gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Federação – Eleições – 2012 - VI

Dando continuidade às informações que nos comprometemos a dar, sempre que existam novidades, e informações credíveis, as divulgaríamos aos nossos leitores. Assim hoje informamos:

Através do Portal da FAP, ficamos a conhecer a lista que António Marreiros, apresentou para o Conselho de Arbitragem.

Transcrevendo o da FAP, a lista é constituída por:

Presidente - António Maria Gordicho Marreiros
Vice – presidenteJorge Manuel Fernandes Cerdeira Gil
Vice – presidenteCarlos dos Santos Joaquim
VogalDario Armando Nunes Garrido Ramos
Vogal – Felisberto Duarte Silva
Suplente – Ricardo Bruno Gonçalves Faria

Secção Das Competições não Profissionais
Presidente - António Maria Gordicho Marreiros
Vice – presidenteCarlos dos Santos Joaquim
Vogal – Felisberto Duarte Silva

Secção de Avaliação dos Árbitros
Presidente - António Maria Gordicho Marreiros
Vice – presidenteJorge Manuel Fernandes Cerdeira Gil
VogalDario Armando Nunes Garrido Ramos

Num breve comentário, diremos que pelo afastamento que a grande maioria, para não dizer a totalidade destes elementos, tem da realidade da modalidade, irá encontrar grandes dificuldades de actuação, principalmente sabendo que o CA não é um “sindicato” ou uma Associação de Classe”, pois apenas lhe compete coordenar actividade estabelecer os parâmetros de formação e proceder à sua classificação técnica.

A lista engloba ex-dirigentes da APAOMA, que é a grande apoiante desta lista, e ex-elementos da extinta LIGA, no entanto não compreendemos, como pode um elemento que se encontra no Funchal, estar numa secção que envolve a responsabilidade de todas as nomeações, a não ser que o trabalho seja para ser entregue ao Vice-presidente, também não se entende como pode alguém que “sofre” de clubite, e até tem comportamentos condenáveis enquanto dirigente responsável quando vê o seu clube, estar numa lista destas. Será foi 1.ª 2.ª ou 3.ª escolha.

O Noticias

29 comentários:

Anónimo disse...

Será que esta lista tem algum apoio junto das Associações mais importantes no capitulo de arbitragem? Julgo que não... Braga, Porto, Aveiro, Leiria, etc, não ligam com estas pessoas, pois eles não estão a par da realidade atual do Andebol e Arbitragem nacional e Regional.

Anónimo disse...

Ena pá o Cajó nas nomeações, fica giro fica, vai ser ipor que naliga pois aqui o clube dele tem mais escalões, e olhem que o rapaz não ofende ninguem se o clube dele ganhar sempre, vai não ía ser bonito, é pá Marreiros não tinhas outro para escolher andaste cheio de azar ao escolher este, mas não só tens outros que é bredar aos céus mas agora falo só deste, os outros é para depois.

Rui Silva disse...

Têm a certeza que esta é uma lista séria ao CAFAP?
Não pode ser !!!
Alguém anda a brincar ou acordou numa manhã de nevoeiro e resolveu ressuscitar algus mortos.

Prefiro pensar que se trata de brincadeira.

Anónimo disse...

Esta lista deve ser para gozar com o pessoal do andebol.
Esta gente desapareceu do meio andebolistico há anos, não fazem ideia como funciona a FAP e o Conselho de Arbitragem e ainda têm o apoio do Trinca, pois que a Apaoma não existe.
Esta gente pensao que o CA é um sindicato como bem diz "O Noticias"?
Há delegados que apoioam estas pessoas?
Isto era atirar a arbitragem para tempos longinquos.
Ainda estão a tempo de ter uma saída airosa....

Anónimo disse...

