gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 17 de junho de 2018

PO03 – Fase Final – 14 – 2017 / 2018


Breve crónica, referente á Fase Final da “PO03 – Campeonato nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos”, prova nacional não fixa, que decorreu em regime de concentração no sistema TxT a 1 volta (3 clubes), No Pavilhão Jacinto Correia em Lagoa, em 15, 16 e 17-06-18).

PO03 – Campeonato nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos

MODICUS SANDIM CAMPEÃO NACIONAL
(Sucede ao CF Sassoeiros)
Disputaram esta Fase Final, três equipas, conforme era uma das opções previstas, no Regulamento Desportivo da mesma, verificando-se ainda que a equipa participante e representativa da Região Autónoma dos Açores, nunca subiria de divisão, pelo que esta Fase da Prova apenas decidiu o Campeão Nacional. O Modicus, sagrou-se campeão nacional, terminando esta Fase Final sem derrotas. Com esta vitória na prova sucede ao CF Sassoeiros.
Modelo Competitivo: O modelo que se encontra estabelecido e que foi clarificado através dos Comunicados Oficias n.º 25 e seu anexo (06-09-17), que prevê que a Fase Final, seja disputa em fase concentrada, desde que exista a participação da equipa representativa dos Açores: que voltamos a repetir, a FAP nunca informou como seria sua obrigação da existência ou não desta participação.

Informação adicional:
  • Apenas disputam a Fase Final os 1.ª’s Classificados de cada zona, juntamento com o Campeão dos Açores.
  • Apenas sobem á 2.ª Divisão Nacional os três (3) primeiros classificados das Zonas 1 e 2.
  • A Fase Final será disputada em regime de concentração no sistema TxT a 1 volta (3 clubes), No Pavilhão Jacinto Correia em Lagoa, em 15, 16 e 17-06-18).
  • Pavilhão que deveria ser neutralizado, mas afinal é o pavilhão usado por um dos finalistas.

Fase Final Nacional – Equipas Apuradas – Modicus, Lagoa AC, e Marítimo SC (Açores).

Resultados
1.ª Jornada
Dia 15-06-18
Marítimo SC 21 – 28 Lagoa AC
2.ª Jornada
Dia 16-06-18
Modicus 25 – 14 Marítimo SC
3.ª Jornada
Dia 17-06-18
Lagoa AC 24 – 30 Modicus

Classificação Final 1.º Modicus (6 pontos), 2.º Lagoa AC (4 pontos), e 3.º Marítimo SC (2 pontos)

Campeão Nacional Modicus                                         
Subidas de Divisão Modicus, CD Feirense, Ílhavo, Lagoa AC, CD Mafra e IFC Torrense.

Fase final disputada em Lagoa, com fracas assistências, mas felizmente sem registo de qualquer ocorrência disciplinar, o que se divulga com agrado. Foi uma fase final que repetiu o modelo da época anterior (presença de uma equipa Insular). De destacar que no jogo que decidia o Campeão Nacional, a equipa do Modicus comandou o marcador durante os 60 minutos, chegando ao intervalo a vencer por 16-11, já depois de ter tido uma vantagem de 8 golos (13-5), para no segundo tempo fazer um total controlo do jogo e do marcador, com a equipa do Lagoa AC, a oferecer uma maior réplica.

O Noticias

Última Hora – Jéssica Ferreira em França


JÉSSICA FERREIRA
NO
HC AUVERGNE MÉTROPLE (FRANÇA)
Continua a descaracterização do Andebol Feminino em Portugal, e o êxodo das suas melhores praticantes, que face à não existência de reais condições, procuram no estrangeiro as mesmas, e apenas temos que lhes dar os parabéns, pois é a valorização que merece. Depois de Isabel Góis, agora foi a vez da outra guarda-redes da Selecção Nacional parti, agora foi a vez de Jessica Ferreira, deixar o Colégio Gaia, e continuar a sua excelente carreira em França, sendo o seu novo o clube o Handball Clermont Auvergne Métrople da 1.ª Divisão francesa. E assim Portugal vê as suas principais guarda-redes a irem à procura de projectos seguros, para a sua melhoria competitiva e profissional. Apenas temos de desejar à atleta grande êxito profissional e desportivo.

