Finais Four das Taças de Portugal (Masc. e Fem.) este Fim de Semana
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 27 de março de 2015

Andebol de Praia – Circuito Nacional - 2015

A tempo e horas (tal como na época anterior) a Federação de Andebol, elaborou uma completa calendarização desta atividade, conforme se pode verificar através do CO N.º 75 de 25-03-15, e aqui transcrevemos: 
 
1- Calendarização da Prova 
 
17-04-15 – Data limite para a candidatura à organização dos Circuitos Regionais
04-05-15 – Início dos processos de inscrições equipas/atletas
29-05-15 – Envio de calendarização das etapas dos Circuitos Regionais
16-06-15 – Data limite para as alterações à calendarização das etapas dos Circuitos Regionais
30-06-15 - Data limite para a inscrição de equipas nos respectivos Circuitos Regionais
03-07-15 – Comunicado com informações de ordem logística da Fase Final
13-07-15 – Saída de Comunicado que divulga os Apuramentos para a Fase Final
27-07-15 – 18h00 Data limite para a indicação, por parte das Associações Regionais, das equipas apuradas, em ficha tipo (a ser enviada em anexo ao Comunicado que divulgam os apuramentos)
29-07-15 – Sorteio da Fase Final
30-07-15 – Divulgação dos calendários da Fase Final
31-07-15 a 02-08-15 – Fase Final Nacional – Praia da Rocha (Portimão) 
 
2- O Regulamento da Prova será aprovado oportunamente pela Direção e divulgado através de Comunicado Oficial. 
 
Nota – Agora, aguardaremos pelo Regulamento da Prova, esperando que o mesmo também seja divulgado a tempo e horas.
 
O Noticias

quinta-feira, 26 de março de 2015

PO20 e PO23 - Taças de Portugal Seniores 2014 / 2015 – XII - Final Four

Vimos, mais uma vez lembrar que as Finais Four, tanto em Masculino como em Feminino das Taças de Portugal (1/2 Finais e Final), serão disputadas na Cidade de Loulé (CIDADE EUROPEIA DO DESPORTO 2015) em Simultâneo, nos dias 28 e 29-03-15, no pavilhão Municipal de Loulé. 
 
Em paralelo com a Final Four, realizar-se-ão mais duas atividades, ligadas diretamente á modalidade. 

·         Encontro de Minis
·         IX Clinic destinado a Técnicos

Calendário
 
PO20 – Taça de Portugal Seniores Masculinos
1/2 Final
Dia 28-03-15
ABC – Sporting (17H00) Andebol TV e Bola TV
Benfica – FC Porto (19H15) Andebol TV e Bola TV
Final
Dia 29-03-15
(17H00) Andebol TV e Bola TV

PO23 – Taça de Portugal Seniores Femininos
1/2 Final
Dia 28-03-15
Madeira SAD – Maiastars (12H00) Andebol TV
JAC-Alcanena – Santa Joana (14H30) Andebol TV
Final
Dia 29-03-15
(14H30) Andebol TV e Bola TV
 
Arbitragem – Não se compreende as nomeações feitas para estas Finais Four, pois consideramos que ficarem de fora as nossa duplas internacionais é um erro grave de avaliação, estas provas não podem servir para “premiar”, pois a modalidade é que pode eventualmente sair prejudicada. No entanto temos um fator positivo que é a divulgação atempada das duplas.
 
As duplas indicadas são:
 
António Trinca / Tiago Monteiro (Lisboa)
Alberto Alves / Jorge Fernandes (Braga)
Nuno Gonçalo / Nuno Santos (Lisboa)
Luís Cardoso / Gonçalo Santos (Algarve)

No entanto não foram indicados os delegados, porquê? Ficaremos a aguardar.
 
O Noticias

Europeu Open Masculino Sub-19 – 2015 - I

6.º EUROPEU OPEN MASCULINO SUB-19
 
A EHF procedeu ao sorteio (25-03-15) dos Grupos para o Europeu “Open” Sub-19 Masculino, 2015. 
 
Resultados do Sorteio
 
Grupo A – Espanha, Eslováquia, Áustria e Moldávia.
Grupo B – Suécia, Roménia, Estónia e Kosovo.
Grupo C – Islândia, Portugal, Finlândia e Geórgia.
Grupo D – Rússia, República Checa, Holanda e Ilhas Faroé.

Portugal ficou num grupo, que consideramos de acessível, para continuar em prova, embora, ainda não tenha sido divulgada a forma final de disputa do Torneio, cuja divulgação será feita posteriormente.
 
Este torneio que é organizado em conjunto com a Federação Sueca de Andebol, e o comité organizador do torneio “Partille Cup”.
 
O 6.º Torneio Open Masculino Sub-19, é dirigido para os jogadores nascidos em 1996 e mais jovens. Inscreveram-se 16 Países, representativos de Federações Nacionais membros da EHF.
 
O Torneio será disputado em Gotemburgo de 29 de junho a 3 de julho de 2015.
 
Portugal não participou na última edição que foi dirigida ao Feminino, pois este Europeu Open, alterna masculino com o Feminino. Portugal tem algumas tradições nas suas participações no Masculino, como por exemplo disputado a final em 2009 com a Eslovénia, perdendo pela diferença mínima (28-27), com Pedro Seabra em 2009 considerado o melhor jogador do torneio. O último vencedor deste Open em Masculino foi a Suécia (2013), seguida da Roménia e da Dinamarca. Portugal classificou-se em 7.º Lugar. 
 
Arbitragem
 
Costuma participar uma dupla Portuguesa pois este torneio é “…inserido nas ações de formação da EHF, destinada a jovens árbitros, integrada no "Young Referee Project" da EHF”. Existindo uma dupla inserida neste programa segundo uma leitura atenta do sítio da EHF, pois que nunca lemos qualquer Documento da Federação através do seu Órgão gestor da Arbitragem onde fosse prestada qualquer informação acerca deste tema. Esperamos que desta vez exista clareza nas informações. 
 
O Banhadas Andebol

Informação - Clubes - Diversa

CAIXEIROS
O Noticias

quarta-feira, 25 de março de 2015

Assembleia Geral Extraordinária – Estatutos


ALTERAÇÃO ESTATUTÁRIA
(TAD – Passa a Estar Incluído)

Numa das Assembleias Gerais Extraordinárias, que decorreram em 25-20-2014, o ponto único da ordem de trabalhos era a Proposta de Alteração Parcial dos estatutos da Federação de Andebol de Portugal. No entanto este texto só pôde ser criado após a publicação dos mesmos no sítio da Federação pois ao momento, desconhecíamos as alterações introduzidas, e neste fim-de-semana em Leiria, conforme noticia a Federação (21-03-15) foi efetuado novo ajustamento (artigo 2.º, segundo a própria noticia). 
 
