Este fim de semana incio da 1.ª Divisão Juniores Masculinos
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 21 de Setembro de 2014

Crónica de Fim-de-semana – 02 – 2014 / 2015 - II

Continuamos com as nossas habituais crónicas, dedicadas á PO02.
 
PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.
 
2.ª Jornada – Resultados

Zona Norte
FC Porto "B" 34 - 22 Fermentões
Arsenal Devesa 40 - 35 FC Gaia
Boavista FC 31 - 25 SP Oleiros
São Bernardo 27 - 26 Avanca
AC Fafe 31 - 20 Santana
São Mamede 26 - 23 AD Sanjoanense
Dia 05-10-14
Académico FC - Marítimo (21H00)

Jornada que começa tal como na época passada com jogos adiados, da equipa insular, que provavelmente na data da sua realização fará jornada “dupla”, entende-se este tipo de adiamentos por motivos económicos, mas são difíceis de entender em termos desportivos, pois podem vir a ter influência desportiva no andamento da prova. Foi uma jornada pelo menos nos jogos que se disputaram caracterizada, pela vitória de todas as equipas que jogaram na condição de visitados, onde o principal jogo da jornada, foi disputado em São Bernardo com a equipa local a vencer pela diferença mínima, uma das favoritas da zona a AA Avanca, num jogo de grande equilíbrio, conforme se constata até pelo resultado ao intervalo (uma igualdade a 13 golos), de registar a boa assistência de público presente neste encontro. Tal como na 1.ª Jornada, a experiencia por vezes faz a diferença e assim foi em Fafe onde os locais defrontaram e venceram uma das equipas que se nos apresenta, talvez como uma das mais fracas da zona o Santana, por um resultado que não deixa dúvidas a ninguém.  Outro dos destaques da jornada (na nossa opinião), vai para a vitória dos neo divisionários o Arsenal Devesa sobre o FC Gaia, num jogo, em que o resultado nos permite dizer que as duas equipas fizeram um jogo sem preocupações defensivas, tal o volume total de golos verificado no encontro (75). O FC Porto “B” redimiu-se da derrota sofrida na jornada anterior e venceu sem grandes dificuldades o Fermentões que assim soma a sua segunda derrota consecutiva, mas já defrontou duas das principais equipas da zona. Outro neo divisionário o Boavista FC, recebeu e venceu o SP Oleiros, duas equipas que se apresentam com novas estruturas técnicas e novas ambições, com este resultado, a equipa do Bessa, conquistou a sua primeira vitória. Por fim a São Mamede que nos parece mais “frágil” do que em épocas anteriores, venceu com bastante dificuldade uma AD Sanjoanense, no único jogo onde se registaram ocorrências disciplinares. Após os jogos disputados até ao momento a classificação é a seguinte – 1.º AC Fafe, São Bernardo e Arsenal Devesa (6 pontos), 4.º Boavista FC, SP Oleiros, AA Avanca, São Mamede, FC Gaia e FC Porto “B” (4 Pontos), 10.º Marítimo (3 pontos – 1 jogo), 11.º AD Sanjoanense, Fermentões e Santana (2 pontos), 14.º Académico FC (1 ponto -1 jogo).  
 
Zona Sul
Benfica "B" 30 - 18 Alto Moinho
Vitória FC 27 - 29 CD Marienses
ADC Benavente 28 - 28 Almada AC
GS Loures 23 - 15 Samora Correia
Boa Hora 26 - 20 Sismaria
Ílhavo 27 - 20 Vela Tavira
CDE Camões 26 - 21 IFC Torrense
 