Esta lista não é nada mais de que uma lista apresentada pelo Sr. Trinca que não conseguiu impor a sua 1 Aposta porque o Major foi corrido e depois foi buscar um recalcado que quando que quando quando levou a banhada que levou na lista do Salvador disse o que disse dos delegados "que eram uns merdas que não tinham opinião que eram uns encostados ao poder etc etc.."
esperemos o que vai dizer quando sobre que não foi eleito Presidente do CA
Espero que a FAP TV file esse momento como o fez a 6 meses para que o publico e o delegados vejam o tipo de homem que ele é!!
Espero que o no CA coloque o Sr. Trinca no devido lugar dele porque um árbitro que não sabe as regras não pode arbitrar muito menos ser o intitulado presidente de uma Associação de árbitros moribunda !!!

Anónimo disse...

Marreiros não voltes a passar vergonhas desiste antes de ires a votos !!
Só te escolheram porque o outra opção morreu na praia !!!
Só uma pessoa como tu ainda não viu que vais levar um banho !!!
Com O CAJÒ ????
Com O Afilhado do Pinto da Costa ???
Com o Outro menino da Madeira quer vir para o CA Para ganhar mais umas milhas para o cartão dourado
??
Meu Deus no que te metes-te
Tó Maria Olha para trás e vê que ninguem te acompanha apenas te empurraram !!!

Anónimo disse...

O Marreiros foi empurrado por aqueles Artista do Trinca só porque não gostou que o Goulão lhe casca-se na cabeça por ele ser um mau árbitros e agora como o Padrinho levou com o chinelo tinha de arranjar outro par tentar manter-se na crista da onda !!
Espero que o novo CA quando for eleito os coloque no lugar certo !!!

Anónimo disse...

Sou delegado e vou votar !!
Mas gostava que me esclarece-sem um coisa QUEM É QUE ESTÁ A CONCORRER AO CA DA FAP É O MARREIROS OU A APAOMA???
Do Marreiros ainda não ouvi uma palavra!!
Da APAOMA (sindicato)todos os dias me chegar queixinhas o Banhadas tem razão parece que o CA é um sindicato !!
O Sr Trinca está desesperado para manter o protagonismo..

Anónimo disse...

O minimo que se pede ao Banhadas é ser sério e verdadeiro, já que independente todos percebem que não é.

Então o Goulão, Manuel Conceição, Rui Tomás e Rui Freitas não foram também dirigentes da APAOMA?! Tiveram tanta responsabilidade na APAOMA quanto os membros da outra lista. Chega-se ao cumulo de esquecer que António Marreiros e António Goulão eram ambos vice presidentes na mesma Direcção.

O Banhadas certamente apenas se refere ao Marreiros porque ele deu a cara e trabalhou enquanto que o Goulão nada fez pelos colegas enquanto vice-presidente da Direcção da APAOMA. Certamente porque a APAOMA não dá visibilidade nem projecção pessoal que é o que realmente interessa ao Goulão.

Existir um elemento do Funchal numa lista não me choca e até deve ser louvada a descentralização no andebol. Parece-me até que é mais rapido vir do Funchal para Lisboa do que de Aveiro e muito menos de Braga ou de Viana do Castelo.

Pior do que a distancia é a disponibilidade das pessoas. Pergunto como pode um funcionário público de uma Câmara Municipal com contrato de exclusividade, que desempenha funções na EHF e IHF que o levam a estar ausente do país, ter disponibilidade para vir semanalmente a Lisboa presidir a reuniões do CA?

Como podem marinheiros de profissão assumir cargos no CA quando sabem que podem embarcar e ausentar-se do pais por longas temporadas (como aconteceu com o Galambas que teve uma época toda fora)?

O facto dos elementos desta lista não desempenharem qualquer cargo no andebol e de agora apresentarem uma lista é claramente contrário ao que o Banhadas escreve. Ou seja não significa que estiveram afastados da modalidade, bem pelo contrário, significa que a acompanharam e não concordaram com o estado em que está, pretendendo elevar a arbitragem para patamares que já teve.