O Noticias

sábado, 16 de junho de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 34 – 2017 / 2018 – II


Crónica sobre esta prova, desta vez apenas dedicada ao Grupo B, e à Zona 2.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Campeão Nacional – SC Horta
Subidas de divisãoSC Horta e CCR Fermentões

Fase Final Nacional - Grupo B

Descem de Divisão, Zona 1 - São Mamede, e CP Natação
Descem de Divisão, Zona 2 – AC. Coimbra, e Estarreja AC
Descem de Divisão, Zona 3 – CCP Serpa, e Vela Tavira

Zona 2
14.ª Jornada
Dia 16-06-18
AC Sismaria 25 – 23 Benfica B
Estarreja AC 32 – 18 AC. Coimbra
SIR 1.º Maio 30 – 40 AD Albicastrense
Juventude Lis 28 – 28 CD Marienses

Última jornada desta zona, onde o grande interesse estava em saber quem acompanharia a AC. Coimbra na descida de divisão, com alguns encontros, a terem especial interesse para as contas finais, como o Estarreja AC / AC. Coimbra, com a equipa de Estarreja, a vencer de forma clara, um encontro que teve registo de ocorrências disciplinares, mas que de pouco lhe serviu, face ao empate verificado em Leira, entre a Juventude Lis e o CD Marienses, jogo igualmente com o registo de ocorrências disciplinares, pois com esta igualdade obtida nos momentos finais do encontro, com a equipa insular a recuperar de uma desvantagem que chegou a ser de 6 golos (21-15), já no segundo tempo, com esta igualdade, passou a existir uma igualdade pontual entre o Estarreja AC e o CD Marienses, que em termos de desempate conforme o previsto no Regulamento Desportivo da Prova e no Regulamento Geral da FAP, foi favorável à equipa insular pela diferença de golos, nos jogos entre si, pois em termos pontuais, nos jogos entre si também se encontravam em igualdade, refira.se que a diferença registada, é de apenas um golos (53 para o CD Marienses, e 52 para o Estarreja AC). De resto referir que foram confirmados dois dos resultados ocorridos por comparação como verificado na jornada homóloga da 1.ª volta, o Estarreja AC / AC. Coimbra, e o SIR.º Maio / AD Albicastrense.

Classificação final da Zona – 1.º Benfica B (54 pontos), 2.º AC Sismaria (53 pontos), 3.º Juventude Lis (52 pontos), 4.º SIR 1.º Maio (45 Pontos), 5.º AD Albicastrense (44 pontos), 6.º CD Marienses (43 pontos), 7.º Estarreja AC (43 pontos), 8.º AC. Coimbra (30 pontos). 

O Banhadas Andebol

Andebol 4ll – Taça Portugal de ACR4 – 2018 - I


APD LISBOA VENCE
FINAL FOUR
TAÇA DE PORTUGAL DE ACR4
A Final Four da Taça de Portugal de Andebol em Cadeira de Rodas – ACR4, realizou-se este fim-de-semana (16 de Junho de 2018), na Guarda no Pavilhão de S. Miguel. E teve como vencedor a APD Lisboa, numa das finais mais disputadas dos últimos anos, onde os set’s foram resolvidos através do chamado golo de ouro.
(Foto FAP)
A Federação na continuidade do desenvolvimento, do Projeto Andebol 4All, programou para esta época um conjunto de competições – Sendo esta final uma das diversas provas programadas. Infelizmente, dizemos apenas programada mas deve ser uma prova “clandestina”, como foi a de ACR6, que nem criada no sistema da FAP foram, e apenas com uma informação colocada no Portal, na véspera da prova. A ocupação deveria ser grande.

Felizmente existiu a transmissão pela Andebol TV (mas que no local próprio do Portal da FAP, nenhuma informação existia, e é pena). E com os jogos já terminados, nada existe em termos de informação no Portal da FAP. Lamentamos. (Foi colocada informação após a publicação deste texto, por essa razão a foto é FAP).

Nesta competição (designada por Final Four), participaram a APD Porto, Sporting/Messines/AMAL, A. Amigos Rovisco Pais e APD Lisboa

Resultados

1/2 Final APD Porto 2 – 0 Sporting/Messines/AMAL
1/2 FinalA. Amigos Rovisco Pais 0 – 2 APD Lisboa
3/4 LugarSporting/Messines/AMAL 0 – 2 A. Amigos Rovisco Pais
Final – APD Porto 0 – 2 APD Lisboa

Classificação Final – 1.º APD Lisboa, 2.º APD Porto, 3.º A. Amigos Rovisco Pais, 4.º Sporting/Messines/AMAL.

Mais uma vez fazemos um especial agradecimento, aos árbitros presentes nesta variante, que continuam a ser os eternos esquecidos nestas acções, pois a informação sobre a sua presença é quase sempre nula.

E um agradecimento igualmente aos excelentes comentários de Danilo Ferreira.

O Noticias

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Movimentações de Atletas – 2018 – I

Um regresso aos movimentos de atletas, continuando com o mesmo critério, ou seja só se dará informação dos movimentos de atletas que são praticamente certos, e daqueles em que a possibilidade de se concretizarem é quase garantida. Informa-se ainda de que apenas falaremos naqueles em que a garantia das fontes nos dê credibilidade. Esta época, começamos mais cedo a fornecer as informações que nos forem chegando.