Finalmente uma jornada sem adiamentos, e registe-se com agrado foi igualmente uma jornada sem registos disciplinares, que é uma situação sempre de realçar pelo seu positivismo, e cujos resultados, tal como na zona norte, revelaram uma forte tendência para a vitória das equipas que jogavam como visitadas, com uma exceção que funcionou quase como surpresa, que foi a vitória da equipa insular do CD Marienses em Setúbal diante a equipa do Vitória FC, num jogo de grande equilíbrio. Uma excelente igualdade foi o neo divisionário alcançar a Benavente diante os locais o ADC Benavente, que esta época perdeu uma das suas referências (Ricardo Barrão), com a curiosidade de estar a vencer ao intervalo (14-11), num jogo com 3 desqualificações diretas e 1 por acumulação de cartões, não existe relatório disciplinar o que no apraz num jogo bastante disputado, o público presente apesar de em número razoável, não é o número a que nos habitou neste pavilhão. Grande surpresa pelo menos para quem escreve estas linhas, pelo diferencial registado foi a vitória do GS Loures sobre o Samora Correia, após a derrota sofrida na jornada anterior. No Pavilhão Fernando Tavares o Boa Hora vence a equipa do Sismaria sem grande dificuldade, registando a sua segunda vitória na prova, tal como o obteve o CDE Camões ao vencer a equipa da Torre Da Marinha o IFC Torrense, com um resultado que “espelha” as dificuldades sentidas pelos liceais, segunda vitória também a conseguida pelo Benfica “B” diante o Alto Moinho, com grande facilidade, depois de esta equipa ter feito como se costuma dizer a “vida negra” aos liceais do Camões na jornada anterior. Por tivemos a vitória da equipa do Ílhavo no seu primeiro jogo, ao vencer como visitado o Vela Tavira, aparentemente a equipa mais “fraca” da zona, pois não nos podemos esquecer que foi uma equipa repescada, conforme já tínhamos informado. Contínua em atraso o jogo da 1.ª jornada CD Marienses / Ílhavo. Após os jogos disputados até ao momento a classificação é a seguinte – 1.º Boa Hora, Benfica “B” e CDE Camões (6 pontos), 4.º Almada AC e ADC Benavente (5 pontos), 6.º IFC Torrense e GS Loures (4 pontos), 8.º Ílhavo (-1 jogo) e CD Marienses (3 pontos – 1 Jogo), 10.º Vitória FC, Samora Correia, Sismaria, Alto Moinho e Vela Tavira (2 pontos).
 
O Banhadas Andebol

sábado, 20 de Setembro de 2014

Europeu 2016 Masculino – VI – Qualificação 2

PORTUGAL VENCE JOGOS DE PREPARAÇÃO
 
Antes de iniciarmos propriamente dito a nossa crónica sobre estes jogos de preparação, teremos de referir outro facto, que tomamos conhecimento através do sitio da Federação, que foi a mudança de marca dos equipamentos das Seleções Nacionais, e que foram apresentados em Tabua no seu Centro Cultural, durante a disputa dos jogos de preparação, nada disto seria estranho, e até muito natural, apenas não entendemos foi a ausência da Federação na cerimonia de apresentação. O Presidente era impossível estar presente porque se encontrava no Congresso da EHF e os outros elementos onde estavam? Fica a questão.
 
O início desta participação fez-se através de dois (2) jogos de preparação integrados num mini estágio que a seleção está a realizar em Tabua, desde o dia 16 e que terminou no dia 20 do corrente mês. 
 
Durante este estágio em que defrontamos a equipa da Tunísia, por duas vezes, e conforme na altura dissemos, “…pensamos foi bem escolhida, não só pelo seu valor atual, e porque é uma equipa que se encontra em preparação para o Mundial de 2015 no Qatar, como será uma equipa que poderá proporcionar bons jogos de preparação, não nos devemos esquecer que é uma equipa “riga””, acertamos pois durante o primeiro encontro, disputado em Oliveira do Hospital, com menos público que o esperado e pouco ativo durante o jogo, o equilíbrio no marcador foi uma constante, muito por culpa do “adormecimento” de alguns jogadores, nomeadamente Fábio Magalhães, alteramos sistemas defensivos e métodos atacantes, procurando sempre dar tempo a todos os jogadores presentes no estágio, utilizando os três guarda-redes, (cerca de 20 minutos cada), e poderemos concluir sem grandes duvidas que estamos muito bem servidos nesta posição assim como nas pontas, em especial por Fábio Vidrago (4 golos – todos no 1.º tempo), Pedro Solha (6 golos) e melhor marcador da equipa, com excelentes ações de contra ataque, e incluímos ainda Pedro Portela, não esquecendo dos nossos pivots, José Costa e Bruno Moreira. Portugal foi uma equipa que entro bem no jogo, mas foi perdendo força, e nunca aproveitando as superioridades numéricas que teve, e foi uma equipa sem soluções nas laterais, ao contrário dos tunisinos, que no ataque utilizaram sistematicamente os seus laterais e o central de grande qualidade, sendo um trio com bastante qualidade, com Bannour (10 golos, 7 de livres de 7 metros) a ser o melhor marcador do encontro. Portugal após a entrada de Pedro Solha chegou a ter 5 golos de vantagem (28-23 e 30-25) a última das quais cercados 55 minutos, mas o excesso de descontração e confiança, permitiu a uma equipa que já se encontrava com deficit físico reduzir para a diferença final de dois (2) golos. Dirigiu este encontro a jovem dupla do Porto André Rodrigues e Nuno Gomes (que ascenderam está época ao nível 2) que fizeram uma atuação sem grandes reparos
 
