gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Selecções e Seleccionadores – 2018



ENQUADRAMENTO TÉCNICO
EXISTE…

Mais um texto, em que temos de nos socorrer ao histórico da Modalidade, pois face às últimas convocatórias das Selecções a que temos assistido, nós e os nossos leitores não podemos ficar indiferentes ao tema. “Enquadramento Técnico nas Selecções, existe…”, temos fortes dúvidas, mas é a nossa opinião.

Foi em Julho de 2009 e 2012, e a última notícia oficial sobre o tema, a Direcção da Federação deu a conhecer o enquadramento técnico da Modalidade ao nível de Selecções, através do seu Comunicado Oficial n.º 23 de 03-09-14, mas até hoje e depois de várias alterações que se verificaram, e que vão sendo divulgadas de modo “avulso”, está instalada uma enorme confusão nesta vertente, pois tirando alguns casos específicos, ninguém sabe quem é quem, e continua a verificar-se uma total transparência sobre o tema, onde se verifica uma perspectiva de andar ao “sabor da onda”, ou aos interesses do momento.

Consideramos que na presença de tantas entradas e saídas de técnicos relacionados com as Selecções a Federação, com um documento de similar colocaria ponto final nas diversas interrogações que circulam nos meios andebolísticos, e clarificava o que se passa, pois aproximam-se diversas Fases Finais, tanto de Provas Europeias como Mundiais, nos escalões de formação, e seria de todo o interesse saber quem são os responsáveis técnicos das mesmas.

Pois desde treinadores de Selecções inscritos como atletas, levando a questionar se a FAP, agora também subsidia atletas de clubes, e sem as necessárias qualificações, até á existência de técnicos que apenas possuem o Grau I, estarem em Selecções existe e vale de tudo…

Desde o Treinador da Selecção “A”, a dirigir Juniores, será que cai continuar!
Desde Selecções que num Torneio são dirigidas por técnico, para noutro o responsável técnico já ser outro.
Até ao momento é completamente desconhecido quem é que fica com quê, uma tristeza.

Mais uma vez repetimos e não comentamos os nomes, mas aqueles que são os únicos verdadeiramente conhecidos são:

Enquadramentos

Masculinos

Selecionador A Masculino – Paulo Jorge

Femininos

Selecionador A Feminina – Ulisses Miguel

Os outros ninguém em consciência pode dizer quem são? Quando é que a FAP elabora documento verdadeiramente esclarecedor?

Esperamos que seja definido um enquadramento técnico que inclua a detecção de talentos.

O Formador

As Desistências do Direito de Participação nas Provas Europeias.


DESISTÊNCIA OU NÃO INSCRIÇÃO
NAS PROVAS EUROPEIAS
A FALTA DE INFORMAÇÃO

Nos últimos tempos, temos lido, que no nosso entender e por razões que consideramos extremamente válidas, que existem equipas portuguesas, que ganharam o direito de participação nas Provas Europeias, mas que não fizeram a sua inscrição.

Em relação a estas não participações, convém antes de mais dizer que isto apenas se verifica, normalmente por motivos financeiros e por falta de apoios, o que lamentamos. Lamentamos de igual modo a falta de informação sobre quem está apurado ou quem vai participar nas competições Europeias, pois tudo o que se sabe é através da Comunicação Social, como por exemplo a não participação do Madeira SAD em Femininos na Liga dos Campeões, e provavelmente em nenhuma competição Europeia, e ainda que o ABC abdicou do seu direito de participação, na Challenge CUP Masculina, e ainda de que a AA Avanca que se lhe seguia em termos classificativos lhe seguiu o mesmo caminho, e apenas o Madeira SAD em Masculinos, aceitou participar, na referida prova, temos a sensação de que apenas ficaremos a conhecer as diversas participações, depois da EHF, divulgar as equipas inscritas nas suas provas, e é pena.

Por falar em apoios, a FAP alterou (Quem sabia) o seu Regulamento Geral nomeadamente a matéria que estava previsto, no Artigo 4.º do Subtítulo 6 do Titulo 8 do referido regulamento, passando agora a dizer claramente que não estão previstas comparticipações financeiras….
Pois a obrigação de inscrição e as suas consequências também estão previstas no Regulamento geral da Federação, nomeadamente nos Artigos 1.º e 2.º do Subtítulo 6 do Titulo 8.
Questiona-se, se já foram contactados possíveis substituições, porque ainda não foi publicado um Comunicado Oficial com o direito de participação, nas provas Europeias em ambos os géneros?