Recebi, enquanto delegado da FAP, uma missiva da lista do Goulão com as nomeações dos árbitros e delegados para competições internacionais, que demonstra claramente duas coisas: primeiro a falta de ambição do Goulão, ao louvar nomeações sem grande relavância, quando o que eu queria para a arbitragem portuguesa era receber uma missiva a dizer que o Eurico e Ivan foram nomeados para o Mundial masculino e que o Duarte e Ricardo Santos estavam nomeados para o Europeu feminino. Era isso que gostava que resultasse deste anos todos em que Goulão esteve no CA da FAP, mas pelo contrário recebo uma missiva a louvar nomeações sem qualquer relevo extraordinário; em segundo lugar demonstra claramente que para Goulão o que realmente interessa são as nomeações enquanto Delegado da EHF.

O Goulão foi clamorosamente derrotado nas eleições para o CA da EHF. Infelizmente essa derrota tão expressa (que eu não desejei) é que não traz qualquer prestigio ao nosso andebol.

Importa questionar o porquê dos árbitros da EHF não apoiarem e não terem votado no Goulão! Importa questionar o porquê dos árbitros portugueses, através da APAOMA, já terem expresso que não irão votar no Goulão!

Ora, se são os próprios árbitros que não querem o Goulão no CA, eu, enquanto delegado da FAP, apesar de ter subscrito a lista do Goulão irei votar na lista A do Marreiros, dando-lhes o beneficio da dúvida pois Goulão já lá está há muitos anos e os resultados são os que todos sabemos: uma arbitragem cada vez pior, sem qualidade e arrogante.

Anónimo disse...

Exmo Sr Anónimo de 31 Out 2012: Passo a esclarecer o seguinte: Os árbitros que não querem o Goulão no CA (" Importa questionar o porquê dos árbitros portugueses, através da APAOMA, já terem expresso que não irão votar no Goulão!" são os árbitros falecidos da Madeira e Lisboa pois foram esses que ganharam as eleições na APAOMA pois segundo sei há falta de árbitros tanto num local como noutro, basta estar atento às nomeações e à dois anos eram cerca de trezentos nessas duas Associações. O que fez a APAOMA que o sr. defende para os manter no activo. Nada pois eles não existem. Os vivos e que continuam no activo preferem o GOULÃO. Força Tó Zé

Anónimo disse...

Ao delegado á Assembleia que vai votar Marreiros e escreveu da forma que escreveu, a mando ou escrevendo o próprio mas dando á imagem de um delegado, direi o seguinte, o Marreiros foi o único Vice presidente da APAOMA, que teve o descaramento de acompanhar o Presidente até ao dia de suposta apresentação de contas, que afinal não existiam, e isto sim é lamentável, pois geriu e reuniu diversas vezes com outros organismos e sempre só os sobreviventes Presidente e o seu Vice Marreiros, e quando foi apresentado um suposto documento escrito pelo Presidente do Conselho Fiscal, o mesmo nem parecer era do relatório e contas, é ou não assim Sr. Marreiros e Sr. Trinca pois os senhores estavam presentes nessa assembleia se bem me recordo, foi uma assembleia em que o que restava da direcção deveria ter tido vergonha na forma e no conteúdo com que se apresentou.

Mais demonstra enorme falta de ética ao referir-se a marinheiros, quando não tem um pingo de seriedade ao não referir o nome do elemento, mas eu não tenho nenhum problema e digo quando o sr. Se refere ao sr. Manuel da Conceição está certamente a referir-se a um elemento que já não está no activo e portanto é falso o que diz acerca de ausências prolongadas.

Ao falar na votação que Goulão teve ou deixou de ter na EHF, é uma tentativa inqualificável de se verificar a forma como vai ou ria tratar os assuntos na EHF, pois só poderá ter conhecimento da votação quem estiver a receber informação de privilégio, através de ex elementos da FAP. É mais uma vergonha das muitas que consagram o seu escrito.

Fala que os árbitros portugueses, já decidiram em quem votar ou seja no sr. Marreiros, eis uma maiores falsidades que se encontram no seu escrito, pois quem decidiu votar no sr. Marreiros não foram os árbitros, mas sim a direcção da APAOMA, que já teve o descaramento de dizer quem decide é a direcção e foi para isso que foram eleitos, sem sequer ter tido um pingo de dignidade de fazer uma auscultação prévia, até poderia ter usado o mesmo critério que utilizou para ser eleita com árbitros fantasmas, e depois dizer que tinha havido uma votação maciça , mas nada fez e agora proclama alto o seu apoio em nome dos árbitros, mas que árbitros?