Técnicos

Lars Walther (Dinamarquês) – FC Porto (Saída) / Ribe-Esbjerg HH (Dinamarca)
Rolando Freitas – Águas Santas (Saída)
José António Silva – Águas Santas (Novo)
Luís Silva – Águas Santas (Novo)
Carlos Martingo – AA Avanca (Saída)
Magnus Andersson (Sueco) – FC Porto (Novo)
Carlos Martingo – FC Porto (Novo)
Luís Graça – FC Porto (Saída)
Nuno Silva – AD Sanjoanense (Saída)
Nuno Silva – AA Avanca (Novo)
Domingos Nunes – Arsenal (Renovação)
Tiago Sousa – AA Avanca / Bahrain 
Luís Santos – GC Santo Tirso (Saída)
João Florêncio – Belenenses (Renovação) 
João Florência Jr. – Belenenses (Renovação)
Pedro Borges – Águas Santas (Saída) / GC Santo Tirso (Novo)
Ricardo Costa – FC Gaia (Renovação)
Tiago Gama – Gondomar Cultural (Renovação)
Yuriy Kosteskiy – SC Horta (Saída) / Sporting (Novo – Equipa B)

Renovações

Miguel Sarmento – Vikinghallen (Noruega) 
Hugo Rocha – ABC
António Campos – Águas Santas
Hugo Lima – Madeira SAD
Elledy Semedo – Madeira SAD
Carlos Carneiro – Sporting
Pedro Solha – Sporting
Wilson Davyes – Dunkerque (França) 
Ivan Nikcevic – Sporting
Frankis Carol – Sporting 
Ciprian Popovici – AA Avanca 
Nuno Carvalho – AA Avanca 
Francisco Silva – AA Avanca 
Jenilson Monteiro – AA Avanca 
Gustavo Capdeville – Madeira SAD
Luís Silva – AA Avanca 
Cláudio Pedroso – Sporting 
Francisco Tavares – Sporting
Belone Moreira – Benfica
Ales Silva – Benfica
Henrique Figueiredo – FC Gaia
Luís Carvalho – FC Gaia
David Sousa – FC Gaia 
Pedro Carvalho – FC Gaia
João Pais – Benfica
Fábio Antunes – Benfica
João Ferreira – Belenenses
Nelson Pina – Belenenses 
Luís Carvalho – Madeira SAD

Movimentos Conhecidos

Fábio Magalhães - Chartres (França) / FC Porto
Pedro Portela – Sporting / Tremblay (França)
Nuno Pimenta – AC Fafe / Águas Santas 
Cuni Morales – FC Porto / Ivry (França)
Carlos Martins – ABC / Benfica
Vasco Santos – AC Fafe / Águas Santas 
Valentom Ghionea (Romeno) – Wisla Plock (Polónia) / Sporting
Fábio Chiuffa (Brasileiro) – Naturhouse La Rioja (Espanha) / Sporting
Diogo Oliveira – AA Avanca / HBW Balingen-Weilstetten (Alemanha)
Reinier Dranquet – AA Avanca / Dunkerque (França)
Bosko Ristovski – Barcelona / Benfica
João Moniz – Belenenses / Pontault-Combault (França)
Luís Frade – Águas Santas / Sporting
Gilberto Duarte – Wisla Plock (Polónia) / Barcelona (Espanha)
Leonel Fernandes – Ismai / FC Porto 
João Paulo Pinto – Madeira SAD / Huesca (Espanha)
Nuno Gonçalves – Istres (França) / Massy Essone (França)
Alexis Borges – Barcelona / FC Porto
André Rei – Águas Santas / ABC
António Ventura – Ismai / ABC
Francisco Fontes – Ismai / Águas Santas 
Henrique Carlota – CA Póvoa Varzim / Águas Santas
Nuno Rebelo – Limburg Lions (Holanda) / Bayer Dormagem (Alemanha)
Sérgio Rola – Sasja (Bélgica / Visé (Bélgica)
Filipe Mota – Anaitasuna (Espanha) / Huesca (Espanha)
Bruno Moreira – Madeira SAD / Belenenses
Oleksandr Nekrushets – Madeira SAD / ABC 
Alejandro Romero – Pontault (França) / FC Porto
Elias António – Águas Santas / Madeira SAD 
José Rolo – 1.º Agosto (Angola) / Madeira SAD 
José Carrillo – FC Porto / Ademar Leon (Espanha)
Diogo Coelho – Ismai / AA Avanca
Emanuel Ribeiro – São Bernardo / AA Avanca 
Tiago Heber – Ismai / CA Póvoa Varzim
Pedro Vieira – Ismai / CA Póvoa Varzim
Rui Lourenço – Arsenal / CA Póvoa Varzim
João Santos – Arsenal / CA Póvoa Varzim
Belmiro Alves – ABC / Águas Santas 
Mário Lourenço – TV Neuhausen (Alemanha) / Águas Santas
Válter Soares – Benfica / Madeira SAD
Michal Kopco – Sporting / Ivry (França)
Sérgio Morgado – FC Porto / Boavista FC
Djibril M’Benguel – TVB 1898 Estugarda (Alemanha) / FC Porto
Diogo Ribeiro – FC Porto / AD Sanjoanense
João Raquel – ADC Benavente / Boa Hora