Neste texto apenas trataremos de algumas das alterações verificadas nos Estatutos da Federação, umas derivadas da adequação dos mesmos ao Novo RJFD aprovado pelo Decreto-lei 93/2014, de 23 de Junho e ao enquadramento na atualização do Decreto-Lei 248/B – 2008. 
 
Na generalidade, consideramos como bastante positivo o ajustamento dos Estatutos. Onde existem três grandes novidades que não derivam da aplicação do Decreto-lei 93/2014, mas sim de propostas concretas da Direção da Federação. 
 
Em próximo artigo sobre o tema falaremos sobre as verdadeiras alterações com origem no cumprimento das novas normas legais aplicáveis a todas as Federações (alguns já mereceram tratamento, da nossa parte em diferentes textos sobre a matéria). 

  1. Em título, colocamos uma das principais alterações introduzidas, diz precisamente respeito ao TAD (Tribunal Arbitral do Desporto), que foi, na nossa opinião uma das principais alterações, embora a mesma seja considerada por avanço, pois como todos sabemos o mesmo ainda não está em funcionamento, e conforme artigo de opinião publicado no Jornal a Bola pela Jurista Carla Alves Teixeira, não é ainda fácil determinar o momento em que o mesmo entrará em funcionamento. Sendo muito provavelmente e com boa vontade (dizemos nós), apontar como provável o 2º semestre de 2015. Com esta alteração a Federação apenas se antecipou, mas em termos de viabilidade do mesmo cremos que não existirá funcionamento objetivo e prático até completa implementação do TAD.
  2. Outra das alterações, verificadas e que segundo sabemos nem sequer foi falada pelos presentes na AG (esta afirmação é sobre reserva, pois fazemo-la, através de terceiros, que nos inspiram credibilidade), foi o fim do chamado Conselho Consultivo, um órgão amorfo e que segundo sabemos nunca funcionou com objetividade, e apenas servia como ostentação para alguns (raros, mas existiam) dos seus constituintes. Estamos em completo acordo com esta alteração.
  3. A terceira alteração verifica-se precisamente, no emblema da Federação que passa a ser, o conceito que já estava a ser aplicado, embora lhe dessem o nome de imagem corporativa, esta alteração não é mais do que dar força legal ao que já estava implementado no “terreno”, esta alteração embora tenha sido aprovada por unanimidade, sabemos que não recolhe a mesma quando é consultado um universo mais alargado de interlocutores da modalidade, embora pela nossa parte, nada nos mova contra a proposta apresentada, e aprovada. 
O Analista

EHF CUP – Masculina – 2014 / 2015 – I

Realizou-se (24-03-15) o sorteio dos 1/4 Final da EHF CUP Masculina. 
 
Mais uma vez com o Sorteio realizado, para apenas 3 jogos, que ditarão os três clubes apurados para a Final Four, que se realizará em Berlim em 16 e 17 de Maio de 2015, com a equipa do Fuchse Berlin, automaticamente apurada como organizadora da mesma. Recordamos que esta equipa fazia parte do Grupo onde esta inserido a equipa portuguesa do FC Porto. 
 
Resultado do Sorteio
A 1.ª Mão será disputada em 11/12 de Abril de 2015
A 2.ª Mão será disputada em 18/19 de Abril de 2015
 
O sorteio colocou a equipa alemã do HSV Hamburg frente aos suecos do Eskilstuna Guif, enquanto a outra equipa alemã o MT Melsungen, defrontará os dinamarqueses do Skjern Handbold, equipa que fazia parte do grupo do FC Porto. O segundo representante dinamarquês o Team Tvis Holstebro irá defrontar os eslovenos do RK Gorenje Velenje. Teremos certamente alguns confrontos de interesse nesta prova que é considerada a 2.ª Prova na hierarquia da EHF, nos masculinos. 
 
O Noticias

terça-feira, 24 de março de 2015

PO03 – Crónica de Fim-de-semana – 04 – 2014 / 2015

Breve crónica da PO03, referente á 2.ª Fase desta prova nacional não fixa. 
 
PO03 – Campeonato nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos
 
Repetimos esta informação por a considerarmos de extrema importância – “Esta prova sofreu uma forte alteração regulamentar que comunicada através do Comunicado Oficial n.º 68 de 25-02-15, para a qual chamamos a atenção.” 
 
2.ª Fase
 
Zona 2 – 4.ª- Jornada
CD Mafra 23 - 30 CF Sassoeiros
1.º Dezembro 27 - 26 NA Redondo
Zona Azul 33 - 20 Batalha AC
Oriental Lisboa 21 - 18 Juventude Lis 
 
Disputou-se a 4.ª jornada nesta Zona, onde tal como na jornada anterior, tivemos um encontro com registo disciplinar. Após estes resultados, poderemos continuar a dizer “…que em princípio não existem naturais favoritos”, será provavelmente um pouco volátil ainda esta afirmação, mas os resultados começam a querer demonstrar a validade desta nossa afirmação. Continuando (embora exista quem discorde, e está no seu direito) que a equipa mais acessível da zona será p Batalha AC, que até ao momento apenas contabiliza derrotas (é a nossa opinião). Nesta jornada, o grande destaque vai para a primeira derrota da Juventude Lis na sua deslocação ao Oriental Lisboa, clube que nunca “baixa os braços”, diante seja quem for, isto apesar e os leirienses se encontrarem na frente do marcador ao intervalo por 12-10. O 1.º Dezembro, única equipa que apenas contabiliza vitórias até ao momento, venceu o NA Redondo na condição de visitado, num jogo de grande equilíbrio, conforme o demonstra o resultado final (diferença mínima), o que no nosso parecer, iremos ter campeonato até ao fim com a equipa do Redondo a ir dar muito trabalho seja a quem for. Registe-se ainda a primeira vitória dos alentejanos do Zona Azul dianto o Batalha AC, a equipa alentejana, que como já referimos, têm sido até o momento a grande deceção da zona (na nossa opinião). Terminamos com a vitória do CF Sassoeiros em Mafra (a primeira), com o resultado a ser totalmente construído no segundo tempo de jogo, pois ao intervalo o mesmo era favorável ao CD Mafra por 14-12, sendo talvez, indicativo de alguma subida de rendimento da equipa de Sassoeiros, após os primeiros pontos positivos obtidos na jornada anterior (este foi o encontro com o registo de ocorrências disciplinares). 
 