No segundo jogo disputado desta vez no Multiusos de Tábua, e também com menos público do que se deseja, mas mesmo assim bem composto, mas que, apenas esteve ativo porque a Seleção Nacional na prática puxou por ele, em especial nos últimos 10 minutos do encontro. Foi como esperava um excelente jogo de preparação para ambas as equipas, disputado com alguma dureza (em excesso) por parte da equipa Tunisina, nem sempre sancionado como merecia, foi igualmente de grande equilíbrio como o demonstra o andamento do marcador, registando-se uma igualdade a 15 golos ao intervalo. Nos primeiros 30 minutos Portugal chegou a estar na frente do marcador por três (3), maior diferença aos 23 minutos (14-11), mas um completo adormecimento da equipa permitiu a recuperação do adversário. Nos segundos 30 minutos, com a equipa da Tunísia a entrar muito bem no jogo, comandando o marcador durante grande parte do tempo, chegando igualmente ter uma vantagem de três golos (23-20) aos 50 minutos. Com os seus dirigentes em especial o oficial responsável de equipa a mostrar muito pouco Fair-Play, sem que tivesse havido a devida atuação disciplinar (neste caso, por parte da chamada mesa de cronometragem, onde se encontrava o delegado da Federação), mas uma excelente reação da equipa portuguesa, onde nestes minutos finais Gilberto Duarte, Cláudio Pedroso e Alfredo Quintana, e em especial toda a ação defensiva, permitiu que após uma igualdade a 25 golos registada aos 57 minutos, a seleção nacional, passasse para a frente do marcador (27-25), sofrendo o último golo de livre de 7 metros (bem marcado) a 10 segundos do términus do encontro. Foi um excelente jogo de preparação, pois o ambiente criado pela seleção da Tunísia, foi um ambiente de competição pura, que os nossos atletas têm de se habituar, apesar das faltas registadas, apresentou uma equipa servida por jogadores com grande qualidade e experiência, de onde se salienta o seu guarda-redes Maggaiz, o central Alquini (6 golos). Na equipa Portuguesa total destaque para Cláudio Pedroso (6 golos), Pedro Portela (5 golos) e para Alfredo Quintana que jogou e bem no segundo tempo, no primeiro esteve na baliza Hugo Figueira. Dirigiu o encontro outra jovem dupla do Porto, constituída por Francisco Leite e Porfírio Alves (passaram esta época a Nível 3), que embora demonstrando falta de experiencia em algumas situações, como na conduta com o adversário, em especial uma desqualificação direta ao tunisino Hammed, diga-se que não teve influência no resultado e o jogo teve um grau de dificuldade muito elevado, devido á experiencia e ”matreirice” apresentada pela equipa da Tunísia. 
 
Resultados dos Jogos
Dia 19-09-14
Portugal 31 – 29 Tunísia
Dia 20-09-14
Portugal 27 – 26 Tunísia
 
Nota Final – Para a excelente transmissão da Sportv esperemos que seja para continuar e não apenas uma ação esporádica.
 
O Banhadas Andebol

EHF – Próximos Eventos

EHF - PRÓXIMOS EUROPEUS DE SENIORES
 
No seu congresso que decorreu em Dublin em 19 e 20-09-14, a EHF decidiu os locais onde se realizarão os próximos Europeus, tanto em Masculinos coo em Femininos.
 
Masculinos
 
Euro 2018 (14 a 28-01-2018) – Croácia
Euro 2020 (10 a 26-01-2020) – Suécia, Áustria e Noruega (em conjunto)
 
Femininos
 
Euro 2018 (2 a 16-12-2018) - França
Euro 2020 (6 a 20-12-2020) – Noruega e Dinamarca (em conjunto)
 
Foi ainda decidido que a partir do Euro de 2022 inclusive o número de participantes na Fase Final, passa a ser de 24 equipas (era de 16) em Masculinos, sendo no entanto já aplicada em 2020 esta norma.
 
O sistema de competição da Fase Final passa a ser de uma Fase Preliminar constituída por 6 grupos de 4 equipas, apurando os 2 primeiros de cada grupo para ser constituídos dois grupos de 6 equipas para a chamada “Main Round”.
 
As meias-finais e final seguirão as antigas normas, e serão disputadas num único local num fim-de-semana de sexta a domingo.
 
O Noticias

Mundial Sub 21 Masculino – 2015 - I

Realizou-se hoje (20-09-14), durante o Congresso da EHF a decorrer em Dublin (Irlanda) o sorteio dos Grupos para os Torneios de Apuramento Europeu para o Mundial de Sub-21 Masculino, que vai decorrer de 19 de Julho a 2 de Agosto de 2015 no Brasil. 
 