Movimentos A Confirmar

Rubem Sousa – Águas Santas / ABC 
Kiril Lazaroz – Nantes / Benfica 
Rui Barreto – Boa Hora / Belenenses 
Pedro Sequeira – Boa Hora / Belenenses 

Saídas Confirmadas com Destino Desconhecido

Leonardo Comerlatto – Águas Santas 
Filipe Borges – Sporting
Janko Bozovic – Sporting 
Nuno Roque - Chartres (França)
Jorge Silva – Granollers (Espanha)

Abandonos

Jorge Sousa – CA Póvoa Varzim
Bruno Rodrigues – CA Póvoa Varzim

O Administrador

Jogos do Mediterrâneo – Andebol – 2018 - II


ANDEBOL NA XVIII EDIÇÃO
TARRAGONA – 2018
(Calendário)

Conforme informamos no nosso último texto sobre estas provas, hoje procedemos à divulgação dos respetivos calendários. Recordando, que os Jogos decorrem em Tarragona de 23 de junho a 1 de Julho de 2018.

Selecção A, Feminina

Sistema Competitivo
Criados dois grupos onde jogam txt a uma volta, apurando-se os dois primeiros de cada grupo para a disputa das 1/2 Final, e os 3.º e 4.º classificados de cada grupo discutem os lugares do 5.º ao 8.º, em jogos directos (3.º GA / 3.º GB, e 4.º GA / 4.º GB)

Grupo A - Portugal, Espanha, Eslovénia, Grécia, e Itália.
Grupo B – Montenegro, Sérvia, Turquia, Macedónia e Egipto.

Calendário – Portugal
Dia 24-06-18
Eslovénia – Portugal (18H00)
Dia 25-06-18
Espanha – Portugal (20H00)
Dia 27-06-18
Grécia – Portugal (18H00)
Dia 28-06-18
Itália – Portugal (20H00)

Dia 29-06-18 - 1/2 Final e jogos classificativos
Dia 30-06-18 – 3.º e 4.º Lugar e Final

Selecção de Juniores A Masculina

Sistema Competitivo
Criados quatro Grupos (3 de 3 equipas e um de 4 equipas), disputam uma 1. Fase no sistema de TxT a uma volta, apurando os 2 primeiros de cada grupo para a disputa dos 1/4 Final, cruzando o Grupo A com o Grupo B, e o Grupo C com o Grupo D, e apenas se disputam lugares até ao 8.º classificado.

Grupo A – Eslovénia, Montenegro e Tunísia.
Grupo B – Croácia, Itália e Argélia.
Grupo C - Espanha, Grécia, e Portugal.
Grupo D – Egipto, Sérvia, Macedónia, e Turquia.

Calendário – Portugal
Dia 24-06-18
Espanha – Portugal (20H30)
Dia 25-06-18
Grécia – Portugal (20H30)

Dia 27-06-18 – 1/4 Final
Dia 28-06-18 – jogos classificativos para o 5.º ao 8.º Lugar
Dia 29-06-18 – 1/2 Final
Dia 30-06-18 – Jogos para definir do 5.º ao 8.º Lugar
Dia 01-07-18 – 3.º e 4.º Lugar e Final

Horas Locais

Todos os possíveis jogos das nossas selecções, estão dependentes das classificações obtidas na 1.ª fase nos respectivos Grupos. 

O Noticias

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Campeonato do Mundo Masculino 2019 – XXXI


26.º MUNDIAL DE SENIORES MASCULINOS
DINAMARCA – ALEMANHA – 2019
PLAY OFF
 PORTUGAL EMPATA COM A SÉRVIA
(JOGO DA 2.ª MÃO, E É ELIMINADO)