A classificação ficou assim estabelecida:1.º 1.º Dezembro (12 pontos), 2.º Juventude Lis e NA Redondo (10 pontos), 4.º Oriental Lisboa (8 pontos), 5.º CF Sassoeiros (7 pontos), 6.º Zona Azul e CD Mafra (6 pontos), 8.º Batalha AC (5 pontos). 
 
Zona 1 – 4.ª Jornada
ACD Monte 18 - 25 FC Infesta 9-11
SC Espinho 34 - 32 Gondomar Cultural
CA Leça 21 - 25 AD Albicastrense
Estarreja AC 25 - 23 Modicus 
 
Reforçamos o já anteriormente referido,”…é uma Zona, onde se começa a destacar uma equipa, o Estarreja AC, mas em épocas não muito distantes esta equipa também começou muito bem e depois foi perdendo “gás””, poderá ser conforme já dissemos uma análise, um pouco ligeira e ainda demasiado cedo, mas até ao momento os factos confirmam na totalidade tudo o que dissemos. O SC Espinho que na nossa opinião está a ser uma agradável surpresa, venceu com grande dificuldade e num encontro de grande equilíbrio, um dos que por é considerado favorito na zona o Gondomar Cultural, que desta forma já têm averbado duas derrotas em 4 jornadas, o que não se esperava. Por sua vez e tal como já afirmamos á que ter em atenção a sempre aguerrida equipa do Albicastrense, que nesta jornada foi vencer o CA Leça, com o resultado a ser totalmente construído no segundo tempo pois ao intervalo o resultado era favorável aos leceiros por 12-9, assim a equipa do CA Leça é a única equipa nas duas zonas que apenas contabiliza derrotas. O Estarreja AC, venceu o Modicus, outro dos favoritos (na nossa opinião) nesta zona, num encontro onde teve de suportar a excelente reação dos homens de Sandim no segundo tempo, pois o resultado ao intervalo era favorável aos homens da casa o Estarreja AC por 13-9. Por fim o ACD do Monte sofreu nova derrota como visitado, agora diante o FC Infesta, no resultado mais desnivelado da jornada. De registar que nesta zona, os jogos decorreram sem qualquer ocorrência disciplinar registada
 
A classificação ficou assim estabelecida: 1.º Estarreja AC (12 pontos), 2.º Albicastrense (10 pontos), 3.º SC Espinho (9 pontos), 4.º FC Infesta, Gondomar Cultural e Modicus (8 pontos), 7.º ACD Monte (5 pontos), 8.º CA Leça (4 pontos).
 
O Noticias

EURO 2016 FEMININO – SUÉCIA - III

EURO 2016 FEMININO - SUÉCIA
 
A Fase de qualificação 1, foi hoje (24-03-16) sorteada, na EHF. Fase Final do Euro 2016 a realizar de 4 a 18 de Dezembro de 2016 na Suécia
 
Já Apurado:
Suécia País Organizador 
 
A Fase de Qualificação 1 - Azerbaijão, Bulgária, Ilhas Faroé, Finlândia, Israel, Kosovo. 
 
Resultado do Sorteio
Apenas o vencedor de cada grupo a passar á Fase de Qualificação 2, e serão disputados de 12 a 14-06-15.
 
Informação - Portugal, face á sua posição no Ranking, entra diretamente na Fase de Qualificação 2, mas ficará colocada no último Pote (4) para o sorteio, onde estarão incluídas a s equipas que transitam da Qualificação 1. 
 
O Noticias

Liga dos Campeões – Masculina – 2014 / 2015 – I

Realizou-se (24-03-15) o sorteio dos 1/4 Final da Liga dos Campeões Europeus.
 
Mais uma vez com o Sorteio realizado sem quaisquer tipos de restrições, nomeadamente o evitar que duas equipas de um mesmo País se defrontassem, ou até que já te tivessem defrontado nas fases anteriores. 
 
Resultado do Sorteio
A 1.ª Mão será disputada de 8 a 12 de Abril de 2015
A 2.ª Mão será disputada de 15 a 19 de Abril de 2015
 
Algumas curiosidades o atual campeão em titulo o SG Flensburg-Handewitt (Alemanha), que foi eliminado, precisamente nos 1/8 final pelo THW Kiel, não estando portanto já em prova, enquanto o seu adversário da última final o THW Kiel (Alemanha) volta a estar presente, fase da prova onde marca presença desde a época 2004 / 2005. OFC Barcelona recordistas da Liga dos Campeões, vai defrontar os croatas do HC PPD Zagreb, que eliminaram um dos favoritos “á partida” da prova os dinamarqueses do Kif Kolding, por sua vez, outro dos grandes favoritos da prova o THW Kiel, irá defrontar a sempre difícil equipa dos húngaros do Pick Szeged, sendo interessante de verificar o que se irá passar nos outros dois jogos em especial naquele que coloca frente a frente os franceses do PSG, com a outra equipa húngara presente nesta quartos de final o Veszprém. 
 
O Noticias

segunda-feira, 23 de março de 2015

Crónica de Fim-de-semana – 24 – 2014 / 2015 – II

Breve Crónica, dedicada á PO02. 
 
Continuamos a alertar que esta época face a uma alteração no regulamento da prova, as descidas de divisão serão consumadas no final da 1.ª fase da prova, ou seja a fase que se disputa atualmente, assumindo assim uma maior importância todos os jogos disputados. 
 
PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos. 
 