Termino apenas referindo que foi de muito mau gosto a sua referencia ao emprego ou as funções que as pessoas desempenham na sua vida privada, tome a atenção que muita gente tem telhados de vidro e não vá alguma telha partir-se.

Ao Banhadas, também peço isenção no tratamento das listas, mas que a verdade não seja impeditiva de escrever por as vezes doer muito.

O Atento

Anónimo disse...

Pelos comentários se vê logicamente que foi um erro estratégico do actual candidato a Presidente da Federação Dr. Ulisses Pereira não apresentar um lista para o Conselho de Arbitragem tal como fez nos restantes conselhos previsto na lei.
Assim os próprios elementos actuais e passados se acham no direito de representar e só eles a Arbitragem!. prevejo um futuro após as eleições muito difícil para a CA.
Tenham juízo e aguardem pelas eleições...

Anónimo disse...

TUDO GRANDES CORAJOSOS, MAS COM CAPA DE ANÓNIMOS. ESTE BLOGUE É A NEGAÇÃO DO ANDEBOL AO PERMITIR QUE TUDO SE DIGA SEM DAREM A CARA.

BOA TARDE

Rui Silva disse...

Anónimo de 31 de Outubro de 2012 11:55
O seu texto é vergonhoso e que configura desde logo ter sido escrito por um ressabiado com nota de encomenda.
O senhor é um cobarde.
Identifica-se como sendo Delegado da FAP. Há vários. Você deveria ter a hombridade de dar a conhecer o seu nome. Porque assim está a pôr em causa várias pessoas.
Quando diz que todos os árbitros estão contra o Goulão está a mentir. Digo isto, afirmo peremptoriamente, porque sei. Conheço muitos árbitros que estão ao lado do Goulão.
E alguns dos poucos que não estão com o Goulão são contra o Marreiros.
Você está a ser inconveniente!
Nunca imaginei que se pudesse chegar tão baixo.
E se não é o António Trinca a escrever este texto é alguém que a troco de duas imperiais o fez.
Não brinquem com coisas sérias. Muito menos com pessoas sérias.
Tenha cuidado e juizo, senhor anónimo.
E se quer ser respeitado respeite quem afronta neste seu apalermado texto.

Anónimo disse...

só por curiosidade, as eleições são pelo metodo de hondt, então porque não dizem os candidatos os lugares que aceitam se forem eleitos por exemplo se o 1.º eleito for o Goulão, será que o Marreiros se for leito em 4.º aceita ser um vogal, e o inverso tambem se coloca, digam se fazem favor como vai ser, e se não aceitam quem das vossas listas, vai assumir lugares e quais, era interessante os delegados que vão votar ter uma visão do que vai acontecer e quem vai trabalhar com quem, pois parece-me a mim que só temos presidentes e alguns vice e nem todos. A ver vamos, responda quem souber eu e o Andebol agradeciamos. Já agora ao anonimo das 13:42, dou os meus parabens pela coragem com que se identificou.

Anónimo disse...

Amigos os senhores da APAOMA como não tem Site nem Morada fazem do Banhadas o seu jornal.
Se alguém souber qual a sua morada site o endereço para que possa pagar as cotas que informe ou divulgue aqui!!!
Gostaria que esclarecem quem a final que está a Concorrer ao Lugar de Presidente do CA O Marreiros ou a APOAMA (Trinca). ou será que e o Virgílio que está por detrás de isto tudo !!!!
Isto torna-se vergonhoso e pouco e pouco ético !!!

Anónimo disse...

meus senhores tenham vergonha, a imagem que transmitem é de um total desaforo e dando a sensação de que alguns andam á procura de emprego, deviam era procurar esclarecer os delegados e dar a conhecer aos adeptos os vossos programas. Embora existam alguns elementos em especial numa das listas, que sabemos que só trabalham por dinheiro.