Só hoje em cima da hora, segundo palavras do Seleccionador Nacional, se saberia quais os 16 jogadores que estariam presentes no jogo, esquecendo-se provavelmente de que a EHF, divulgaria os mesmos muito mais cedo, e assim soubemos que ficaram de fora para este encontro João Ferraz, substituído por Jorge Silva, e continuou de fora o 3.º guarda-redes, o jovem Gustavo Capdeville.
No Pavilhão Municipal da Póvoa do Varzim, voltamos a defrontar a Sérvia, no jogo da 2.ª Mão do Play OFF, num pavilhão cheio, com o público a tudo fazer para animar a equipa Nacional, que tinha um resultado extremamente desfavorável para tentar recuperar, e e no primeiro tempo momentos houve em se chegou a ter esperanças, quando Portugal começou bem o jogo e com Quintana a ser uma das suas figuras, chegado a comandar o marcador com 4 golos de vantagem (28 minutos), apar chegar ao intervalo, a vencer por 13-10, e com todas as esperanças ainda intactas, mas a demonstrar uma forte precipitação nas sua acções atacantes, onde foram pouco pacientes, apesar de estarmos relativamente bem em termos defensivos, registando-se algumas melhorias em relação ao encontro da 1.ª mão, e tivemos um Tiago Rocha (3 golos), em bom nível, bem acompanhado por Miguel Martins, em termos atacantes, e com Alexis Borges (1 golo) e Salina bem termos defensivos, no segundo tempo Portugal, que aos 33 minutos voltou a ter 4 golos de vantagem (15-11), começou a dar mostras de uma forte ansiedade, e cerca dos 40 minutos com o resultado em 17-15, entra para a baliza de Portugal, Humberto Gomes que fez uma excelente partida na nossa opinião, juntamente com Sérgio Barros (4 golos), nas suas acções de contra ataque, mas Portugal continuou a mostrar deficit de concentração, e permitiu que os sérvios igualassem a 17 golos, cerca dos 42 minutos, para logo de seguida passarem para a frente do marcador, chegando aos 19-17, cerca dos 45 minutos com Portugal a tudo tentar, jogando com 7 jogadores no ataque, durante bastante tempo, e a partir desse momento a equipa da Sérvia, nunca mais perdeu a sua noção de jogo, enquanto a Selecção Nacional, foi perdendo eficácia, crença e até o seu rumo, com a Sérvia a chegar aos 24-22 cerca dos 57 minutos de jogo, para Portugal chegar à igualdade nos últimos 2 minutos. Devemos ainda referir as excelentes prestações do guarda-redes da Sérvia Vladimir Cupara, que entrou no segundo tempo, e ainda para Bogdan Radivojevic (6 golos), e Stevan Sretenovic (4 golos, 1 de 7 metros), que estiveram acima da média, assim como Pedro Portela (5 golos, 4 de 7 metros). Portugal demonstrou que na Sérvia fez uma partida aquém daquilo que pode fazer, e na Povoa, mostrou a razão, porque foi eliminado sem honra, pois esta igualdade, para nada serviu, e o “milagre” de que esperávamos não surgiu. Com a arbitragem da dupla turca, constituída por Kursad Erdogan e Ibrahim Ozdeniz, estiveram equilibrados em termos de sanção progressiva, mas ficou muito aquém daquilo que consideramos como mínimo, para uma dupla internacional, pois falharam diversas vezes em termos de 7 metros, e da lei da vantagem,  e sobre os apoios .

Resultados
1.ª Mão
Dia 10-06-18
Sérvia 28 – 21 Portugal
2.ª Mão
Dia 14-06-18
Portugal 25 – 25 Sérvia

Equipas apuradas através do Play OFF, para o Campeonato Mundial de Seniores Masculinos de 2019 será realizado numa organização conjunta da Dinamarca e da Alemanha, de 13 a 17-01-19 – Sérvia, Islândia, Rússia, Hungria, Áustria, Macedónia, Suécia, Noruega, e Croácia. 

O Banhadas Andebol

Jogos do Mediterrâneo – Andebol – 2018 - I


ANDEBOL NA XVIII EDIÇÃO
TARRAGONA - 2018

Finalmente, Portugal estará representado em Andebol (não confundir estes jogos chamados Jogos do Mediterrâneo, com os Jogos do Mediterrâneo, organizados pela Confederação de Andebol do Mediterrâneo, de que Portugal foi Fundador, em 2004), e nos dois géneros nesta prova que deveria ter-se realizado em 2017, sendo adiada por razões internas para esta data, Portugal, será a maior representação em número de atletas (32), e em Masculinos será representado pela Selecção de Juniores A (13 equipas), e em Femininos pela Selecção A (10 equipas).

Os Jogos decorrem em Tarragona de 23 de junho a 1 de Julho de 2018.

Hoje iremos dar a conhecer todos os atletas convocados para as duas Selecções. Como de costume sem qualquer comentário adicional.

Convocadas para a a Selecção A, Feminina
Portugal ficou integrado no Grupo A, juntamente com Espanha, Eslovénia, Grécia, e Itália.

Convocados para a Selecção de Juniores A Masculina
Portugal ficou integrado no Grupo C, juntamente com Espanha, e a Grécia.

Os jogos serão disputados no Pavilhão, do CE Vendrell (Vendrell) e no Catalunya Sports Palace (Tarragona).