Será disputado no Estado de Rio Grande do Sul, e na prática servirá como ensaio para os jogos Olímpicos que vão decorrer naquele país em 2016, onde face á idade dos praticantes nesta prova, é muito provável que alguns estejam novamente no Brasil.
 
A europa tem direito a um total de onze (11) equipas no evento, estando incluídas já a Dinamarca (Campeã Mundial em titulo), Alemanha (Campeã da Europa Sub-20 e a Suécia (Medalha de prata no Campeonato da Europa de Sub-20).
 
As restantes oito (8) vagas serão obtidas através da disputa dos torneios de qualificação, que serão disputados por 30 Países, a serem realizados de 9 a 11 de Janeiro de 2015.
 
São constituídos 6 grupos de 4 equipas, e 2 grupos de 3 equipas, sendo apurado somente o vencedor de cada grupo.
 
Resultados do Sorteio 
 
Portugal ficou integrado no Grupo 7 juntamente com a forte equipa da Espanha, e a Ucrânia, poderá ter na nossa opinião as condições para discutir o apuramento. A Espanha tem prioridade na organização deste Grupo.
 
Nota – Mais uma vez a EHF, refere, que a Holanda, Portugal e Ucrânia, não têm direito a organizar qualquer grupo.
 
Nota – As nações que organizaram os Grupos de Qualificação para o Euro Sub-20 em 2014, também não têm direito de organizar agora estes torneios e são: - República Checa, Espanha, França, Israel, Macedónia, Eslovénia, Sérvia e Suíça. No caso do grupo 7, como tanto Portugal como a Ucrânia estão impedidos por motivos disciplinares, será a Espanha que nesta circunstância repetirá a organização, embora a notícia da EHF, não seja completamente esclarecedora. 
 
O Formador

sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Europeu de Sub 17 e 19 Feminino 2015 – I - Sorteios

Também se realizaram hoje (19-09-14), durante o Congresso da EHF a decorrer em Dublin (Irlanda) o sorteio dos Grupos para os Torneios de Qualificação para os Europeus Sub-17 e Sub-19 Femininos.
 
Europeu Sub-17 Feminino 2015
 
Realizou-se o sorteio dos para os torneios de qualificação das quinze (15) vagas para a Fase Final, e que serão disputados de 20 a 22 de Março de 2015.
 
A fase final (16 equipas) se realiza entre 13 e 23 de Agosto de 2015 na Macedónia, que como País organizador já está qualificado.
 
Com as 33 equipas inscritas, foram constituídos 6 grupos de 4 equipas, e 3 grupos de 3 equipas, com os Grupos 1 a 6 apurarem 2 equipas, os grupos 7 a 9 apuraram apenas uma equipa para a Fase Final.
 
Portugal está inserido no Grupo 7, que apura somente uma equipa e é composto pela Polónia e Itália, a preferência para a organização do Grupo vai para a Itália, seguida da Polónia.
 
Nota – A EHF, esclarece claramente que a Holanda, Portugal e Ucrânia, não têm direito a organizar qualquer torneio de Apuramento.
 
Constituição dos Grupos:
Grupo 1 - Dinamarca, França, Sérvia, Suíça
Grupo 2 - Rússia, República Checa, Islândia, Ilhas Faroé
Grupo 3 - Noruega, Holanda, Lituânia, Geórgia
Grupo 4 - Hungria, Alemanha, Grécia, Ucrânia
Grupo 5 - Montenegro, Espanha, Eslovénia, Moldávia
Grupo 6 - Suécia, Eslováquia, Áustria, Kosovo
Grupo 7 - Portugal, Polónia, Itália
Grupo 8 - Croácia, Bielorrússia, Letónia
Grupo 9 - Roménia, Turquia, Finlândia
 
Europeu Sub-19 Feminino 2015
 
Realizou-se o sorteio para os torneios de qualificação das treze (13) vagas para a Fase Final, e que serão disputados de 17 a 19 de Abril de 2015.
 
A fase final (16 equipas) se realiza entre 23 de Julho 2 de Agosto de 2015 na Espanha, que como País organizador já está qualificado, assim como a Suécia e a Rússia, com base nas classificações obtidas no último Europeu de Sub 17.
 
As restantes 29 equipas inscritas, foram sorteadas na constituição de 5 grupos de 4 equipas, e 3 grupos de 3 equipas, com os Grupos 1 a 5 apurarem 2 equipas, e os Grupos 6 a 8, a apurarem apenas uma equipa para a Fase Final.
 