Anónimo disse...

Anonimo 31 de Outubro de 2012 21:19
Quem deve ter vergonha e o sr Trinca que vem para aqui ofender pessoas que tem mais anos de Modalidade que ele de vida tenha respeito menimo.

Anónimo disse...

Caro “Atento”, penso que todos têm direito de opinar (eu inclusive) e visto que ao contrário da generalidade sua resposta não foi insultuosa permito-me não a ignorar como face com essas e responder à mesma.

Antes de mais quero dizer-lhe que ao contrário de muitos não preciso que me assobiem aos ouvidos para expressar as minhas opiniões. Nem a nível profissional ando a mando de ninguém quanto mais no Andebol.

Lamento informá-lo mas não é verdade o que diz, senão vejamos:

Apenas o Rui Freitas apresentou a sua demissão dos órgãos sociais da APAOMA. Todos os restantes elementos, neles se incluindo o Marreiros e o Goulão, nunca se demitiram das suas funções. Este facto é tão indesmentível como o é o facto do Marreiros ter dado a cara pelos árbitros ao contrário do Goulão (e ambos tinham o mesmo a perder ou a ganhar pois ambos tinham estatuto de árbitros da IHF).

Perdoou-me não entrar no campo do julgamento de intenções e muito menos de adjectiva-las como fez em relação a mim. Mas não deixarei de o corrigir relativamente à disponibilidade dos marinheiros de profissão, pois a lista do Goulão não integra apenas um marinheiro reformado mas também um no activo – Rui Tomás, que tem de facto reais possibilidades de embarcar para outras paragens.

A votação obtida pelo Goulão nas eleições para o CA da FAP, que reitero não foram do meu agrado, são “públicas”. Não é difícil a qualquer pessoa do mundo do andebol a saber. Infelizmente estas questões continuam a ser faladas nos corredores e nos pavilhões quando deviam ser públicas (sem aspas), assumidas, analisadas, pensadas, discutidas, por forma a se encontrar soluções e assim evoluirmos.

Lamento profundamente o atestado de incompetência e de estupidez que reiteradamente é passado ao Ferrão em muitos comentários. É-me difícil admitir que se as eleições para a APAOMA tivessem sido irregulares ele não as teria impugnado? E a FAP teria aceite, sem qualquer reservas, o resultado das eleições? Ao criticarem o processo eleitoral da APAOMA mais não fazem do que passar um atestado de incompetência ao Ferrão, ao qual não me associo.

Sou sim um critico do Ferrão por ele ter estado na Direcção do Torrinha e nada ter feito em prol dos árbitros, que tiveram 9 meses de atraso nos pagamentos, sendo o pior mandato da FAP em relação à arbitragem. Também o critico por ter aceite o desafio de se candidatar ao CA da FAP quando ainda há pouco tempo aceitou o cargo de presidente da associação de Viana do Castelo (qual dos cargos vai prevalecer? Que eleitores irá ele enganar – os de Viana do Castelo ou os árbitros), postura que deixa a clara ideia dele ser um mero pião ou fantoche na mão de alguns, um “yes man” que se presta a todo e qualquer tacho.

Repito o que escrevi, os árbitros, através da APAOMA, já decidiram em quem votar – já o manifestaram publicamente. Os delegados da APAOMA representam os árbitros na Assembleia Geral da FAP, com os mesmos direitos dos restantes delegados que também eles representam as mais diversas entidades e pessoas do andebol. Foram eleitos e/ou designados para desempenharem essas funções. São reconhecidos como tal pela lei e por toda a estrutura da FAP, pelo que não faz qualquer sentido a sua negação de factos demasiado óbvios. Nenhum, mas mesmo nenhum delegado na Assembleia Geral referenda junto dos seus representados o sentido de voto que deve adoptar. Com que legitimidade quer exigir isso à APAOMA?

Anónimo disse...