Em próximo texto daremos conta do calendário das equipas Nacionais.

O Noticias

Super Globe – 2018- I


SUPER GLOBE – 2018

Já se começaram a definir algumas das 8 equipas que este ano disputarão a “Super Globe”, que este ano será disputado de 16 a 19 de Outubro de 2018, (assinalará a 12.ª edição) como de costume em Doha no Qatar (9.º ano consecutivo). Na sequência do verificado na época anterior, a IHF através de um Wild Card, designará o 8.º participante, e que deverá como normalmente têm sucedido num forte clube Europeu, e como normalmente participarão duas (2) equipas da Ásia (O Campeão do Continente e o Qatar, como País organizador, designará um Clube), sendo os restantes participantes um representante de cada Continente.

Equipas participantes Já defenidas:

Barcelona – (Campeão em Titulo)
Zamalek (Egipto) – (Campeão da Liga Africana)
Al Najma Club (Bahrein) – (Campeão da Liga Asiática)
Sydney University Handball (Australia) – (Campeão da Oceânia)
Handebol Taubaté (Brasil) – Campeão Pan-americano de Clubes)
Montpellier (França) – (Campeão da Liga Europeia)

A Definir:

(Wild Card) – IHF
(Wild Card) – Organização

Os vencedores do Torneio até ao momento são:

2010 – Atlético Madrid (Espanha)
2011 - THW Kiel (Alemanha)
2012 – Atlético Madrid (Espanha)
2013 – FC Barcelona (Espanha)
2014 – FC Barcelona (Espanha)
2015 - Fuchese Berlin (Alemanha)
2016 - Fuchese Berlin (Alemanha)
2017 – Barcelona (Espanha)

O Analista

quarta-feira, 13 de junho de 2018

PO06 Fase Final – 2017 / 2018 – V


Cronica ligeira sobre a Fase final desta prova, que está a ser disputada no mesmo formato competitivo, da época anterior.

Desta feita sem representação das Regiões Insulares.

PO06 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juvenis Masculinos

Desta feita sem representação das Regiões Insulares.

5.ª Jornada
Dia 09-06-18
Benfica A 34 – 34 ABC
Águas Santas 24 – 17 Sporting A

Campeão Nacional – Sporting
Descem de Divisão – Ismai, SC Espinho, Juventude Lis e Évora AC.

Jornada que se segue à atribuição do Titulo, e que corresponde à 2.ª jornada da 2.ª volta desta Fase Final, verificaram-se alterações em todos os resultados ocorridos na jornada similar da 1.ª volta, e onde tivemos a primeira derrota do já Campeão Nacional, num encontro onde se verificaram ocorrências disciplinares. Verificando-se uma diminuição das assistências que se têm verificado nos jogos desta prova.

Na Quinta Marrocos o Benfica recebeu o ABC, e num encontro onde imperou o equilíbrio, apesar do Benfica chegar ao intervalo a vencer por 17-14, depois de se ter verificado por exemplo uma igualdade a 7 golos, no segundo tempo a equipa maiata com uma reacção e uma boa postura competitiva, conseguiu superiorizar-se e terminar o encontro numa igualdade. NO Benfica, Joaquim Nazaré com 8 golos, Tomas Rodrigues e Luís Cabral ambos com 6 golos cada, foram os seus melhores marcadores, por sua o Águas Santas, que teve dez atletas a marcarem golos, teve em Vinicius Fonseca com 10 golos, o seu principal marcador. No pavilhão do Águas Santas, disputou-se o Águas Santas / Sporting (encontro com ocorrências disciplinares), onde os maiatos comandaram o marcador praticamente durante os 60 minutos, jogando diante uma equipa que foi demasiado confiante, e chegou ao intervalo já na frente do marcador por 14-7, margem que lhe permitia uma total gestão do jogo e do marcador, onde nos segundos 30 minutos chegaram a ter vantagens de 9 golos, como por exemplo aos 21-12, ou 23-14, para depois permitirem uma ligeira recuperação ao Sporting, terminando o jogo com o mesmo diferencial que se verificava ao intervalo, com este resultado a equipa maiata obteve a sua primeira vitória nesta Fase da Prova. Tiago Pereira com 8 golos, e António Carvalho com 6 golos, foram os melhores marcadores do Águas Santas, por sua vez no Sporting o seu melhor marcador não passou dos 4 golos e foi Gonçalo Delgado.

Classificação após esta jornada – 1.º Sporting A (13 pontos), 2.º Benfica A, ABC, e Águas Santas (9 pontos).

O Formador

EURO 2018 FEMININO – FRANÇA – XXI - SORTEIO


EURO 2018 FEMININO – FRANÇA
(HANDBALLISSIME)
FASE FINAL

Realizou-se em 12-06-18 o Sorteio da Fase Final do Euro 2018 a realizar de 29 de Novembro a 16 de Dezembro de 2018 em França.