Depois temos as sanções a aplicar pela não inscrição, que poderão ser gravosas, nomeadamente no ponto 1 do artigo em referência, e que aqui transcrevemos, com uma imagem do Regulamento Geral Da Federação, artigo que sofreu igualmente alteração na presente época.
Aqui a Federação, pode utilizar o ponto 2 deste artigo, e defender os clubes, mas o que fazer sobre o conteúdo dos Artigos 1.º e 2.º deste Regulamento. Esperamos que exista uma reflexão consciente sobre este tema, para que não surjam problemas que poderão ser insanáveis. E este é o nosso propósito.

O Banhadas Andebol

EHF CUP’s – Vencedores Femininos – 2017/2018


VENCEDORES DAS PROVAS FEMININAS DA EHF
(ÉPOCA 2017 / 2018)

Para os historiadores e pessoal das estatísticas, os vencedores das Provas Europeias de Clubes (Femininos) na época 2017 / 2018, foram:

Champions LeagueGyöri Audi ETO KC (Hungria)
EHF CUP – SCM Craiova (Roménia)
Challenge CUP – MKS Perla Lublin (Polónia)
Banhadas Andebol

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Associações Desaparecem ….


ASSOCIAÇÕES DESAPARECEM… OU FECHAM…

Este texto que hoje publicamos é elabora com base em dois documentos e ou duas noticias publicadas, no Portal da FAP, e que provavelmente passaram despercebidas a muita gente da modalidade.

Enquanto no País se descentraliza, no Andebol pelos vistos e pelos factos, centraliza-se, tentando criara Mega Associações, projecto já antigo de alguns dos actuais dirigentes, mas que certamente irão criara grandes problemas, e provavelmente, até no desaparecimento de alguns clubes, pois que as distâncias a percorrer para disputar acções Regionais tronam quase impossível a sua manutenção.

Além deste problema, não se entende como irão ficar os Estatutos da FAP, em termos de Delegados, pois a sua ausência à maioria das Assembleias é notória (por exemplo n última Assembleia, para aprovação de contas apenas estavam presentes 22 delegados, dos 57 que deveriam estar, conforme consta da acta, e que aqui reproduzimos, e que na nossa opinião até contém um erro pois não são 54, este número refere-se provavelmente aos que indicaram o seu representante para esta época.
A Primeira situação diz respeito, ao protocolo que foi assinado e amplamente divulgado pelo Portal da FAP, em 08-06-18, com imagem e tudo, acerca do Desenvolvimento da Modalidade no Concelho de Caminha, e sendo o mesmo subscrito pela Associação de Andebol de Braga.

Pergunta-se, não mas existia uma Comissão Administrativa em funções na Associação de Andebol de Viana do Castelo?
O que fez?
O que gastou?
Desapareceu?

Mas o seu representante foi o delegado que na Assembleia Geral Ordinária já referida, propôs um louvor à Direcção da FAP, que comprovamos com nova imagem, e a Associação deixou de existir sem mais nenhuma informação, porquê?
Outra situação diz respeito à Associação de Andebol de Évora, que pelos vistos, também desapareceu do mapa, das Associações de Andebol, esta situação, também é descoberta, através da descrição dos clubes numa prova (PO15 – Encontro Nacional de Infantis Masculinos) CO N.º 101 de 29-05-18, onde surge o Évora AC, como fazendo parte da Associação de Andebol de Setúbal.
Situação grave, pois é feito à revelia dos próprios estatutos, e sem se dar o devido conhecimento, mas atenção, parece que existem mais, segundo as informações que nos chegam, e achamos (na nossa opinião), que a modalidade, está a ser gravemente prejudicada.

Estaremos atentos e divulgaremos tudo o que acharmos pernicioso e prejudicial para a modalidade.

O Reticências.