Portugal está inserido no Grupo 5, que apura duas equipas e é composto por França, Grécia e Israel, a preferência para a organização do Grupo vai para a Grécia.
 
Constituição dos Grupos:
Grupo 1 – Montenegro, Holanda, Islândia e Macedónia
Grupo 2 – Noruega, República Checa, Lituânia e Ilhas Faroé
Grupo 3 – Roménia, Eslováquia, Sérvia e Kosovo
Grupo 4 – Dinamarca, Polonia, Bielorrússia e Ucrânia
Grupo 5 – Portugal, França, Grécia e Israel
Grupo 6 – Croácia, Eslovénia e Bulgária
Grupo 7 – Alemanha, Áustria e Suíça
Grupo 8 – Hungria, Turquia e Finlândia 
 
Nota – Mais uma vez esta nota é referida, “A EHF, esclarece claramente que a Holanda, Portugal e Ucrânia, não têm direito a organizar qualquer torneio de Apuramento."
 
Poderemos concluir que as possibilidades de apuramento de Portugal nestas duas provas, são na nossa opinião mais “fáceis” em Sub-19. No entanto é nossa esperança que as gerações em trabalho nos proporcionem mais alegrias e as duas equipas estejam presentes nas respectivas Fases Finais.
 
O Noticias

Nomeações – EHF – 2014 / 2015 – III

A EHF procedeu a nomeações de duplas e delegados para a Liga dos Campeões Europeus Masculinos e Portugal, foi comtemplado com algumas nomeações, o que poderá ser um bom sinal para a época que agora se inicia. Finalmente o sitio da Federação deu o mesmo destaque a estas nomeações, que são de prestigio e referem-se á prova de nível mais elevado de clubes, que costuma dar a outras nomeações.
 
Árbitros 
Eurico Nicolau / Ivan Caçador – Foram nomeados para dirigir o encontro da 1.ª Jornada do Grupo “A” da Liga dos Campeões Europeus Masculina, que se disputa entre o HC Metalurg (Macedónia) e o Paris Saint-Germain Handball (França), na Macedónia em 28-09-14.
 
Delegados
António Goulão - Foi nomeado, para o encontro da 1.ª Jornada da Fase de Grupos da Liga dos Campeões Masculinos, referente ao Grupo “A”, que se disputa entre o Naturhouse La Roja (Espanhaa) e o HC Meshkov Bresta (Bielorrússia), em Espanha no dia 28-09-14.
 
Aos nomeados em representação Nacional, desejamos e endereçamos os nossos parabéns, fazendo votos de que tudo lhes corra pelo melhor
 
O Regras

Planeamento Desportivo – Época 2014/2015 – IX

Participantes nas Provas Nacionais Não Fixas - Época 2014/2015
 
Na continuidade de anteriores artigos sobre o Planeamento de Provas, hoje voltamos a analisar as provas Nacionais Não Fixas, e que foram divulgadas pela FAP, em especial através dos Comunicado Oficial n.º 21 e 22 da Época 2014/2015, onde é divulgada a estrutura das 1.ªs Fases e Associações responsáveis por zona, bem como a estrutura das 2.ªs Fases e respetivo modelo competitivo. Repetindo, “Registando-se na maior parte dos casos um regime de continuidade do verificado na época anterior, onde a grande exceção esta no formato da competição da PO07 – Campeonato Nacional Juvenis Masculinos – 2.ª Divisão, e que hoje será a prova a que nos dedicaremos. 
 
PO08 – Campeonato Nacional de Juvenis Masculinos 2.ª Divisão
 
È uma das provas que passando a sua 1.ª Fase para a esfera Associativa proporcionou a estas entidades (nem todas, infelizmente) a organização, de verdadeiros Campeonatos Regionais e Inter-Regionais. Obrigando as Associações a desempenharem o seu verdadeiro papel. Não nos cansamos de repetir este texto para consciência de que muitas vezes as Associações esquecem a sua verdadeira vocação.
 
Foi das provas que sofreu mais alterações, pelo menos na constituição das zonas, pois passamos de 10 zonas, para apenas 6, o que se poderá naturalmente interpretar como uma significativa diminuição de participantes, com o número de apurados para a 2.ª Fase (1.ª Nacional) a diminuir de 32 equipas em 2013 / 2014 para apenas 24 equipas em 2014 /2015
 
Esta diminuição de equipas que já referimos (em 2013 / 2014 foram 68 equipas nesta 1.ª fase), apenas se conseguiu confirmar que a AA Porto (zona 2), terá nesta 1.ª Fase 11 Participantes (incluindo a coexistência de equipas “A” e “B”), que a AA Aveiro (zona 3), terá nesta fase 10 equipas de Aveiro, Coimbra e Viseu, e que AA Braga (zona 1), terá 4 equipas de Braga e Vila Real. Em relação às restantes zonas não existem dados que possam confirmar esta nossa afirmação (as provas. ainda estão sem qualquer estrutura), feita naturalmente sobre reserva. Mais tarde confirmaremos estes dados. 
 