Já Apurado:
França País Organizador

Equipas Qualificadas - Noruega, Croácia, Montenegro, Polónia, Sérvia, Suécia, Roménia, Róssia, Dinamarca, República Checa, Eslovénia, Espanha, Alemanha, Hungria, e Holanda

O apuramento foi feito pelos dois (2) primeiros classificados de cada um dos 7 Grupos, são os apurados diretamente pata a Fase Final, a que se juntará o melhor dos 3.º’s classificados de entre todos os Grupos. Para a elaboração desta classificação não contam os resultados verificados com o 4.º classificado de cada grupo.

Nota - Nos procedimentos do sorteio, ficou a saber-se com antecedência de que:

Dinamarca – Seria colocada no Grupo A – A disputar em Nantes
França – Seria colocada no Grupo B – A disputar em Nancy
Holanda – Seria colocada no Grupo C – A disputar em Montbéliard
Noruega – Seria colocada no Grupo D – A disputar em Brest

Grupos na Fase Preliminar – de 29-11-18 a 05-12-18

Grupo A – Dinamarca, Sérvia, Suécia, e Polónia.
Grupo B – França, Montenegro, Rússia, e Eslovénia.
Grupo C – Hungria, Espanha, Holanda, e Croácia.
Grupo D – Noruega, Roménia, Alemanha, e República Checa.
Após este sorteio, e na nossa opinião os Grupos A e C, serão provavelmente os mais fortes, e os mais equilibrados, no entanto o Grupo B, será provavelmente aquele que se lhe seguirá, mas isto são apenas opiniões que será sempre questionáveis, e que não teremos qualquer problema, em que tal facto exista, pois não somos donos da opinião única, mas da pluralidade da mesma.

Os 3 primeiros classificados de cada Grupo, serão apurados para disputar a Main Round, criando o Grupo I (Nantes), que juntará os apurados dos grupos A e B, e o Grupo II (Nancy), que juntará os apurados dos Grupos C e D, sendo disputada entre 06 e 12-12-18

Depois será disputados diretamente os jogos classificativos do 5.º e 6.º lugar, pelos terceiros classificados da Main Round e as 1/2 Final no dia 14-12-18 (Paris Arena)

Os jogos para definir o 3.º e o 4.º Lugar, e a Final serão realizados em 16-12-18 (Paris Arena).

O Noticias.

PO13 – 2017 / 2018 – Fase Final


Realizou-se este fim-de-semana (de 08 a 10-06-18) A Fase Final em regime de concentração em Porto Salvo (Oeiras), no Pavilhão da Escola Aquilino Ribeiro, a Fase Final da PO13 (Campeonato Nacional Iniciados Femininos), prova não fixa, que tal como todas as provas não fixas, teve a sua 1.ª Fase a ser disputada sob a responsabilidade das associações.

PORTO SALVO A CAMPEÃO NACIONAL
(Sucede ao CA Leça)
(Foto FAP)
PO13 – Campeonato Nacional de Iniciados Femininos

Foi Campeã Nacional a equipa do Sim Porto Salvo A, que assim sucede ao Bicampeão Nacional CA Leça, e terminou esta Fase Final sem derrotas. Como esta prova Nacional é a não fixa, não existem descidas de divisão.

Modelo Competitivo:

Os clubes apurados da 1ª Fase serão agrupados na 2ª Fase em 3 zonas geográficas (TXT a 2 voltas). O 1º Classificado de cada zona fica apurado para a Fase Final. O 2º Classificado de cada zona disputa uma fase de apuramento com o representante da região Autónoma da Madeira (TXT a 1 volta – regime concentração), sendo que o 1º Classificado fica apurado para disputar a Fase Final (TXT a 1 volta – regime concentração). O 1º Classificado será Campeão Nacional.

Equipas Participantes – CA Leça, ARC Alpendorada, Porto Salvo A, e Maiastars.

Fase Final - Resultados

1.ª Jornada- Dia 08-06-18
Porto Salvo A 34 – 33 ARC Alpendorada
Maiastars 25 – 33 CA Leça
2.ª Jornada – Dia 09-06-18
ARC Alpendorada 26 – 17 CA Leça
Porto Salvo A 40 – 29 Maiastars
3.ª Jornada – Dia 10-06-18
Maiastars 21 – 37 ARC Alpendorada
CA Leça 33 – 39 Porto Salvo A

Classificação Final1.º Porto Salvo (9 pontos), 2.º ARC Alpendorada (7 pontos), 3.º CA Leça (5 pontos) e 4.º Maiastars (3 pontos).

Algumas Notas

Fase Final disputada entre várias equipas que se encontram no “topo” do andebol Nacional, em especial na formação. Com a equipa Campeã Nacional a terminar sem derrotas.