Ao comentário das 14:04 de Rui Silva (para mim é igual identificar-se como Rui Silva, Manuel Maria, Joaquim das Couves, ou ser anónimo), quero dizer-lhe que não me identifico por uma questão de princípio e coerência pois se os autores deste blog não o fazem então a minha consideração para com eles é na mesma medida.

Peço-lhe para ler com atenção o que escrevi, após ter noções básicas sobre o princípio da representatividade. Verá que ao escrever que os árbitros estão contra o Goulão e vão votar na lista do Marreiros apenas me limitei a fazer uma afirmação verdadeira.

Por fim, convido-o a subir um degrau na linguagem por si utilizada (não só neste mas em todos os seus comentários), opinando livremente, de forma construtiva sem recorrer à difamação e ao insulto gratuito.

Anónimo disse...

Ao anónino de 1 de Novembro de 2012 12:12, quero dar-lhe a minha opinião. Sou oficial de Mesa Nacional e o Sr Marreiros por mim nunca deu a cara, muito antes pelo contrário, pois fui um dos enganados com as remunerações da LPA pois nunca cheguei a receber os sub de alimentação prometidos e devidos na 1ª época da extinta LPA aos of de mesa. O motivo dado por esse Sr. foi não ser sócio pagante da APAOMA, algo que só me permitiram ser por altura das eleições, pois tenho 3 a 4 mail's a solicitar NIB antes das eleições e depois das mesmas e até hoje não obtive resposta. Na altura das eleições paguei directamente a um membro dos Orgãos Sociais. Até hoje não obtive comprovativo de pagamento, cartão de sócio ou outro inclusive o meu próprio número de Sócio APAOMA. Quanto aos Delegados serem legítimos representantes visto serem designados pela APAOMA e estando o Sr tão bem informado esclareça-me o seguinte: Antes da Assembleia Geral eleitoral, foram chumbadas as contas do exercício anterior, deveria ter sido convocada nova AG para nova apreciação e votação dessas mesmas contas, sendo eu sócio com cotas em dia na altura pois efectuei o pagamento de doze meses nunca fui convocado para tal, sabe-me explicar porquê? Passado nove meses e ainda eu com cotas pagas esperava convocatória para apreciação e aprovação de contas do 1º Ano de exercício do Sr António Trinca bem como do plano de actividades do ano seguinte, até hoje nada. Sabe, também, explicar-me porquê? Explique-me então qual a legitimidade de uma Associação que de legal não fax os mínimos... E não é nenhum atestado de incompetência ao MEU AMIGO Fernando Ferrão, pois como afirmaram num comentário anterior a maioria dos votantes faleceu ou mostre-me que esses árbitros todos que votaram ainda são sócios pagantes da APAOMA? Se são árbitros porque não dirigem jogos, visto a maioria pertencer a A A Lisboa e veja as nomeações e quem arbitra a maioria dos jogos, APOIANTES TAL COMO EU DO MAIOR AMIGO DOS ÁRBITROS E OFICIAIS DE MESA DE ANDEBOL: ANTÓBIO GOULÃO

Rui Silva disse...

Anónimo militante de 1 de Novembro de 2012 12:13
Se você me está a escrever na qualidade de anónimo de 31 de Outubro de 2012 11:55, respondo que mantenho rigorosamente o que disse.
Não tiro uma letra sequer.
Não se deu bem com a linguagem? Faça uma introspeção e repare nó seu miserável discurso.
Quer que me identifique como quê se me chamo Rui Silva?
Pois claro. Um nome não retira o princípio do anonimato. Por isso você se limita a assumir-se como anónimo como qualquer outro.
Não é bem assim porque há anónimos com educação, com princípios.
Em frente. Siga, V. Exa., para mais duas imperiais pagas...sabe por quem, não é verdade?
Com isto é que você se chateia!
Temos pena.

Anónimo disse...

