gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 24 de maio de 2016

P004 – Fase Final – 2015 /2016 – VIII

Crónicas dedicada á Fase Final Nacional da PO04, reiteramos a nossa opinião é agora que pode existir a ta desejada competitividade no escalão que todos dizem não existir.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos

Fase Final Nacional – Grupo “A”
8.ª Jornada (3.ª da 2.ª Volta)
Dia 22-05-16
Sporting 24 - 28 FC Porto
Benfica 20 - 20 Águas Santas
Alto Moinho 24 - 33 ABC

BENFICA CAMPEÃO NACIONAL 

Continuamos a considerar extraordinário o facto desta prova, que na nossa opinião continua a ser um verdadeiro exemplo em termos disciplinares, até ao momento, pois mais uma jornada foi disputada sem se verificaram-se ocorrências disciplinares. Infelizmente a boa notícia, que era a transmissão pela Andebol TV (Benfica / Águas Santas), não passou disso mesmo duma boa intenção. É uma fase decisiva da prova, que terminou este fim-de-semana, pois uma das equipas a duas jornadas do fim tornou-se já Campeã Nacional, acabando com as expectativas, para as jornadas em falta, que serão disputadas como se costuma dizer para “cumprir calendário”, e na nossa opinião parece-nos que houve equipas que abdicaram da discussão do titulo demasiado cedo, com a notável exceção do Águas Santas. Prova disputada praticamente sem adiamentos o que se torna uma raridade nos tempos que correm. De lamentar a sofrível prestação desportiva do Sporting, e a agradável surpresa do Alto Moinho. Nesta jornada apenas uma equipa confirmou o resultado ocorrido na 1.ª volta, o ABC.

Numa jornada sem surpresas, o maior da mesma centrava-se no jogo Benfica / Águas Santas, disputado na Luz, onde caso a equipa do Benfica, empata-se ou vencesse, poderia desde logo ser campeã Nacional, o que veio a suceder. Foi um jogo sempre disputado com grande equilíbrio, embora inicialmente o Benfica tivesse chegado com alguma facilidade ao 5-1, para a equipa maiata, ir reduzindo a diferença e acertando o seu jogo, para ao intervalo o resultado se cifrar num 11-9 a favor do Benfica. No segundo tempo o Benfica ainda comandou o jogo, mas nunca conseguindo afastar-se em definitivo no marcador, pois a resposta sempre pronta da equipa Águas santas não o permitia, e após o 16-14 ainda a favor do Benfica, a equipa visitante num extraordinário assomou de energia, levou o resultado á igualdade com que terminou o encontro, e que servia na perfeição as pretensões do Benfica, onde Hugo Freitas com 5 golos foi o seu melhor marcador, enquanto no Águas Santas com os golos mais distribuídos, o seu melhor marcador não ultrapassou os 4 golos (Gustavo Carneiro). Num dos chamados clássicos da modalidade a equipa que (nossa opinião), foi a surpresa pela negativa o Sporting, recebeu o FC Porto, a quem havia vencido na 1.ª volta, e se apresentou neste encontro com apenas 10 jogadores, caso para perguntar e onde andam os outros? Como seria de esperar, face às circunstâncias descritas, o FC Porto venceu o encontro, apesar da réplica oferecida pelos 10 jogadores do Sporting, que se apresentaram para o jogo, de tal forma, que o resultado ao intervalo era favorável ao FC Porto, apenas pela diferença mínima (12-11), que com naturalidade foram dilatando ao longo do segundo tempo, embora nunca atingisse números que poderiam escandalizar. O experiente Fernando Tavares e Ricardo Silva, ambos com 6 golos, cada, foram os melhores marcadores da equipa do Sporting, no FC Porto com 11 jogadores a marcarem golos, o que mostra a gestão do plantel que foi feita Miguel Salgado com 6 golos e Diogo Silva com 6 golos foram os seus principais marcadores. No Pavilhão do Alto Moinho, realizou-se o único jogo, onde foi confirmado o resultado ocorrido na 1.ª volta, o Alto Moinho / ABC, com a equipa bracarense a apresentar-se mais uma vez sem André Gomes e Oleksandr Nekrushets, no entanto comandou sempre o marcador chegando ainda nos primeiros 30 minutos a ter uma vantagem de 6 golos (16-10), para chegar ao intervalo a vencer por 16-12, no segundo tempo apesar da animada réplica dada pela equipa local, chegou aos 23-15, e aos 24-16, para terminar com a maior vantagem obtida durante os 60 minutos. Pedro Padre com 7 golos, foi o melhor marcador do Alto Moinho, Sem Gonçalo Areias com 8 golos, João Cunha e Rui Ferreira com 6 golos cada, os melhores marcadores do ABC.