De registar que apesar de algum desequilíbrio de resultados verificado na maioria dos encontros, que foram sempre presenciados com uma assistência, por vezes razoável, para o escalão.

Um dos fatores de grande positivismo desta prova residiu no exemplar comportamento disciplinar das equipas, pois não existiram jogos com ocorrências disciplinares registadas.

Uma palavra de incentivo e agradecimento para os jovens árbitros presentes.

O Formador

terça-feira, 12 de junho de 2018

Torneio das 4 Nações – Juniores Femininos -2018 - I


TORNEIO DA 4 NAÇÕES – SUB-20 - FEMININOS

Tal como em épocas anteriores a participação da Selecção Nacional de Juniores Sub-20 Feminino neste torneio (Apt - França) serve de preparação para a disputa da Fase Final do Mundial da Categoria que se disputa na Hungria de 1 a 14 de Julho de 2018.
(Foto FAP / IHF)
A participação de Portugal neste torneio, onde terá a companhia da França, Espanha e Alemanha, não tem sido de molde a criar grandes expectativas, pois nas suas últimas participações, a nossa classificação (com exceção de 2015, onde obtivemos um excelente 2.º lugar, atrás da Alemanha, num torneio que foi disputado em Portugal) têm-se resumido ao último lugar, sem termos averbado qualquer resultado positivo. Desta vez esperamos sinceramente que esta participação nos traga pelo menos esperanças de uma digna participação. Portugal viajará para Debrecen na Hungria no dia 25 de Junho.

De referir que este torneio se disputa de 22 a 24 de Junho de 2018, e é antecedido de um estágio em Almada de 17 a 21 de Junho de 2018.

Convocatória – Sem comentário
imagem

Calendário:

1ª Jornada
Dia 22-06-18
França – Portugal (17H00)
Espanha – Alemanha (19H00)

2ª Jornada
Dia 23-06-18
Portugal – Espanha (17H00)
Alemanha – França (19H00)

3ª Jornada
Dia 24-06-28
Portugal - Alemanha (16H00)
Espanha – França (18H00)

Horas em Portugal

O Formador

PO11 – 2017 / 2018 – Fase Final


Realizou-se este fim-de-semana (de 08 a 10-06-18) no Pavilhão da Escola Secundária de Alcanena a fase Final da PO11 (Campeonato Nacional Juniores Femininos), prova não fixa, que tal como todas as provas não fixas, teve a sua 1.ª Fase a ser disputada sob a responsabilidade das associações.

JAC-ALCANENA CAMPEÃ NACIONAL
(Sucede ao Colégio Gaia)
(Foto FAP)

PO11 – Campeonato Nacional de Juniores Femininos

Sagrou-se Campeão Nacional a equipa do JAC-Alcanena, que terminou sem derrotas a Fase Final, sucedendo ao Colégio de Gaia.

Modelo Competitivo: Sem alterações em relação á última época.

Os clubes apurados da 1ª Fase serão agrupados na 2ª Fase em duas zonas geográficas jogando TXT a 2 voltas, apurando-se o 1º Classificado para a Fase Final. O 2º Classificado de cada zona mais o representante da A.A. Madeira, disputam a Fase de Apuramento (TXT a 1 volta - regime concentração) apurando-se os dois primeiros classificados para a Fase Final (TXT a 1 volta – regime concentração). O 1º classificado será Campeão Nacional.

Clubes participantes – Maiastars, Alavarium, JAC-Alcanena, CS Madeira.

Fase Final - Resultados

1.ª Jornada- Dia 08-06-18
Maiastars 34 – 28 Alavarium
CS Madeira 20 – 28 JAC-Alcanena
2.ª Jornada – Dia 09-06-18
Alavarium 28 – 28 JAC-Alcanena
Maiastars 28 – 20 CS Madeira
3.ª Jornada – Dia 10-06-18
CS Madeira 19 – 32 Alavarium
JAC-Alcanena 26 – 25 Maiastars

Classificação Final1.º JAC-Alcanena (8 pontos), 2.º Maiastars (7 pontos), 3.º Alavarium (6 pontos), e 4.º CS Madeira (3 pontos).

Algumas notas

Titulo Nacional decidido, na última jornada num jogo de grande equilíbrio conforme o resultado final o demonstra.

De destacar ainda que as principais formações como por exemplo o Maiastars, ou o JAC-Alcanena, apresentaram nos jogos desta Fase Final, as suas principais atletas.

Nota positiva, para o facto da prova se ter realizado, com apenas um encontro a registar ocorrências disciplinares (Maiastars / Alavarium), e com boas assistências, em especial quando jogava a equipa da “casa”.

Por fim uma palavra pela negativa que ao contrário de épocas anteriores a Andebol TV, esteve completamente ausente. 

O Formador