gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Duplas de Árbitros – FAP e LPA Época 2008/2009

Estranho o CA da FAP, tomou posse em 5 de Julho de 2008, entretanto já se realizaram, várias acções sobre as novas Orientações técnicas “ Obrigatórias “ para serem aplicadas na nova época , já se fizeram certamente várias sessões de testes de aptidão física, e até ao momento não existe qualquer comunicado da FAP , nem com os resultados dos testes, nem sequer com a constituição das duplas pelas diversas categorias conforme estipula o Titulo 15 do Regulamento Geral da FAP e Associações .

Na presença de tantos incumprimentos, “bizarramente” , no site da LPA , já existe ( com data de 29-07-08 ) a lista das duplas que irão actuar na época que se inicia em 31-08-08. Como é possível !!! No entanto, pergunta-se face ao quadro competitivo da LPA , são necessárias 12 Duplas !!! Para quê !!! O que justifica tal facto !!! No nosso entender nada o justifica, não a ser para satisfazer alguém !!!

Mas conforme se pode verificar no quadro abaixo, surge uma dupla com a Observação “Condicionada” , mais uma aberração, então agora existem duplas condicionadas , ou será que também tem incumprimentos !!! O CA da LPA, não pode ter duplas condicionadas seja por que motivo for, ou estão aptas ou não estão, não existem duplas condicionadas. Nós questionamos ainda como publica o CA da LPA as duplas para a nova época sem o CA da FAP, cumprir as normas estabelecidas regulamentarmente ?

Outra anormalidade do quadro do CA da LPA, é a falta de respeito para com o Árbitro Internacional António Goulão, e porquê ? Num campo informa que a dupla Eurico Nicolau / Ivan Caçador são quadros IHF , e a dupla Duarte Santos / Ricardo Vieira são quadros EHF , então e o quadro António Goulão!!! , nem no campo observações diz nada. Não existe procuração de ninguém , porque felizmente mantemos a equidistância, mas não podemos deixar passar em claro situações de injustiça pura.
O Analista

10 comentários:

andebol7metros disse...

Isto realmente.Condicionado.É que não se percebe o que querem dizer com aquilo não tem qualquer tipo de legenda nada eu próprio tive a ver.O António Goulão foi um que serviu enquanto cá esteve agora como se diz BYE BYE

Anónimo disse...

Esta tema da arbitragem e seus membros e estando faalr da LPA a coisa fica preta e sem sentido, tal a falta de respeito por todos os elementos que de uma maneira ou de outra integram a LPA Jogadores, treinadores e árbitros, dirigentes e apoios financeiros da Prova.
Mas tratar ou omitir o melhor arbitro português António Goulão, a nivel nacional e Internacional de sempre e brincar com uma carreira brilhante na arbitragem é no mínimo estúpido e lamentável.
Por estas e por outras é que a LPA não sai da crise não dá importância do jogo, mas trata de forma infantil e grotesca os principais dirigentes da arbitragem.
Parabéns Macau e Goulão e muito obrigado por tudo o que fizeram pelo nosso Andebol.
Tenham juízo e vazem da modalidade....

Anónimo disse...

Infelizmente o CA da FAP , também só mete o pé na argola, e é por isso que alguns se vão embora

Anónimo disse...