Europeu Sub-18 Masculino – 2018 – X


EHF M18 EURO – 2018

SELECÇÃO DE JUNIORES SUB-18
N0 TORNEIO INTERNACIONAL 
4 NAÇÕES CUP - ESTARREJA
Portugal, vai participar neste torneio Internacional, juntamente com as Selecções da Hungria. Itália e Roménia. Que se disputa de 29-06-18 a 01-07-18, em Estarreja, integrado no GarciCUP, dando assim continuidade à sua preparação para o Europeu Sub-18, que disputa na Croácia durante o mês de Agosto. Lembrar que Portugal faz parte do Grupo 1 na Ronda Preliminar, juntamente com a Croácia, Sérvia, e Israel.

Lista dos Convocados – Desta vez com um ligeiro comentário. Pois não se entende como pode fazer parte do corpo técnico de uma Selecção Nacional um técnico de Grau 1.
Calendário do Torneio
1.ª Jornada
Dia 29-06-18
Roménia – Hungria (16H00)
Portugal – Itália (18H00)
2.ª Jornada
Dia 30-06-18
Hungria – Itália (15H30)
Roménia - Portugal (18H30)
3.ª Jornada
Dia 01-07-18
Roménia - Itália (16H00)
Portugal – Hungria (18H00)

Os jogos serão disputados em Estarreja (Pavilhão Municipal).

Uma nota curiosa, a FAP, que têm sido tão limitada, nas transmissões da Andebol TV, vai realizar a transmissão de todos os jogos do Torneio, felizmente.

O Noticias

Congresso da EHF – 2018 - II


CONGRESSO ORDINÁRIO DA EHF
GLASGOW (ESCÓCIA)

Este Congresso realizou-se em Glasgow na Escócia de 18 a 20 de Junho de 2018, sendo que o dia 18, foi reservado para a reunião do Comité executivo da EHF, da qual já demos algumas novidades, nomeadamente sobre as Ligas dos Campeões Europeus.

Continuamos a estranhar que até ao momento a FAP não tenha publicado qualquer informação acerca deste evento. (Felizmente e como tínhamos previsto, fez hoje uma completa publicação do tema realçando o prémio de reconhecimento, tal como se previu)

Uma das mais importantes foi a de que o Congresso seja realizado apenas nos anos ímpares, a partir de 2021.

Foram aprovadas algumas alterações estruturais, aos órgãos existentes bem como a novos órgãos., tendo sido aprovada a mudança do limite de idade, passou para os 70 anos, dos membros a serem eleitos, uma situação que têm andado numa verdadeira “roda viva”, nos últimos Congressos.

Foi finalmente aprovado uma alteração estatutária, que permite a inclusão do Andebol em Cadeira de Rodas.

A proposta da Federação da Eslovénia, acerca de propostas para a IHF, que vão desde a profissionalização dos árbitros, até a alterações às Regras de Jogo, foi rejeitada, para poder ter uma discussão mais assertiva.

Foi aprovada ainda uma proposta da Federação da Suécia de Andebol, acerca da publicidade nos equipamentos dos atletas, mas ficando a manga direita reservada a EHF.

Foram finalmente decididas a atribuição das realizações dos Euros 2022 e 2024, em ambos os géneros.

Fases Finais destas provas serão disputadas por 24 equipas.

Euro 2022 Masculino - Hungria e Eslováquia.

Euro 2024 Masculino - Alemanha

Euro 2022 Feminino - Eslovénia, Macedónia e Montenegro.

Euro 2024 Feminino – Face à não existência de candidatos à sua realização, foi delegado no Comité Executivo, a designação e procura de organizadores.

Foi ainda decidido que o próximo Congresso que será igualmente eleitoral, se realizará em 2021, para não coincidir com a realização do EURO 2020 Feminino, e será da responsabilidade da Federação Luxemburguesa de Andebol.

Foram atribuídos os seguintes Prémios
Melhor Ranking em 2016 – Alemanha
Melhor Ranking (Andebol Praia) 2016 e 2017 – Espanha
Melhor Ranking em 2017 – França

Premiados por terem organizado três ou mais eventos – Geórgia, Lituânia, Portugal, Croácia, Dinamarca e Suécia.

Certamente que sobre este tema a FAP, não deixará de comentar.