Distribuição das Associações por Zona
 
Zona 1 – Braga e V. Real – Apura previsivelmente 2 equipas   
Zona 2 – Porto - Apura previsivelmente 5 equipas  
Zona 3 – Aveiro, Viseu e Coimbra - Apura previsivelmente 5 equipas
Zona 4 – Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Leiria - Apura previsivelmente 4 equipas
Zona 5 – Lisboa e Setúbal - Apura previsivelmente 5
Zona 6 – Beja, Évora, Algarve – Apura previsivelmente 3 equipas   
 
Existe pelo menos uma zona, onde a prova será um autêntico campeonato regional. 
 
O número de apurados em cada zona, segundo informa a FAP, poderá ainda sofrer alguns ajustamentos até 28-11-14, face ao cumprimento ao não dos requisitos para participar.
 
O Sistema competitivo que é publicado no Comunicado Oficial número 22, torna-se em algumas situações incompreensível. Senão vejamos:
 
Diz “… O 1.º Classificado de cada zona fica apurado para a Fase Final e disputarão na época seguinte a PO06, participando igualmente o representante da Região Autónoma dos Açores  (Total 4 Clubes) pergunta-se quem é o 4.º promovido? Isto porque o Regulamento Especifico da Prova é claro, quando diz no claramente os 4 primeiros classificados disputam a PO06 na época seguinte. Poder-se-á ainda deduzir que a equipa que representa os Açores, mesmo que vença a prova nunca será promovida, e que os clubes que sobem de divisão podem não ser os 4 primeiros classificados (Este era um assunto que deveria ser completamente esclarecido). 
 
Diz ainda: “ …O 2.º Classificado de cada zona disputará a Fase de Apuramento á PO06…”, temos aqui uma nova contradição em relação ao Regulamento Especifico da Prova, e uma concentração com apenas 3 clubes. 
 
Esclarece-se que a 2.ª Fase (1.ª Nacional), será disputa em 3 zonas no sistema de TxT a 2 voltas, e que tanto a Fase Final como a Fase de Apuramento serão disputadas em simultâneo, no sistema de TxT a 1 volta, o que consideramos uma boa decisão em termos desportivos. 
 
O Analista

EHF Cria Divisões nos Escalões de Formação

EHF CRIA DIVISÕES NOS ESCALÕES DE FORMAÇÃO
 
No seu congresso que decorreu em Dublin em 19 e 20-09-14, a EHF aprovou uma série de medidas para os escalões mais jovens, na tentativa de segundo a própria EHF, existir maior facilidade em encontrar quem organize desde os grupos de apuramento até às fases finais dos respectivos campeonatos europeus, mas disse mais (esperamos que não siga os passos da IHF), que se tem observado uma grande discrepância ao nível de desempenho entre os diferentes participantes
 
Assim e baseado no ranking dos Países, efetuado com base nos resultados obtidos nos últimos oito (8) anos, criou uma 1.ª e uma 2.ª Divisão, deixando com este processo de existir qualquer fase de qualificação. 
 
O Novo sistema, começa a ter efeito a partir do Euro Sub-18 em 2016, e Euro Sub-20 em 2018 nos masculinos, e nos Euro Sub-17 em 2017, e Euro Sub-19 em 2019 nos Femininos. 
 
A primeira divisão é composta por 16 equipas (EHF YAC EURO), e a segunda divisão será um número aberto que poderá variar entre 2x8 ou 2x12 equipas (EHF YAC OPEN EURO. 
 
Foi criado um sistema de promoção e de despromoção que envolverá sempre os 4 melhores classificados da segunda divisão e os 4 piores classificados da primeira divisão. Envolvendo um esquema de movimento dos mais jovens e dos mais velhos. 
 
Os principais alvos, além do que foi dito atrás, envolvem uma otimização ao nível da competição, tornando maior o equilíbrio entre as equipas, e ao mesmo tempo objetivam uma redução dos custos das organizações
 
Esquema a ser aplicado nos eventos jovens – Masculino 
Esquema a ser aplicado nos eventos jovens – Feminino 
Como comentário final, não se sabe qual a posição de Portugal no Ranking, tanto em Masculinos como em Femininos.
 