Que carga de espertinhos, autenticos lobos com pele de cordeirinho. Trinca e outros era bom que nunca tivessem o nome ligado ao andebol. Eu levava a mal se disessem que sou conhecido dele, muito menos amigo! O risinho dele a mim nunca enganou! Pena não haver quem o expulsasse de vez do andebol. Como árbitro é um frustado e mediocre, Como homem se uma filha minha se casasse com um ser maléfico como este, restava-me fugir pra longe.

Rui Silva disse...

Desculpará, anónimo de 1 de Novembro de 2012 12:12 O mesmo das 12:13 que se atira a mim, mas vê-se que não sabe o que diz.
A APAOMA NÃO PODE VOTAR COISA NENHUMA. E sabe porquê? Porque perdeu o quórum quando ficou reduzida ao António Trinca.
Nada de atirar areia para os olhos!
O resto, se você gosta deste ou daquele e não gosta do outro ou aqueloutro é irrelevante.
Tem direito a uma opinião. Pequenina mas tem.
Tão pequenina que por se ter estendido no que disse ao "atento" meteu água por todos os lados.
Desatenção ou tendência para a desestabilização?
Please, get out of this way.

Anónimo disse...

Caros amigos,
sou amigo de Rui Tomas, marinheiro tambem, e gostava de esclarecer que o Sr Rui Tomas, já não tem idade para embarcar, deviam saber as rebras da Marinha Portuguesa.

Só opinão por opinar.
tenham vergonha.
Senhores arbitros.

Anónimo disse...

Boa noite,
Sou sócio da APAOMA, e queria fazer uma pergunta.
Se na FAP ouve uma auditoria, porque não fazer uma na APAOMA?
Pois está na altura de falar com António silva, presidente da assembleia da APAOMA, para avançar com a auditoria.

Força vamos a isto.

Quem não estiver com o trinca, está na altura de pedir o seu afastamento, por mais tarde vão ter que se sentar no banco dos réus.
Carlos Barros já o fez e não foi o único.
Pensem nisto APAOMA.
Os estatutos são para cumprir e as contas são para ser aprovados. Isto é em todas a instituições menos na APAOMA.
Como é possível que socios que nunca pagaram cotas e possam votar, isto só é possível na APAOMA. Desta forma não é possível a apresentar contas.
Também quero informar os sócios da APAOMA que já foi enviada uma carta para o Ministério Público relatando todos os factos irregulares existentes na APAOMA.
Ficamos agora a aguardar, claro uns tranquilos mais que outros…………

Anónimo disse...

Sr Trinca explique LÁ ISTO ??
ORGÃOS SOCIAIS DA
ASSOCIAÇÃO DE ANDEBOL DE ÉVORA

MESA DA ASSEMBLEIA GERAL

PRESIDENTE - Jorge Manuel Fernandes Cerdeira Gil

Anónimo disse...

DUPLA de ARBITRAGEM BRILHA: Para jogo da PO 02 marcado para as 16:00 em Santo Tirso, a dupla Susana Marques / Raquel Moleiro vai para Ilhavo por lapso!!! Inicio do jogo às 17:06 segundo o boletim de jogo. Eu abandonei o o Pav. Municipal de STo Tirso às 17:15, ainda n tinha começado o jogo...

007 disse...

Oh anónimo de 2 de Novembro de 2012 02:47
Acha mesmo que o Trinca lhe vai explicar?
Se não fez nada durante o mandato, se deixou a APAOMA chegar onde chegou, se viu a associação ficar sem quórum, se não teve a ombridade de, neste cenário, colocar o lugar à disposição, se não se interessou pela classe que diz representar, se apenas sabe passear a sua altivez e arrogância, está a ver um homem assim explicar essa simples pergunta?
Mas eu ajudo-o meu caro.
Senhor Trinca, explique lá isto:

ORGÃOS SOCIAIS DA
ASSOCIAÇÃO DE ANDEBOL DE ÉVORA
MESA DA ASSEMBLEIA GERAL
PRESIDENTE - Jorge Manuel Fernandes Cerdeira Gil

Tenha coragem Senhor Trinca e explique!
Limpe ou pelo menos tente limpar a sua esfarrapada imagem. Pode ser?