Resultados
 
Zona Norte
20.ª Jornada
Dia 08-04-15
Boavista FC - Académico FC (22H00)
23.ª Jornada
FC Porto "B" 31 - 36 AA Avanca
CCR Fermentões 30 - 25 Boavista FC
São Mamede 32 - 19 São Bernardo
Arsenal Devesa 27 - 24 AC Fafe
Marítimo 28 - 22 SP. Oleiros
FC Gaia 25 - 25 AD Sanjoanense
Académico FC 23 - 21 Santana
 
Apurados para a Fase Final – AA Avanca
Descem de Divisão - Santana 
 
Mais uma jornada da 2.ª volta que corresponde á 10.ª da 1.ª volta desta Fase da Prova, continuando em atraso da 20.ª Jornada, o jogo (Boavista FC / Académico FC) interrompido aos 24 minutos (indicação do Boletim de jogo), quando o resultado era favorável ao Boavista por 9-6, a única informação que é visível, é que o mesmo não está contabilizado na classificação da zona, e de resto, tem uma nova marcação no calendário (08-04-13). Algumas surpresas nos resultados verificados, e face aos mesmos, contínua a 3 jornadas do fim desta fase, em aberto a discussão dos outros dois lugares de acesso á Fase Final, que continua apesar de tudo limitado, em termos práticos (2 lugares em falta), a AC Fafe, Arsenal Devesa, São Mamede e São Bernardo. Por outro lado o lugar que ainda falta definir para descida de divisão será discutido pelo Académico FC SP. Oleiros e Boavista FC, com o CCR Fermentões a já estar fora deste perigo com vitória registada este fim-de-semana, pois mesmo em caso de igualdade com o Académico FC têm vantagem de mais 3 golos, nos jogos entre si. Nos jogos disputados nesta jornada apenas um resultado foi retificado em relação a 1.ª volta, tal facto registou-se no FC Gaia / AD Sanjoanense, que terminou numa igualdade, mas com o FC Gaia a vencer no final do primeiro período de jogo por 14-11, com a resposta pelo mesmo resultado no segundo período por parte da equipada AD Sanjoanense (este foi um encontro onde se registaram ocorrências disciplinares registadas), o jogo terminou com 14 exclusões e 2 desqualificações diretas, que são o reflexo da intensidade com que o jogo foi disputado. Luis Carvalho com 8 golos e José Santos com 6 golos foram os principais marcadores do FC Gaia, enquanto pela AD Sanjoanense Bruno Pinho e Eduardo Pereira com 8 golos cada foram os seus principais marcadores. Num dos jogos mais importantes da jornada e que poderemos classificar de dérbi minhoto o Arsenal Devesa recebeu e venceu com todo o mérito o AC Fafe, confirmando desta forma a sua forte candidatura a um dos 3 lugares de acesso á Fase Final da prova. Jogo disputado com grande equilíbrio, em especial nos 30 minutos iniciais que terminaram com o Fafe na frente do marcador pela vantagem mínima 15-14. No segundo tempo apear da boa entrada da equipa do AC Fafe, que chegou a estar na frente nos minutos iniciais com uma diferença de 2 golos (20-18), permitiu que os bracarense passassem para a frente do marcador de onde nunca mais saíram com as diferenças a variarem entre o 1 e os 3 golos de vantagem, tal foi o equilíbrio que se verificou. Eduardo Salgado com 9 golos foi o melhor marcador dos arsenalistas e do jogo, bem acompanhado por Diogo Gomes com 6 golos, Armando Pinto com 6 golos foi o melhor marcador do AC Fafe. Em mais um jogo de grande equilíbrio, e disputado entre “aflitos” o Académico FC venceu o já “condenado” Santana, por uma diferença que era exatamente a mesma que se registava ao intervalo (13-11), números que atestam o grande equilíbrio com que o encontro foi disputado. André Monteiro e Filipe Lopes ambos com 5 golos marcados, foram os melhores marcadores Académico FC, Bruno Soares com 8 golos foi o melhor marcador do jogo e do Santana. Em mais um jogo decisivo disputado em Fermentões, o CCR Fermentões venceu o Boavista FC, e conseguiu desta forma conforme já dissemos afastar-se em definitivo do espectro da descida de divisão. No entanto apesar de um bom começo de jogo a equipa local chegou ao intervalo a perder por 15-13. No 2.º tempo a equipa do Bessa ainda se manteve na frente do marcador durante algum tempo, mas uma excelente reação da equipa local, leva a que esta assumiu-se em definitivo o comando do jogo e do marcador terminando como vencedora por um diferencial que não certamente esperado. Ricardo Pinto com 9 golos e melhor marcador da equipa local e do jogo, esteve bem acompanhado por Carlos Fernandes com 8 golos e António Salgado com 6 golos, João Domingues com 8 golos foi o melhor marcador do Boavista FC. Num jogo entre candidatos á Fase Final, o São Mamede / São Bernardo, terminou com a clara vitória da equipa de São Mamede, por números não esperados, tal a diferença verificada no final. Com este resultado embora não esteja afastado da discussão pelos lugares de apuramento para a Fase Final muito dificilmente lá chegará. O resultado ao intervalo, de 13-10 a favor do São Mamede, não fazia prever o “descalabro” no 2.º tempo. Como costume, no São Mamede, João Baltazar com 8 golos foi o melhor marcador da equipa e do jogo, desta vez seguido por José Xavier com 6 golos, no São Bernardo o seu melhor marcador não passou dos 5 golos e foi Leandro Rodrigues. Na Madeira o Marítimo, regressou ás vitórias, embora já esteja completamente afastado da discussão pelos lugares de apuramento para a Fase Final, vencendo um São Paio de Oleiros, que apenas deu alguma luta durante a primeira parte, chegando o intervalo com a equipa insular a vencer por 12-10. No segunto tempo foi uma total confirmação do primeiro. A equipa de Oleiros, com mais esta derrota, é uma das que ainda poderá descer de divisão. Marco Gil com 9 golos foi o melhor marcador do jogo e do Marítimo. Mário Lopes com 7golos, e Fernando Rodrigues com 6 golos foram os melhores marcadores do SP. Oleiros. A AA Avanca, confirmou a sua vitória da 1.ª volta, vencendo o FC Porto “B”, desta vez na convicção de visitante, com o resultado totalmente construído no segundo tempo, pis ao intervalo registava-se uma igualdade a 16 golos. Leandro Semedo com 10 golos foi o melhor macador do jogo e da sua equipa o FC Porto “B”, seguido pelo seu colega de equipa Tomás Barbosa com 6 golos. Marco Sousa com 7 golos, Vasco Santos e Nuno Carvalho ambos com 6 golos foram os marcadores e serviço da AA Avanca. 
 