O Banhadas Andebol

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Andebol de Praia 2017 / 2018 – Nazaré Dreams


NAZARÉ DREAMS
(ANDEBOL PRAIA)
SELECÇÕES SUB-18 (MASCULINA E FEMININA) PARTICIPAM
A FAP, aproveita e bem na nossa opinião a realização deste torneio na Nazaré nos dias 22 a 24 de Junho de 2018 (Estádio do Viveiro), para dar competição ás selecções nacionais de ambos os géneros, com a participação neste EBT (458 pontos), e que conta para o ranking da EHF.

Recordar que participam nesta prova das mais fortes equipas Europeias, quer em Masculino, quer em Feminino, como por exemplo Camelot, OSN Beach Handball, Raccons, Danish Beach Handball Drems, entre outras. O Torneio encontra-se sobre a controle da EHF, igualmente em termos de Delegados e de duplas de Arbitragem,

Assim as nossas Selecções de SUB-18, terão mais uma oportunidade de preparar os Campeonatos Europeus do escalão que se disputam em Montenegro de 29-06-18 a 1-07-18.

Lista das convocadas (Feminino) – Como de costume sem comentários.
Lista dos convocados (Masculino) – Como de costume sem comentários.
O Noticias

Competições Europeias 2018 / 2019 – III – Liga dos Campeões Femininos

Dando continuidade ao actual sistema de disputa da Liga dos Campeões Europeus Feminina, A EHF divulgou (18-06-18), conforme estava previsto e por nós divulgado em tempo a lista das equipas que se inscreveram para a prova, e agora as que participarão com caracter definitivo, na reunião co Comité Executivo em Glasgow (Escócia).
A confirmação, foi feita com base nos critérios já por nós enunciados (local, TV, Classificação na prova Nacional, espectadores. Patrocínios, Implementação de Deveres e regulamentos, e Comunicação Social).

Com base na lista da EHF, Já estão definidas 14 das equipas que constituirão a Fase de Grupos, e as 8 equipas que disputarão a Fase de Apuramento em dois Grupos de 4 equipas, que serão disputados entre 05 a 09-09-18, apurando-se o vencedor de cada Grupo para a Fase de Grupos, de onde saíram os 3 primeiros classificados em cada Grupo, para disputar a chamada Ronda Principal (2 grupos de 6 equipas cada). Conforme estava previamente anunciado Portugal não está infelizmente representado.

Apenas 4 equipas das que tinham solicitado acesso foram aceites.

Datas dos Sorteios (Viena)

Grupo de Qualificação – 27-06-18
Fase de Grupos – 29-06-18

Fase de Grupos (16 equipas)

Kobenhavn Handbold (Dinamarca)
Odense HC (Dinamarca)
Metz Handball (França)
Thüringer HC (Alemanha)
Györi Audi ETO KC (Hungria)
FTC-Rail Cargo Hungaria (Hungria)
Buducnost (Montenegro)
Vipers Kristiansand (Noruega)
CSM Bucuresti (Roménia)
Rostov Don (Rússia)
RK Krim Mercator (Eslovénia)
IK Sävehof (Suécia)
Brest Bretagne Handball (França)
Larvik HK (Noruega)
1.º Do Grupo 1 de Qualificação
1.º Do Grupo 2 de Qualificação

Fase de Qualificação (8)

SG BBM Bietigheim (Alemanha)
SCM Craiova (Roménia)
HC Podravka Vegeta (Croácia)
Super Amara Bera Bera (Espanha)
Jomi Salerno (Itália)
MKS Perla Lublin (Polónia)
ZORK Jagodina (Sérvia)
Muratpasa BSK (Turquia)

A Fase de grupos disputa-se de 05/07-10-18 a 16/18-11-18.

O Banhadas Andebol

Clubes - Diversos - Informação

ALTO MOINHO
O Noticias

terça-feira, 19 de junho de 2018

PO06 Fase Final – 2017 / 2018 – VI


Última crónica sobre a Fase final desta prova, que foi disputada no mesmo formato competitivo, da época anterior.

PO06 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juvenis Masculinos

Desta feita sem representação das Regiões Insulares.

6.ª Jornada
Dia 16-06-18
Sporting A 33 – 30 Benfica A
ABC 31 – 24 Águas Santas

Campeão Nacional – Sporting
Descem de Divisão – Ismai, SC Espinho, Juventude Lis e Évora AC.