Em relação ao anónimo. das 10.58 de 13.08 gostava de saber quem que se foi embora?
É pena que só agora se fale nos árbitros, que têm os prémios em atraso e outros pagamentos como sub. de alimentação, deslocações algumas no valor de algumas centenas de Euros como deslocações ao Algarve,Porto, Alentejo e Ilhas ,isto só para exemplificar pois os valores em divida por arbitro devem ascender aos 3.000 Euros (+-). Se bem se lembram Houve um Link há coisa de um mês e meio sobre o estado do andebol em geral que já colocava o dedo na ferida do que agora se está a passar Da Dra. Maria José Tenham a amabilidade de ir ver os comentários do do seu Blogue e depois logo verão quem têm razão.
Continuam a ser os árbitros a fomentar a modalidade pois são os mesmos que colocam o dinheiro há frente para as despesas e depois estão há espera para receber há 5 meses como se pode contactar, pois desde Março que os mesmos não vêem um Euro. Os Meses de de Março,Abril,Maio e Junho é Mentira, "Nada".; Mas Para irem de férias Houve dinheiro, bem como para as selecções para irem ao Brasil e Roménia. Não Temos nada contra as selecções, mas deve haver um pouco de vergonha pois para fazer reciclagens com impacto como foi a de STA. Maria da Feira já houve dinheiro e mais uma vez foram os coitados dos árbitros e demais agentes a desembolsar dinheiro para a sua deslocação.Vamos entrar na Época 2008/2009 com os mesmos problemas de sempre, não se realizam reuniões para se debater os custos que os árbitros têm de suportar como devem de calcular e sabem as portagens cada vez estão mais caras os combustíveis também fora o desgaste das nossas viaturas que também custos e os SR(S). da FAP nada querem saber.
Sei que nos dizer que este item deve ser a APOMA a discutir com a FAP, mas como se o único elemento que lhes fazia frente a FAP já o despachou.
São os árbitros mais uma vez que suportam os custos dos equipamentos pois há duas Épocas que não há equipamentos. E Por aqui vou ficar muito mais havia para desabafar mas fica para uma próxima oportunidade .
Agora uma coisa é certa não andem a vender gato por lebre, pois primeiro deve-se arrumar a casa por baixo nunca pelo telhado pois dá sempre mal resultado e os SRS. da FAP sejam mais Humildes pois fica sempre bem e depois não venham dizer mal dos Blogues quando os assuntos não lhes agradam ou atingem. OBR. Pelo V/ Apoio há nossa causa.

Anónimo disse...

Aquilo que eu sei é que este blog deu conhecimento do trabalho e até deu o link para o artigo da Dra. M. José, agora o que seu é que se a FAP despacho o único elemento da APAOMA que lhe fazia frente a culpa é nossa, pois eu também sou árbitro de não correremos com eles e de não elegermos pessoas capazes e competentes , principalmente ex- árbitros , que é a única forma de não haver interesses indirectos.

Anónimo disse...

Esta antecipação da Liga na designação dos árbitros não surpreende e surge num quadro de total desrespeito (como já vem sendo hábito) pela entidade tutelar do andebol nacional. Este desrespeito é sistemático por parte da Liga e deixa antever pouca predisposição por parte desta, para alterar o xadrez vigente nas relações entre a Liga e a FAP. Aliás não me surpreenderia nada que numa atitude de provocação, a Liga indique para a Direcção da FAP uma figura menor, em vez de indicar o nome do Presidente tal como aconteceu até agora.
O motivo deste tipo de politica pode ter duas vertentes: miopia, ou desespero. Se é por miopia (penso ser este o motivo), só demonstra que a actual Direcção da Liga não tem rasgo nem dimensão (politica e intelectual) para estar à frente dos destinos de uma organização desta envergadura. Aliás, as recentes declarações do Presidente da Liga, face ao dossier “ISAVE”, demonstram à saciedade esta falta de massa encefálica no órgão dirigente. As lacunas do ISAVE tem sido prática corrente nos clubes da Liga, só que os clubes que a praticam têm nomes mais sonantes que o ISAVE. Claro que o silêncio era mais que recomendável, era exigível até ao ponto da ruptura (se esta se verificar), mas a necessidade de protagonismo tolhe muitas vezes a razão!
Este ano é que vai ser? Este ano quem não cumprir vai ser penalizado? Vamos espera sentados para ver a Liga a subtrair pontos ao F C Porto, ABC, Belenenses, etc. sempre que estes se atrasem com as suas obrigações, tal como mandam os regulamentos. Sabem quantos clubes ainda estão em falta em relação à época passada? Vários, só que o ISAVE é que é o exemplo. Como vai a Liga reagir daqui a dois meses quando os clubes falharem? Se for o ISAVE subtraem-se pontos, se for outro ignora!
Mas não podemos colocar de lado a possibilidade que esta atitude seja recorrente de desespero. Os ventos não são nada favoráveis para o futuro do profissionalismo, logo, há duas formas de assumir esta desventura: a primeira será com humildade e todos percebemos que não existem culpados neste quadro (ou então são todos responsáveis Liga e FAP), porque a conjectura económica deu uma volta de 180 graus e é normal que as dificuldades sejam maiores. Modéstia, diálogo e a busca de soluções conjuntas, deveria ser o caminho a seguir, mas é preciso ter dimensão intelectual e humana para que esta possa ser a solução.
A segunda forma será aquela velha máxima: atira-te ao mar e diz que te empurraram!
Mas este desrespeito da Liga para com a FAP, vai pela certa ter uma resposta eficaz por parte da FAP, que se traduzirá em falta de respeito pelos árbitros. E assim vamos andando e rindo!
Qual tem sido o papel da FAP no meio disto tudo? Aproveita as circunstâncias e faz o papel de coitadinha, nada fazendo para que algo se altere, apostando claramente no desgaste da Liga.
O Sr. Presidente da FAP tem uma mão cheia de argumentos favoráveis que lhe permitem fazer o papel de vítima. Mas não será o Sr. Presidente, no papel de Presidente, o primeiro a ter a obrigação de dar os passos necessários para que algo se altere? Está o Sr. Presidente à espera que as pessoas rastejem até si para se sentir glorificado?
E o grande mentor da candidatura da Direcção da FAP, Augusto Silva? Dorme tranquilo sobre este xadrez? O grande objectivo não era a pacificação? Conseguiu reunir as associações à volta de um projecto que se queria unificador, não será hora de voltar a reunir as associações para impor rumo ao projecto?
Seria muito bom se estes protagonistas se sentassem de uma vez por todas à volta de uma mesa e pensassem andebol de uma forma positiva, deixando de lado o seu umbigo por momentos. O Andebol agradecia imenso!