Após os jogos disputados a classificação é a seguinte: 1.º AA Avanca (64 pontos), 2.º AC Fafe (59 pontos), 3.º Arsenal Devesa (58 pontos), 4.º São Mamede (54 pontos), 5.º São Bernardo (52 pontos), 6.º Marítimo (51 pontos, +1 jogo), 7.º AD Sanjoanense (49 pontos, + 1 jogo), 8.º FC Gaia (47 pontos), 9.º FC Porto “B” e CCR Fermentões (41 pontos), 11.º Boavista FC (37 pontos, -1 jogo), 12.º SP. Oleiros (36 pontos), 13.º Académico FC (32 pontos, - 1 jogo), 14.º Santana (23 Pontos).  
 
Zona Sul
23.ª Jornada
CD Marienses 24 - 24 Benfica "B"
CDE Camões 17 - 24 Boa Hora
GS Loures 21 - 22 Ílhavo
Vitória FC 25 - 22 AC Sismaria
Almada AC 25 - 23 Alto Moinho
Samora Correia 30 - 28 IFC Torrense
ADC Benavente 26 - 20 Vela Tavira 

Apurados para a Fase Final – Boa Hora
Descem de Divisão – Vela Tavira

Em igualdade com a Zona Norte, também aqui se disputou a mesma jornada da 2.ª volta, com a curiosidade de em apenas um encontro ter sido confirmado o resultado verificado na 1.ª volta. E o aspeto mais negativo da jornada foi as ocorrências disciplinares em dois encontros. Por outro lado, e na conjugação dos resultados ocorridos, o Boa Hora já garantiu o apuramento para a Fase Final, em sentido contrário o Vela Tavira já consumou a sua descida de divisão, no aspeto das descidas a segunda equipa a descer, irá sair do trio Samora Correia (a que na nossa opinião têm a posição mais delicada), o Almada AC e o GS Loures. Quanto ao acesso aos restantes dois lugares de acesso á Fase Final, os mesmos estão ao alcance (pelo menos teórico) do CDE Camões, CD Marienses, AC Sismaria e ADC Benavente. As restantes equipas, já estabilizaram a sua classificação e já garantiram a sua presença na 2.ª Divisão na próxima época. Começamos pelo único jogo em que foi confirmado o resultado da 1.ª volta, que se disputou no pavilhão Moniz Pereira, e onde o Boa Hora foi vencer o CDE Camões por um resultado que não deixou qualquer dúvida acerca da sua superioridade, com o intervalo a chegar já com o resultado em 10-7 a favor dos visitantes. No segundo tempo a equipa do Boa Hora acentuou a sua superioridade. João Oliveira com 5 golos foi o melhor marcador do CDE Camões e do jogo, enquanto na equipa do Boa Hora a marcação de golos foi distribuída por 11 jogadores, com esta vitória a equipa do Boa Hora já garantiu o acesso á Fase Final. O resultado mais surpreendente (na nossa opinião), registou em Samora Correia com os ribatejanos a vencerem o IFC Torrense, e terem ainda possibilidades teóricas de se manterem na 2.ª Divisão. No encontro os ribatejanos, apesar de estarem em desvantagem ao intervalo, embora pela diferença mínima (15-14) souberam reagir e equilibrar o jogo, passando para a frente no marcador. Edgar Pernes com 9 golos foi o melhor marcador do Samora Correia e do Jogo, sendo bem acompanhado por Renato Correia e Marcos segundo com 7 golos cada. No IFC Torrense, o marcador do costume, Jorge Colaço com 8 golos foi o melhor marcador da sua equipa com Tiago Madeira a marcar 6 golos. Em mais um dos resultados surpresa desta jornada o Vitória FC venceu um dos candidatos ao apuramento para a Fase Final, num jogo de grande equilíbrio, dando provas da sua nítida subida de rendimento, nos últimos tempos, no entanto no final do 1.º tempo encontrava-se atrás no marcador, embora pela diferença mínima (12-11), sabendo recuperar e terminando como vencedor (este foi um dos encontros com registo de ocorrências disciplinares), os principais marcadores da equipa de Setúbal foram os “suspeitos” do costume, com Francisco Fuzeta a marcar 12 golos e ser não só o melhor marcador da equipa como do jogo, acompanhado por José Machuqueiro com 5 golos. Na equipa de Gândara o melhor marcador foi Filipe Oliveira com 8 golos. Outro encontro de grande equilíbrio, foi o Almada AC que recebeu o seu vizinho do Alto Moinho e venceu, numa partida de grande equilíbrio, conforme o demonstra o resultado final. Com esta vitória a equipa almadense, apesar de ainda não estar completamente livre do espectro da descida de divisão deu um enorme passo para a evitar. Em Benavente a equipa local recebeu e venceu o Vela Tavira que se apresentou apenas com 9 jogadores (este foi outro dos encontros com ocorrências disciplinares registadas), co esta derrota os algarvios são uma das equipas que desde já confirma a sua descida de divisão. O jogo que ainda teve algum equilíbrio no primeiro tempo, pois o intervalo chegou com o ADC Benavente a vencer somente por 13-11, para a diferença aumentar no 2.º tempo. Neste encontro registaram-se 17 exclusões e 1 desqualificação, por aqui se pode verificar a entrega das equipas ao jogo. Pedro Pimenta e Miguel Xavier foram os melhores marcadores da equipa ribatejana com 6 golos cada, enquanto pelo Vela Tavira, o seu melhor marcador foi como normalmente é Carlos Abraul com 7 golos, seguido por Abel Nunes com 6 golos. O GS Loures ao perder como visitado pela diferença mínima com a equipa do Ílhavo, num jogo de grande equilíbrio, mas com este resultado, ficou tal como o Almada AC, com espectro de descida de divisão á sua vista. O 1.º tempo terminou já com os visitantes na frente do marcador por 12-10. Henrique Martins com 5 golos foi o melhor marcador do GS Loures, enquanto pelo Ílhavo, o seu melhor marcador voltou a ser Ricardo Senos com 7 golos. Terminamos esta ligeira crónica com o jogo disputado nos Açores, entre o CD Marienses e o Benfica “B”, que terminou numa igualdade a 24 golos. Jogo disputado com um pavilhão repleto de espetadores, com a equipa da casa, quase sempre em desvantagem, diante um Benfica “B”, fez deslocar aos Açores um conjunto pequeno de atletas e na sua maioria Juniores, fez um jogo muito aguerrido, com um ataque muito pautado pela lentidão mas que deu frutos. Os guarda-redes e a defesa açoriana, tiveram alguns momentos de inspiração mas no geral muito abaixo do normal e ao minuto 59.50, não defendeu como devia e permitiram o empate. Caso os insulares vencessem as hipóteses mantinham-se intactas para poder participar na Fase Final, assim aumentaram a dificuldade em lá chegar. António Cortez e Igor Stojanovic com 6 golos cada foram os principais marcadores do CD Marienses, enquanto Augusto Aranda com 7 golos foi o melhor marcador do Benfica e do jogo, seguido pelo seu colega Leonel Almeida com 6 golos. 
 