Apesar de o Titulo já estar atribuído à duas jornadas, este fim-de-semana disputou-se a 6.ª e última jornada da prova, que corresponde à 3.ª jornada da 1.ª volta desta Fase Final, apenas se verificou alteração num dos resultados ocorridos na jornada homóloga da 1.ª volta, sendo no entanto uma jornada disputada com algum equilíbrio, apesar de um dos resultados não dar essa perspectiva, todos os encontros foram realizados sem o registo de ocorrências disciplinares, em termos de assistências tivemos uma melhoria em relação ao ocorrido na jornada anterior.

No Pavilhão Fernando Tavares, disputou-se o Sporting A / Benfica A, que foi um encontro com duas partes distintas, pois o Benfica A, terminou o primeiro tempo na frente do marcador por 18-16, para o Sporting A, responder no segundo tempo, igualando o marcador por exemplo a 24 golos, e a 26 golos, assumindo a partir desta igualdade o comando do marcador até final do jogo. No Sporting A, que teve 11 jogadores a marcarem golos, Salvador com 8 golos, e Joel Ribeiro com 6 golos, foram os seus principais marcadores. No Benfica, Joaquim Nazaré com 12 golos, João Nobre, e Luís Cabral, ambos com 6 golos cada foram os seus melhores marcadores, uma referência especial para os 12 livres de 7 metros marcados a favor do Benfica, mas sendo apenas 6 convertidos. No Pavilhão Flavio Sá Leite, disputou-se o ABC / Águas Santas, jogo que na 1.ª volta tinha terminado com uma igualdade a 28 golos, desta vez o ABC, terminou com uma clara vantagem final, mas deve a bem da verdade dizer que ao intervalo vencia por apenas um golos (13-12), e que os maiatos ainda igualam o marcador a 17 golos, e só a partir deste momento em que o ABC assume o comando do marcador, consegue ir materializando a sua superioridade, enquanto por seu lado o Águas Santas foi perdendo discernimento, e apenas a partir dos 26-23 a favor do ABC a sua vantagem foi ampliada para os valores finais. Vinicius Fonseca com 13 golos, foi o melhor marcador do ABC, enquanto no Águas Santas onde 10 jogadores marcaram golos, Tiago Pereira com 6 golos, foi o seu principal marcador.

Classificação Final – 1.º Sporting A (16 pontos), 2.º ABC (12 pontos), 3.º Benfica A, e Águas Santas (10 pontos).

O Formador

Competições Europeias 2018 / 2019 – II – Liga dos Campeões Masculinos


Dando continuidade ao actual sistema de disputa da Liga dos Campeões Europeus Masculina, A EHF divulgou (18-06-18), conforme estava previsto e por nós divulgado em tempo a lista das equipas que se inscreveram para a prova, e agora as que participarão com caracter definitivo, na reunião co Comité Executivo em Glasgow (Escócia).
A confirmação, foi feita com base nos critérios já por nós enunciados (local, TV, Classificação na prova Nacional, espectadores. Patrocínios, Implementação de Deveres e regulamentos, e Comunicação Social).

Com base na lista da EHF, Já estão definidas as 16 equipas que constituirão os Grupos, A e B, e as 12 que constituirão os Grupos C e D, não existindo grupos de qualificação e a prova iniciando-se imediatamente com a disputa dos Grupos. O Sporting (Campeão Nacional), foi incluído nas equipas que irão disputar os Grupos C e D.

Data dos Sorteio

Fase de Grupos – 29-06-18, em Viena.