Anónimo disse...

Face á realidade e se houvesse unidade na arbitragem um greve á primeira jornada do andebol nacional senior LPA e FPA era remédio santo e mas todos e os principais á cabeça e não a arraia miúda.
Sejam coerentes e deixam de andar a lamentar nos blogs quando tem meios objectivos para como classe da arbitragem resolverem os problemas e basta uma reunião com os responsáveis da FPA, e ou sim ou sopas....
DO

Anónimo disse...

Ao leitor das 23:59, apenas digo o seguinte a falta de respeito não é para com a FAP, pois se a LPA já indicou as duplas de certeza que a FAP subia já quais as duplas, e já realizaram a reunião que era costume efectuarem todas as épocas , pensamos nós, a FAP é que está em falta com a não divulgação das duplas e mais na Liga segundo seu não há figuras menores, pois em relação a nós árbitros cumpriu sempre tudo e na hora, o que nunca aconteceu , principalmente na FAP, quanto aos incumprimentos não tenho a sensação de que anda adormecido ou fez o texto de encomenda, pois já existiram subtracção de pontos por incumprimentos. Pois que eu saiba na Liga não existem Dirigentes profissionais, ao contrário da FAP. Não seja tão distraído.Ou é um daqueles defensores acérrimos da FAP , que já veio de férias.

Anónimo disse...

Coincidencia ou não, parece que este tópico surtiu efeito!
O qaudro das duplas da LPA já foi hoje actualizado, e já consta com todos os detalhes nas observações, continuando no entanto com uma dupla condicionada, não dizem porquê?!!?
De resto, a prestação de António Goulão pode ser já amanhã apreciada no torneio de S. Mateus, com a sua nova dupla europeia.
Boa sorte para esta dupla, pelo que me lembro será a 1ª dupla ibérica a actuar na Europa; quem saber não terá imenso sucesso, uma vez que ambos são pessoas serenas e de uma humildade e trato impecável!!!! Boa sorte para eles e para a outra dupla presente em Viseu.

Anónimo disse...

O vosso artigo serviu para alguma coisa pelo menos o Site da LPA, já está actualizado mas verificando a data da actualização só foi feita no dia 14, ou seja depois do artigo. Estou convencido que se não o fazem não teriam a coragem de o actualizar como deve ser. Parabéns Banhadas continuem , vocês fazem falta.