Após esta jornada a classificação é a seguinte: 1.º Boa Hora (63 pontos), 2.º Benfica (59 pontos), 3.º CDE Camões (56 Pontos), 4.º CD Marienses (55 pontos), 5.º AC Sismaria (54 pontos), 6.º ADC Benavente (51 pontos), 7.º Vitória FC (46 pontos), 8.º Ílhavo (43 pontos), 9.º IFC Torrense e Alto Moinho (41 pontos), 11.º GS Loures e Almada AC (37 pontos), 13.º Samora Correia (32 pontos), 14.º Vela Tavira (29 pontos).
 
O Banhadas Andebol

Nomeações – EHF – 2014 / 2015 – XXV

A EHF procedeu mais uma vez a nomeações para diversas provas Europeias. Portugal foi comtemplado com uma nomeação para árbitros, precisamente para a última a 1 /2 Final da EHF CUP Feminina.
 
Árbitros
Daniel Freitas / César Carvalho – Foram nomeados para dirigir o encontro da 2.ª Mão dos 1/2 Final da EHF CUP Feminina, que se disputa entre o Team Tvis Holstebro (Dinamarca) e o Muratpasa Belediye SK (Turquia), na Dinamarca em 12-04-15.
Aos nomeados em representação Nacional, desejamos e endereçamos os nossos parabéns, fazendo votos de que tudo lhes corra pelo melhor
 
O Regras

domingo, 22 de março de 2015

Torneio Internacional Feminino – Leiria 2015 - II

II TORNEIO INTERNACIONAL SENIORES FEMININOS
NORUEGA VENCE TORNEIO DE LEIRIA
Terminou o II Torneio Internacional de Leiria em Seniores Femininos, que se disputou de 20 a 22 de Março de 2015
Em principio não era questionável a qualidade das equipas presentes, mas o na realidade se veio a verificar, é um pouco enganador, pois a Noruega como é compreensível e tal como já se tinha verificado na edição anterior, apresentou a sua equipa “B” ou “C”, nem se sabe bem, enquanto as outras equipas presentes, pertencem a escalões nitidamente inferiores, embora seja de salientar a evolução registada em especial pela equipa de Itália.
 
A Equipa Nacional, fez o que lhe era pedido e no seu primeiro jogo venceu e bem uma equipa nitidamente inferior, no entanto a desconcentração da nossa equipa levou que as Finlandesas, estivessem na frente do marcador até aos 11 minutos de jogo (6-5), e chegassem ao intervalo a vencer com grande surpresa por 16-13. No segundo tempo uam nítida tomada de consciência da equipa portuguesa de que não poderia conceder tantos facilitismos, levou a seleção nacional a ultrapassar a Finlândia no marcador e a terminar como vencedora por uma folgada margem. Neste encontro, Renata Tavares com 10 golos foi a melhor marcadora da equipa. No segundo encontro do torneio, Portugal defrontou a Itália, que demonstrou a sua evolução, tendo Portugal alcançado uma vitória com extrema dificuldade. Foi um encontro disputado sempre com grande equilíbrio e mais uma vez, a seleção portuguesa terminou os 30 minutos iniciais atrás do marcador, desta vez por 11-9. E quase em fotocópia do primeiro jogo só no segundo período de jogo Portugal conseguiu dar um “ar da sua graça”, com um parcial de 10-0, colocando Portugal a vencer por 19-11 aos 45 minutos de jogo. Com Portugal posteriormente a entrar mais uma vez em ritmo de cruzeiro, a permitir uma aproximação no marcador frutou da sua entrega ao jogo da equipa italiana. Maria Pereira com 6 golos foi desta vez a nossa melhor marcadora, com Isabel Góis na Baliza a ter mais uma vez, uma prestação que foi determinante para a vitória da nossa seleção. Tal como se previa, Portugal no último jogo deste torneio onde defronta a equipa que a Noruega fez deslocar a Portugal, e será aí que se decidirá o vencedor do Torneio. Foi um jogo com um início fulgurante da Noruega, que cerca dos 7 minutos já vencia por 4-1, para Portugal reequilibrar o jogo e passar para a frente do marcador aos 13 minutos (6-5) mantendo-se uma toada de equilíbrio até aos 25 minutos (igualdade a 10 golos), para a equipa noruega fazer valer os seus maiores argumentos técnicos e físicos e terminar o primeiro tempo na frente do marcador por 15-12. No segundo tempo Portugal foi mantendo o diferencial negativo de 3 a 4 golos, até cerca dos 45 minutos, para a noruega adquirir pela primeira vez 5 golos de vantagem (22-17) estavam decorridos cerca dos 48 minutos, chegando á vantagem de 7 golos aos 55 minutos (26-19) e aos 58 minutos (28-21). Portugal não foi eficaz no sistema atacante com muitas bolas perdidas e ataques que se revelaram completamente inócuos, enquanto na defesa foi por vezes confusa, apesar da diferença de envergadura ser notória e provocar grandes dificuldades á nossa seleção. De destacar a excelente prestação de Isabel Góis na Baliza, que mais era difícil de fazer e de Soraia Lopes (3 golos) (na nossa opinião). Na equipa da Noruega a guarda-redes Emely Sando com um extraordinário nível, assim como a ponta direita Hege Loken (8 golos) e melhor marcadora da equipa, assim como a 1.ª linha Linn Gosse. Não podemos terminar sem referir que considerámos inconcebível, que numa seleção existam sanções disciplinares por substituições mal feitas, e Portugal foi vítima de tal facto.
Tal como na edição anterior, poderemos efetuar um saldo bastante positivo deste torneio, pois a sua organização tudo fez para que o mesmo andasse sobre rodas, sendo um dos fatores mais positivos as transmissões pela Andebol TV.  
 