Grupos A e B (16 equipas)

MOL-Pick Szeged (Hungria)
Rhein-Neckar Löwen (Alemanha)
FC Barcelona Lassa (Espanha)
PGE Vive Kielce (Polónia)
Paris Saint Germain HB (França)
HC Vardar (Macedónia)
PPD Zagreb (Croácia)
Skjern Handbold (Dinamarca)
HC Meshkov Brest (Bielorrússia)
RK Celje Pivovarna Lasko (Eslovénia)
IFK Kristianstad (Suécia)
SG Flensburg-Handewitt (Alemanha)
HC Motor Zaporozhye (Ucrânia)
Telekom Vessarem (Hungria)
HBC Nantes (França)
Montpellier HB (França)

Grupos C e D (12)

Bjerringbro-Silkeborg (Dinamarca)
HC Metalurg (Macedónia)
Orlen Wisla Plock (Polónia)
Ademar de Leon (Espanha)
Wacker Thun (Suíça)
Cocks (Finlândia)
Elverum (Noruega)
Sporting (Portugal)
CS Dinamo Bucuresti (Roménia)
Chekhvskie Medvedi (Rússia)
TATRAN Presov (Eslováquia)
Besiktas MOGAZ HT (Turquia)

A Fase de Grupos, disputa-se de 12/16-09-18 a 20/24-02-19, com os Grupos C e D a terminarem em 28/11/18 ou 02-12-18.

Os chamados Jogos KO dos Grupos C e D disputam-se em 20-24-02-19 e 27-02-19 ou 02-03-19. 

O Banhadas Andebol

Campeonato do Mundo Japão 2019 – Femininos - II


24.º MUNDIAL DE SENIORES FEMININOS
(JAPÃO)
(Qualificação Europeia - Sorteio)

Vai realizar-se no Japão em 2019, o Mundial no género Feminino, de 29 de Novembro a 15 de Dezembro de 2019. Nas cidades de Kumamoto, e Tokyo, com a participação de 24 equipas, em princípio das 5 Confederações, este Mundial servirá de preparação para os Jogos Olímpicos de 2020, que se disputa, em 2020, recordando que Kumamoto já recebeu um Mundial em 1997, mas em Masculinos.

As equipas classificadas nos três primeiros lugares do Euro 2018, estão directamente apuradas para o Mundial de 2019, no caso de uma das equipas Europeias ser Campeão Mundial em 2017, serão as três seguintes as directamente apuradas.

Hoje realizou-se o Sorteio da Qualificação 1 Europeia, que envolve 16 Países, entre os quais Portugal, que apura para um Play OFF, foram constituídos 4 grupos de 4 equipas cada, sendo apurados para a disputa do Play OFF, os vencedores de cada Grupo mais o melhor segundo classificado.

Os Play OFF, serão disputados entre 31-05-18 e 06-06-19.

Serão apuradas 13 (incluindo a França) equipas do Continente Europeu para a Fase Final no Japão.

Resultados do Sorteio

Grupo 1 – Eslováquia, Kosovo, Ucrânia, Israel.
Grupo 2 – Suíça, Ilhas Faroé, Lituânia, Finlândia.
Grupo 3 – Bielorrússia, Itália, Portugal, Grécia.
Grupo 4 – Turquia, Macedónia, Islândia, Azerbaijão.
Portugal, na nossa opinião irá discutir com a Bielorrússia, o apuramento pata o Play OFF, o sorteio poderia ter sido muito mais desfavorável, se por exemplo, ficássemos situados no Grupo 4. 

O Noticias

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Torneios de Seleções Regionais Femininas – XIX


Disputou-se este fim-de-semana (15 a 17-06-18) no Pavilhão Municipal de Odemira em Odemira, a Fase Final desta Prova, a que a Federação no seu entender não atribui qualquer identificação numérica, embora as mesmas, anteriormente tivessem designações atribuídas.

Torneio Seleções Regionais Femininas - Prova destinada a atletas nascidos em 2003 e 2004.

AA LISBOA BI-CAMPEÃ
(Foto FAP)
Fase Final - Participam – AA Braga, AA Porto, AA Lisboa, AA Madeira, AA Aveiro, e AA Algarve.

Forma de Disputa - Fase Final – Participam as 6 equipas apuradas, que numa 1.ª Fase serão agrupadas em 2 zonas de 3 equipas, jogando TxT a 1 volta, com as 1/2 Final a serem disputadas pelos 1.º e 2.º classificados de cada zona (1.º Zona 1 x 2.º Zona 2, 1.º Zona 2 x 2.º Zona 1), enquanto os 3.º Classificados farão um jogo de definição do 5.º e 6.º Lugar, os vencidos nas 1/2 Final disputarão um encontro para definição do 3.º e 4.º Lugar.