O Analista

quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

VI Mundial Juvenil Masculino (Sub-19) – 2015 - II

Decorreu o 6.º Campeonato da Ásia Juvenil Masculino, que tinha a curiosidade de também apurar as equipas deste Continente para o VI Campeonato Mundial do Escalão que será disputada em 2015 na Rússia.
 
A prova asiática decorreu em Amman (Jordânia) e terminou em 16-09-14, e que contou com a presença de 10 Países (Qatar, Bahrain, Arábia Saudita, Irão, Kuwait, Japão, Coreia, Iraque, Síria e Jordânia). 
 
Sistema Competitivo:
 
Fase Preliminar – Dois grupos, no sistema TxT a uma volta
Jogos Classificativos – 5.º grupo A X 5.º grupo B, em jogos cruzados.
Fase Principal – 3.ºs e 4.ºs classificados de cada grupo
1/2 Final – 1.ºs e 2.ºs classificados de cada grupo
Jogos Classificativos – 3.º ao 8.º
Final
 
Segundo que depreendemos da leitura das diversas notícias da prova, verificou-se a ausência da Síria. 
 
A final foi disputada entre o Qatar e a Coreia, tendo a equipa da Coreia vencido o encontro por 26-25, o que demonstra grande equilíbrio durante o jogo.  
 
Classificação Final – 1.º Coreia, 2.º Qatar, 3.º Japão, 4.º Bahrain, 5.º Kuwait, 6.º Iraque, 7.º Irão, 8.º Jordânia, 9.º Arábia Saudita e 10.º Síria.
 
Apurados param o Campeonato Mundial 2015 do escalão os três primeiros classificados (Coreia, Qatar e Japão).
 
O Formador

Novidade no Andebol Açoriano

ANDEBOL INSULAR
 
Apenas servimos de meio de transmissão de um texto extremamente válido e perfeitamente identificado que nos foi enviado, e que desde já agradecemos.
 
O andebol dos açores em 2014/15 parece ter arrancado com uma dinâmica diferente, depois de entidade que coordenada o andebol regional ter sido eleito o Prof Rui santos, depois de na ilha de São miguel surgir este ano mais clubes interessados na prática do andebol em vários escalões, no andebol da ilha de Santa Maria, onde se enquadra o Clube Desportivo Os Marienses, a associação de andebol local, investiu na contratação dum técnico a tempo inteiro para criar uma maior dinâmica na modalidade, contratou novamente para o seu quadro técnico, um mariense com formação acadêmica, o Prof. Henrique Melo, jovem que após alguns anos em formação acadêmica fora da região, onde também jogou na equipe júnior e sênior dos Belenenses, está na ilha á cerca de dois anos em estágios profissionais, findo o qual a associação mariense, contratou-o para que se continue um trabalho que tem vindo a dar os seus frutos ao longos dos últimos 20 anos, com vasto palmarés nos vários escalões. 
Sendo assim, este novo técnico associativo terá a seu cargo funções como organização dos quadros competitivos, recrutamento de agentes não praticantes e entre outros a promoção da modalidade.
 
O Noticias

quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Andebol de Praia 2014 – Taça dos Campeões Europeus

TAÇA DOS CLUBES CAMPEÕES EUROPEUS EM ANDEBOL DE PRAIA
 
Segundo informação de 10-09-14, inserida no sitio da FAP, Portugal estará representado tanto em Masculinos como em Femininos, na 1.ª vez que se disputa a Taça dos Clubes Campeões Europeus em Andebol de Praia, tanto na vertente masculina como feminina.
 
A Prova será disputada em simultâneo na Gran Canária (Espanha), entre 31-10-14 e 02-11-14. 
 
Conforme informação veiculada pelo sitio da Federação, “Trata-se, num caso como noutra, da primeira realização desta competição que suscitou de imediato grande interesse e adesão por parte da família do Andebol. Inicialmente estava prevista a participação de apenas oito clubes em cada setor mas, face a esse interesse, a EHF alargou a participação a 10 clubes por prova.
 