Dirigiram estes encontros Eurico Nicolau / Ivan Caçador, Francis Remígio / Ricardo Caçador, e Tiago Monteiro / António / Trinca. Mais uma vez a falta de informação foi a característica destas nomeações por parte do CA
 
Resultados

1.ª Jornada – Pavilhão da Juventude Lis
Noruega 21 – 20 Itália
Portugal 33 – 24 Finlândia  
2.ª Jornada – Pavilhão Pousos
Noruega 38 – 15 Finlândia
Portugal 23 – 20 Itália
3.ª Jornada – Pavilhão Souto Carpalhosa
Itália 23 – 17 Finlândia
Portugal 23 – 28 Noruega
 
Classificação Final: - 1º Noruega, 2.º Portugal, 3.º Itália e 4.º Finlândia.  
 
O Noticias

Europeu de Sub-17 Feminino 2015 – II

PORTUGAL APURADO PARA A FASE FINAL
REPETE FEITO DE 2011 E 2013
 
Portugal participou no Torneio de Qualificação para o Europeu Sub-17 Femininos 2015 em Feminino, cuja Fase Final se vai disputar na Macedónia de 13 a 23 de Agosto de 2015, com todos os encontros a serem disputados na Capital Skopje.
 
O Grupo de Qualificação (Grupo 7) que se disputou na Polonia de 20 a 22-03-15, era constituído por Portugal, Polónia e Itália. Onde, Portugal disputou uma das quinze (15) vagas para a Fase Final. Para a fase final (16 equipas, apenas se apuravam dos 6 grupos de 4 equipas (1 a 6, 2 equipas), e 3 grupos de 3 equipas (7 a 9, 1 equipa).
Portugal iniciou a sua participação com a Itália, realizando um jogo de total controlo do mesmo e do seu marcador de tal forma que aos 13 minutos de jogo o marcador já nos era favorável, por 11-2, Portugal manteve o mesmo ritmo e ao intervalo vencia por 16-6. No entanto o maior diferencial registou-se cerca dos 48 minutos de jogo, quando a Seleção Portuguesa vencia por 23-10 (13 golos de diferença). Até final do encontro a selecionadora nacional, fez uma completa gestão do plantel, dando tempo de jogo a todas as atletas, com o diferencial a situar-se quase sempre entre os 10 e 11 golos, acabando por terminarmos com este último diferencial. De salientar que com este diferencial superamos o verificado no jogo anterior, onde a Polónia, venceu igualmente a Itália, mas apenas por um diferencial de 9 golos. Neste encontro Diana Oliveira com 7 golos (88% de eficácia), foi a melhor marcadora da equipa, onde Nádia Gonçalves (67% de eficácia) e Debora Moreno (44% de eficácia) marcaram 4 golos cada, de salientar ainda que 12 jogadoras portuguesas, marcaram golos, o que nos provoca u sentimento da existência de espirito de equipa. Hoje sem intervalo pois os nossos jogos foram em dias seguidos, defrontamos a equipa da casa e organizadora desta fase, (única equipa a beneficiar de um intervalo entre os seus encontros), num jogo que era decisivo para definir o apuramento, Portugal não deixou os seus “créditos por mãos alheias”, e venceu c toda a justiça a Polonia, num jogo onde o equilíbrio registou-se até cerca dos 21 minutos de jogo, quando Portugal vencia por 12-11, depois de ter estado em desvantagem por 2 golos (8-6) cerca dos 15 minutos. Após um Time-OUT solicitado por Portugal aos 17 minutos, realizamos um parcial de 5-0, colocando o marcador em 17-12 a nosso favor e chegando desta forma ao intervalo, resta dizer que a Polónia este cerca de 9 minutos sem marcar nos últimas 10 minutos do primeiro tempo. No segundo tempo, e com um excelente começo Portugal atinge uma vantagem que chegou aos 8 golos (cercados 33 minutos), para após um Time-OUT da equipa polaca, esta encetar uma recuperação no marcador, mas Portugal conseguiu comandar sempre o mesmo, variando os diferencias entre os 2 e os 4 golos, para terminar com 3 golos de vantagem, e desta forma obter um significativo apuramento, para uma nova geração de jogadoras, e para satisfação da sua Técnica Ana Seabra. Neste encontro total destaque para os 13 golos obtidos por Diana Oliveira, que foi a melhor marcadora da equipa e do jogo
 
Não podemos ficar imunes, as palavras que a Selecionadora Nacional proferiu no final do encontro, e que aqui transcrevemos por serem raras "…os parabéns a todas elas, que foram umas guerreiras. Mas também dar os parabéns aos treinadores e clubes delas, porque esta qualificação é fruto de um trabalho conjunto de todos e agradecer a todas as pessoas que sempre acreditaram neste grupo de trabalho". 
 
Com este apuramento, esta equipa está de parabéns, esperando agora, continuação do bom trabalho, para que a participação na Fase Final seja bastante mais feliz do que foram as duas últimas.
 
Resultados
1.ª Jornada
Polónia 24 – 15 Itália
2.ª Jornada
Itália 18 – 29 Portugal
3.ª Jornada
Portugal 31 – 28 Polónia 
 
Classificação1.º Portugal, 2.º Polónia e 3.º Itália.
 
Apurados para a Fase Final
 
Organizador – Macedónia
Grupo 1 – Dinamarca e França
Grupo 2 – Rússia e República Checa
Grupo 3 – Noruega e Holanda
Grupo 4 – Hungria e Alemanha
Grupo 5 – Eslovénia e Espanha
Grupo 6 – Suécia e Eslováquia
Grupo 7Portugal
Grupo 8 – Croácia
Grupo 9 – Roménia

O Noticias

Crónica de Fim-de-semana – 29 – 2014 / 2015 – I

Esta crónica relativa à PO01 e dedicada apenas aos jogos do Grupo “B”, que se disputaram este fim-de-semana (2.ª Jornada). 
 
PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.ª Jornada
Dia 28-03-15
Ismai - Xico Andebol (19H00)
2.ª Jornada
Xico Andebol 25 - 25 GC Santo Tirso
Ismai 31 - 32 Belenenses
 
Este fim-de-semana, disputaram-se os dois jogos relativos ao Grupo “B”, onde praticamente se está a discutir, quem se manterá na 1.ª Divisão e quem descerá á 2.ª Divisão Nacional. Os encontros foram disputados com grande equilíbrio, conforme se pode constatar pelos resultados verificados, e onde não se registaram ocorrências disciplinares, facto que deve na nossa opinião ser sempre salientado. Em Guimarães disputou-se o Xico Andebol / GC Santo Tirso que terminou numa igualdade, mas onde ao intervalo os vimaranenses venciam por 14-11, ao que os tirsenses responderam nos segundos 30 minutos com igual resultado. No Xico Andebol, O reforço sérvio Antonije Pavic, foi o seu melhor marcador com 7 golos, seguido pelo jovem João Santos com 5 golos, no GC Santos Tirso mais uma vez Mário Lourenço foi o seu principal marcador igualmente com 7 golos. Na nossa opinião este resultado não serviu os interesses de qualquer das equipas. Na Maia, realizou o Ismai / Belenenses, que foi um jogo disputadíssimo e de grande equilibro, embora a equipa de Belém tenha comandado mais vezes o marcador e aos 53 minutos de jogo vencia por um diferencial de 4 golos (29-25), depois de ter terminado o primeiro tempo a vencer igualmente pela diferença mínima (14-13), conforme o resultado final que se veio a verificar. Miguel Sarmento na equipa maiata com 7 golos (70% de eficácia) foi o melhor marcado da equipa, seguido por Sérgio Martins 6 golos (75% de eficácia) e de Tiago Heber com 5 golos (83% de eficácia), no Belenenses Vasco Pinto (60% de eficácia) e Filipe Pinho (100% de eficácia) ambos com 6 golos foram os melhores marcadores da equipa seguidos por Luis Nunes com 5 golos (71% de eficácia). Com este resultado a equipa do Belenenses, já garantiu a permanência na 1.ª Divisão.
 
Classificação após esta jornada: 1.º Belenenses (26 pontos), 2.º Ismai (20 pontos, -1 jogo), 3.º GC Santo Tirso (16 pontos), 4.º Xico Andebol (15 pontos, - 1 jogo). 
 
O Banhadas Andebol

Torneio das 4 Nações – Juniores Femininos -2015 – III

ALEMANHA VENCE TORNEIO DA 4 NAÇÕES – SUB-19 – FEMININOS(PORTUGAL EM 2.º LUGAR E COM RENDIMENTO MUITO POSITIVO) 
Disputa que foi a última jornada deste torneio, no pavilhão da Mêda, completamente cheio de público, a Seleção Nacional de Juniores “A” Feminino teve um comportamento que surpreendeu muita gente e fez uma preparação para a disputa do Grupo de Qualificação (Grupo 5) do Campeonato da Europa Sub 19 que se disputará de 17 a 19 de Abril na Grécia, com a participação da Grécia, França e Israel.
No último jogo do torneio, estiveram frente a frente as duas melhores equipas do torneio (na nossa opinião), apesar da diferença física existente, a mesma não se fez sentir durante o jogo, face á entrega das atletas portuguesas durante o encontro, fazendo um jogo de grande equilíbrio durante os primeiros 30 minutos, com o resultado a registar uma igualdade a 12 golos cerca dos 28 minutos, para se atingir o intervalo a perder por um diferencial de 2 golos a favor da equipa alemã (15-13). No segundo período de jogo durante bastas vezes superaram-se por vezes a si próprias, e efetuaram recuperações por vezes impensáveis, basta para tal recordar que a Alemanha chegou a estar a vencer por 7 golos de diferença quando estavam jogados cerca de 46 minutos de jogo (25-18), com Portugal a sofrer um parcial de 5-0 (este foi quanto a nós o período “negro” da nossa seleção) em cerca de 11 minutos, para depois recuperar para a diferença mínima com que terminou o encontro. Neste jogo de destacar a excelente atuação da jovem guarda-redes Beatriz Monteiro. A jovem Érica Tavares 8 golos), apesar do bom jogo que efetuou, têm de se controlar mais, pois, mais uma vez foi desqualificada com a 3.ª exclusão, quando fazia falta á equipa. Novamente Patrícia Rodrigues (7 golos) demonstrou não só a sua categoria como a maturidade que já possui. Dizer que a jovem dupla aveirense (Ruben Maia / André Nunes) que dirigiu o encontro, esteve um critério disciplinar demasia apertado, e quanto ao jogo passivo, precisa de trabalhar mais o mesmo e a sua aplicação obriga a uma uniformidade total, e criteriosa, também não estiveram uniforma na marcação das faltas de atacante, e também não pode certamente ser acusada de “patriota”. Á tarde disputou o França / Espanha, que foi um bom encontro de andebol, com a frança a superiorizar-se á Espanha, que assim terminou este orneio contabilizando apenas derrotas, o que nos surpreende. O resultado ao intervalo, já era favorável á equipa francesa por 8-6, com 8.º golo a ser marcado em cima dos 30 minutos. No segundo período apesar do grande equilíbrio a equipa francesa nunca se desuniu, e terminou como justa vencedora. Dirigiu o encontro a jovem dupla feminina portuense (Flávia santos e Ercília Lapo), que esteve serena e não complicou, rubricando uma atuação em completa gestão do jogo, e bastante positiva, servindo na nossa opinião de exemplo para muitos dos seus colegas
 
O torneio foi disputado nas autarquias de Figueira Castelo Rodrigo, Pinhel e Mêda. 
 
Resultados 
 
1ª Jornada – Pav. dos Desportos – Figueira Castelo Rodrigo
Portugal 18 – 18 França
Espanha 21 – 23 Alemanha
2ª Jornada – Multiusos - Pinhel
Alemanha 28 – 22 França
Portugal 22 – 21 Espanha
3ª Jornada – Pav. Municipal - Mêda
França 20 – 17 Espanha
Portugal 27 28 Alemanha
 
Classificação Final – 1.ª Alemanha, 2.º Portugal, 3.º França, 4.º Espanha. 
 
Uma palavra para as transmissões da Andebol TV, que só valorizam a modalidade, e que muitas das vezes, efetuam transmissões com mais qualidade que alguns canais oficiais
 
Voltamos a referir a falta de informação sobre as equipas que nos visitam, pois o sitio da Federação apenas disponibiliza os Boletins de Jogo (aparecem e desaparecem), em que participa a equipa Nacional.
 
De referir que os encontros foram dirigidos por vezes a contento, por três (3) jovens duplas portuguesas, Gonçalo Aveiro / Hugo Fernandes (Madeira), Ruben Maia / André Nunes (Aveiro) e Flávia Santos / Ercília Lapo (Porto). Mais uma vez se lamenta a falta de transparência existente, pois estas nomeações não foram divulgadas, continuando-se a fazer secretismos destas situações, sem se entender o porquê.
 
O Formador