Classificação após esta jornada: - 1.º Benfica (23 pontos), 2.º Águas Santas (18 pontos), 3.º ABC (16 pontos), 4.º FC Porto (15 pontos), 5.º Alto Moinho (14 pontos), 6.º Sporting (10 pontos).

O Noticias.

7 comentários:

Anónimo disse...

Pois se querem saber o porque de o Sporting se apresentar so com 10 jogadores so tem que fazer a pergunta ao cordenador da formaçao o srº profº Trancoso onde no inicio da epoca mandou um guarda redes embora para Boa-hora mandou um lateral embora para ginasio sul e fez com que jogadores como Andre Silvano , Andre Lourenco, Bruno Pereira,Filipe Ambrosio tenham abadonado o clube devido a esse senhor, pois penso que esta equipa do Sporting fez um grande feito ao ser apurado para fase final, pois nao ha milagres quando uma equipa se apresenta aos jogos com apenas 10 jogadores e mais grave ainda quando o treinador chega ao treino e apenas tem 2 outras vezes 4 jogadores para treinar e metade destes que vao treinar sao juvenis.
Acho que o sporting deve o maior respeito a estes 10 jogadores pelo o que tem se esforçado nos jogos em respeitar o emblema que trazem ao peito.
Pois futuramente a secçao tem que levar uma limpeza comecando pelo cordenador da formaçao.

Anónimo disse...

No jogo da consagração do benfica era escusado nomearem o Monteiro e Trinca para assobiar. Depois do que fez aos pobres lagartos na taça em Almada, até pode deixar suspeitas... Ainda por cima estão a queimar tão prestigiada dupla com a nomeação para o jogo ABC-Benfica em seniores! Protejam os assobiadores...

Anónimo disse...

O Sporting nesta altura anda por lá... já não disputa nada. Será apenas sonho relembrar capitães do SCP, Pedro Sequeira a levantar aquele troféu? Hoje está no P. Manuel! Pedro Seabra hoje no ABC! E já é médico a exercer! Sérgio Barros que assumiu á algum tempo que, a próxima época não será no Sporting! Será um pesadelo? Fomos quatro vezes seguidas campeões na categoria e nada se aproveitou. Agora nem tentamos. Aquela equipa de juniores não possui nem talento nem a miníma vontade! Como grupo não existe. Nunca vi ninguém na bancada quanto a treinadores ou dirigentes... O Andebol Leonino está em agonia. Já nem se sonha!

Anónimo disse...

O melhor de tudo é que os três jogos que o Águas Santas foi fazer ao sul, todos eles foram apitados por esta dupla. Por acaso, o Águas Santas não perdeu nenhum jogo no sul mas que esta situação é esquisita, é. Me pergunto se não há mais duplas para apitar em Lisboa?

Anónimo disse...

Vi o jogo Benfica Aguas e deixem que diga que mediocridade de andebol.
Um Benfica desfalcado chegou e sobrou para um Aguas sem ponta por onde se pegue uma equipa à imagem do seu treinador sem ritmo sem ideias.
Quando ouço dizer que o Barbosa é um jogador de futuro só devem estar a brincar joga a 10 á hora tecnicamente zero e tirando a altura pouco mais sobra. Da equipa apenas gostei do Pacheco e do ponta direita.
Quem viu as equipas de juniores do Aguas das gerações de 97,96, 95 e até 94 até se arrepia vendo esta desgraça por alguma razão os seniores todos os anos se reforçam fora do clube
Pobre andebol nacional.

Anónimo disse...

Foi pena o Águas ter jogado com o Benfica e Porto, em casa, com 10 jogadores. Vão dizer que estavam 12, mas 2 estavam lesionados. Faltou apoio da direcção.

Anónimo disse...

Quem viu as equipas de juniores do Aguas das gerações de 97,96, 95 e até 94 até se arrepia vendo esta desgraça por alguma razão os seniores todos os anos se reforçam fora do clube


Foram campeões de juvenis há 2 anos, com uma equipa bem interessante..