Masculinos 
Portugal vai estar representado pelo W.GAW/Café Rossio, equipa que competirá com as seguintes formações:

BHC Detono Zagreb – Croácia
CBMP Ciudad de Malaga – Espanha
"Nordlichter" Oldenburg – Alemanha
AC Kiklopes Alexandroupoli – Grécia
Dabas Beach Boy’z – Hungria
Pallamano Grosseto – Itália
Paksoft Camelot – Holanda
“Ekaterinodar" Krasnodar – Rússia
Copaca Bale – Suíça
 
Femininos 
Portugal faz-se representar igualmente pelo campeão nacional, N. Belchior/Académico de Leria, que competirá com as seguintes formações:
 
C Detono Zagreb – Croácia
Cubas Llopis BM Playa Sevilla – Espanha
"Die Brüder" TSV Ismaning – Alemanha
ATC Kastoria – Grécia
OVB – Hungria
FIGH Esercito Futura Roma – Itália
Paksoft Camelot – Holanda
BHT Piotrkowianin Juko Piotrkow Trybunalski – Polónia
Beachqueens – Suiça

Nota – As equipas de reserva são: Nyborg da Dinamarca e Auto Forum Plock da Polónia em masculino e o Skrim Kongsberg da Noruega em Femininos.
 (Fontes FAP e EHF)

Conferimos o planeamento nacional anexo ao Comunicado Oficial n.º 8 época 2014 /2015, e verificamos de que nos masculinos, existem programados para aquela data, apenas estágios das Seleções “A” seniores e juniores, mas para os femininos existem jornada previstas da PO09 e Taça de Portugal (equipas da PO10), será que face a esta participação irá haver alterações de jogos? é a única que questão que se coloca.
 
No entanto congratulamo-nos com esta participação, esperando que a mesma não seja esporádica, mas sim, que exista uma continuidade desejável para bem desta vertente do Andebol, e que a mesma seja coberta de êxitos desportivos e sociais.
 
O Noticias

Informação – Clubes – Boavista FC

BOAVISTA FC
TREINOS EXPERIMENTAIS
 
Com o início do ano letivo, estão de volta os treinos dos mais novos. Deixamos em anexo os horários e local de treino. Traga o seu educando, contamos com a vossa presença!
Os nossos melhores cumprimentos
Departamento de Andebol Boavista Futebol Clube
Siga o nosso projeto no facebook :BoavistaDepartamentoAndebol
(Informação Boavista FC)
 
O Noticias

terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Europeu 2016 Masculino – V – Qualificação 2

PORTUGAL INICIA PREPARAÇÃO PARA A DISPUTA DA QUALIFICAÇÃO 2,
INTEGRADA NO GRUPO 5
 
O início desta participação faz-se através de dois (2) jogos de preparação integrados num mini estágio que a seleção está a realizar em Tabua, desde o dia 16 e que terminará no dia 20 do corrente mês. 
 
Recordando:
 
Que no Grupo de Portugal estão ainda as seguintes equipas: Hungria, Rússia e Ucrânia
 
A Qualificação 2, é constituída por 7 Grupos de 4 equipas, sendo apurados para a Fase Final os 2 (dois) primeiros classificados de cada grupo, e o melhor 3.º Classificado de todos os Grupos, que se juntarão á Polonia como País organizador. 
 
Os jogos serão efetuados diante a equipa da Tunísia, que pensamos foi bem escolhida, não só pelo seu valor atual, e porque é uma equipa que se encontra em preparação para o Mundial de 2015 no Qatar, como será uma equipa que poderá proporcionar bons jogos de preparação, não nos devemos esquecer que é uma equipa “riga”.
 
Calendário dos Jogos
Dia 19-09-14
Portugal – Tunísia (20H30 (Oliveira do Hospital) Andebol TV
Dia 20-09-14
Portugal – Tunísia (17H00) (Tábua) SporTV2

Convocatória
Calendário de jogos já definido:
Dia 29-10-14
1.ª Jornada
Hungria – Portugal (20H30)
Dia 02-11-14
2.ª Jornada
Portugal – Rússia (16H00) (V. Nova de Gaia)

Notas
 
De salientar a entrada da Sportv nas transmissões do Andebol Nacional, aguardamos que seja para continuar e não apenas uma ação esporádica.
 
A convocatória para este estágio do guarda-redes Luso-Cubano Alfredo Quintana, nada temos a opor, apenas gostaríamos de saber quem beneficia. Remetemos para um excelente artigo de opinião, de Alexandre Reis no Jornal Record de hoje (16-09-14), intitulado “Uma verdade incontornável”,a página 7 do link.
 
O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2014 / 2015 – XI

O Sporting ficou a conhecer (13-09-14), o seu adversário na EHF CUP.
 
Masculinos  
EHF CUP
 
O Sporting, inicia a sua participação na 2.ª Ronda de Qualificação (40 equipas), onde irá defrontar com o HC Sporta Hlohovec (Eslováquia). A 1.ª mão será disputada em Lisboa, em 11/12-10-2014 e a 2.ª mão em 18/19-10-2014.
 
O Noticias