Resultados
Fase Final – Zona 1
1.ª Jornada
Dia 15-06-18
Algarve 28 – 35 Lisboa
2.º Jornada
Dia 16-04-18
Porto 38 – 19 Algarve.
3.ª Jornada
Dia 16-06-18
Lisboa 36 – 33 Porto

Fase Final – Zona 2
1.ª Jornada
Dia 15-06-18
Aveiro 23 – 36 Madeira
2.º Jornada
Dia 16-06-18
Braga 36 – 27 Aveiro
3.ª Jornada
Dia 16-06-18
Madeira 29 – 24 Braga

Dia 17-06-18
1/2 Final
Lisboa 36 – 24 Braga
Madeira 23 – 26 Porto

5.º/6.º Lugar
Algarve 21 – 22 Aveiro

3.º/4.º Lugar
Braga 29 – 28 Madeira

Final
Lisboa 38 – 36 Porto

Classificação1.º AA Lisboa, 2.º AA Porto, 3.º AA Braga, 4.º AA Madeira, 5.º AA Aveiro, e 6.º AA Algarve.

De lamentar, que não exista um único Boletim de Jogo, completo, existindo alguns que nem informação de disciplina, ou espectadores possui, não existindo sequer informação de se registarem ou não prolongamentos em alguns dos jogos, não se entende que este tipo de acontecimentos se registem numa prova de Selecções Regionais. Será que a política de ter acabado com os Oficiais de Mesa, é para termos situações como esta! É uma falta de respeito pela modalidade, e por quem a ela se dedica. Pela positiva teremos de destacar que todos os encontros foram disputados sem ocorrências disciplinares

Esperamos que a realização das provas nestes locais, possa contribuir, para o desenvolvimento da modalidade nas mesmas. Embora tenhamos a consciência de que estas provas não saíram certamente de baixo custo à Federação.

O Formador

Encontros Nacionais de Minis – 2017 / 2018 – III


ENCONTROS NACIONAIS DE MINIS
MASCULINOS (PO37) E FEMININOS (PO38)

A Federação através de uma notícia inserida nos últimos dias no seu Portal, relembra não só o seu CO N.º 59 e respectivo anexo (29-01-18), bem como através uma notícia publicada no seu Portal em 30-01-18, e agora através do seu CO N.º 107 (08-06-18) confirmou não só o local da realização dos Encontros Nacionais de Minis, tanto em Masculino como em Feminino, como a sua estrutura, bem como em anexo ao CO informa dos clubes e das equipas inscritas nas diversas variantes e géneros. Com limites de inscrição a 30-04-18.

Apenas lembramos o local de realização (Avanca /Estarreja) de 28-06-18 a 01-07-18.

Mantendo-se a curiosa nota, “As equipas de Minis dos clubes a participar no Garcicup 2018, serão integrados no Encontro Nacional de Minis”, só por curiosidade, serão contabilizados em que organização?

Finalmente:

Continua-se a permitir e até se incentiva a participação de equipas mistas, que nestes escalões são perfeitamente admissíveis, conforme se pode verificar os grandes torneios Internacionais.

A continuação da não definição de ”campeonato”, tornando estas provas, mais lúdicas e de divulgação do que em competições que normalmente trazem, na nossa opinião uma forte carga negativa às mesmas, embora tenhamos a consciência plena de que existem opiniões plenamente contrárias á nossa e que as aceitamos e respeitamos.

Um dos factores mais positivos desta organização agora divulgada, foi o esclarecimento sobre a participação de equipas de Andebol de 5, e esclarecidas as condições de participação neste vertente, bem como as idades nos respectivos géneros.

Continua a não se entender:

E repetindo o que afirmamos na época transacta, a realização dos dois eventos em simultâneo. Será por certamente, se pretender efectuar uma grande acção de divulgação da modalidade, pois como todos sabemos, ao escolher o mesmo local pelo menos, evitam-se dispersão de meios às equipas participantes, deixando de haver este factor que na nossa opinião era limitativo, e provavelmente levava á tomada de opções por um ou outro encontro, no entanto não altera a nossa sensibilidade do princípio de separação dos encontros, permitindo a divulgação da modalidade em outros locais.

