim vai continuar a dar cabo do andebol feminino como "selecionadora" e uma tal fernanda, que pelas tormentas vai no engodo, ninguém se podendo daqui para a frente queixar que o colégio de gaia continue a ter quantas atletas quiser nas seleções nacionais.
3. depois temos a classe dos treinadores, a atap, que ninguém conhece, que não existe, mas que tem direito a votos;
4. a juntar a estas associações fantasmas, segue a ancamp (será assim que se escreve) do papa migalhas, que preside aos outros clubes não profissionais e cada vez mais na miséria, que devem estar satisfeitissimos por cada vez pagarem mais e mais os custos federativos.
5. depois acho que temos ainda uma classe de atletas masculinos/profissionais (talvez a mais fantasma dos fantasmas) que ninguém sabe quem são.
6. A toda esta panela juntam-se associações com centenas de clubes e milhares de praticantes: viana do castelo; beja; bragança; castelo branco; guarda; évora; graciosa e companhia; e, portalegre. Valem cada uma um voto: recebem subsidios e andebol que é bom? cheta!
7. Depois, temos a casta nível A: dirigentes associativos bem pagos (segundo o site do IDPJ): leiria (futuro presidente da fap); e, viseu (outro grande núcleo de andebol, com centenas de atletas clubes de topo); lisboa (cada vez com menos clubes); aveiro; porto; que não tendo presidentes assalariados, terão quadros seus subsidiados... em quem acham que votam? em quem lhes dá a papinha? ou em quem lhas quer tirar? quantas associações reuniram os seus clubes para discutir em quem iriam votar? zero? menos que zero?
pena os clubes não reagirem e se lembrarem atempadamente que são eles quem pagam o andebol em portugal...e este está cada vez mais caro, ainda que pelos lados da calçada da ajuda esteja tudo hipotecado.

Anónimo disse...

Que comentários tão básicos! Nada acrescentam ao habitual lavar de roupa suja.
Mau demais.
O 'árbitro em actividade' (13 de maio de 2016 às 12:36) não deve estar preocupado com o que lhe devem. Porque se estivesse já teria levantado a questão a quem de direito e não o fez.
O anónimo (13 de maio de 2016 às 15:43' tem com toda a certeza algo pessoal contra o Artur Monteiro. Só assim se explica o azedume.
Tomaram muitos saber o que sabe o Lúcio Correia e serem tão sérios como ele.
Dizer mal do António Galambas é não reconhecer o que de bom passou pelo andebol.
Mau feitio do anónimo só pode ser.
Batam palmas aos que parece que vão tomar de assalto a modalidade. Eu não, fico preocupado. E atento.

Anónimo disse...

Era bom que o candidato Artur Monteiro anuncia se a lista dos subscritores da sua lista que se piraram a ultima da hora a troco de algumas benesses!
Uns cobardes!