Quadro competitivo
Infelizmente a FAP, informa que apenas será divulgado em oportunidade, apenas dizendo que a vertente 7 será disputada em 3 Pavilhões e 4 Poli-desportivos exteriores, e a vertente 5 em 5 campos exteriores, (chamamos a tenção para os horários, de forma a evitar as horas de temperaturas mais elevadas)

Outras Atividades
Dia 28-06-18 – Reunião Técnica, Cerimónia de Abertura, Atividades Culturais / Desportivas.
Dia 29-06-18 – Mini Festival Garci Cup - Estarreja.
Dia 30-06-18 – Noite de Insufláveis – Parque Municipal do Mato.
Dia 01-07-18 – Cerimónia de Encerramento (Pavilhão Adelino Costa em Avanca).

Na PO38 – Femininos

Destinado aos nascidos em 2007/2008 e 2009, em Andebol 7
Pelo que nos foi dado ler existem fortes limitações à existência de Andebol de 5 neste género, embora possam existir equipas mistas.

Estão previamente inscritas 22 equipas (15 na vertente 7 e 7 na vertente 5), o significa que no tal temos um número previsivelmente igual ao da época anterior, se entramos em linha de conta com as 7 equipas mistas, previamente inscritas, no entanto, e face ao momento actual o número até poderá ser significativo. Eis os números verificados nas últimas épocas, para análise, de quem quiser:

Época 2010 / 2011 – 10 equipas
Época 2011 / 2012 – 16 equipas
Época 2012 / 2013 – 21 equipas
Época 2013 / 2014 – 16 equipas
Época 2014 / 2015 – 20 equipas (17 na vertente 7 e 3 na vertente 5)
Época 2015 / 2016 – 21 equipas (17 na vertente 7 e 4 na vertente 5)
Época 2016 / 2017 – 29 equipas (17 na variante 7, 4 na vertente 5, e 8 na vertente Mistas)
Época 2017 / 2018 – 29 equipas (15 na variante 7, 7 na variante 5, e 7 ne vertente mistas)???

Na nossa análise consideramos que existem condições para se igualarem os melhores números verificados nos últimos anos, são números positivos, demonstrando uma evolução significativa a partir de 2010 / 2011, considerando-se ainda, que estes números estão dependentes da confirmação e poderão ainda ser rectificados.

Na PO37 – Masculinos

Destinado às idades de 2006 / 2007, para o Andebol 7, agora designados por Minis A.
Destinado às idades de 2008, e seguintes, para o Andebol 5, agora designados por Minis B. Aqui poderão existir equipas mistas.
Estão previamente inscritas 87 equipas (59 na vertente 7 e 28 na vertente 5), verificando-se na prática um número similar ao verificado na época transacta, aqui não entramos em linha de conta com as equipas mistas, no entanto gostaríamos de ver uma evolução. Eis os números verificados nas últimas épocas, para análise, de quem quiser:

Época 2010 / 2011 – 32 equipas
Época 2011 / 2012 – 43 equipas
Época 2012 / 2013 – 41 equipas
Época 2013 / 2014 – 43 equipas
Época 2014 / 2015 – 67 equipas (49 na vertente 7 e 18 na vertente 5)
Época 2015 / 2016 – 73 equipas (54 na vertente 7 e 19 na vertente 5)
Época 2016 / 2017 – 88 equipas (56 na vertente 7, e 24 na vertente 5)
Época 2017 /2018 – 87 Equipa (59 na vertente 7, e 28 na vertente 5)???

Estes números significam um total de 64 clubes previamente inscritos, com 116 equipa, e um total previsto de praticantes de 1315, segundo os dados oficiais da FAP. Números que consideramos significativos, face ao momento Actual em que vive, e á notória falta de apoios.

Verifica-se um decréscimo, embora praticamente insignificante no número de clubes previamente inscritos que baixou de 66, para 64, embora o número de atletas previsto, esse sim tenha uma diminuição mais penalizante, pois passamos de 1414 previsíveis em 2016 / 2017, para 1315 (número a ser confirmado posteriormente)

Ficaremos a aguardar a conformação das inscrições definitivas nestas provas, nomeadamente sobre o número de inscritos. Após essa confirmação, divulgamos os mesmos.

O Noticias