gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 20 de junho de 2012

11.º Congresso da EHF – 2012

ELEIÇÕES EHF 2012-2016

Durante a realização do Congresso da EHF, serão efectuadas eleições para todos os Órgãos da EHF, incluindo o Comité Executivo, para o quadriénio 2012 / 2016.

As eleições serão realizadas na segunda parte do Congresso, e terá lugar entre as 14h30 e as 17H30 do dia 22 de Junho de 2012.

A lista completa das candidaturas poderá ser consultado neste link.

Todos os candidatos, cuja candidatura, deu entrada tardiamente nos serviços, só poderá ser considerada para eleição, após aprovação da maioria de 2/3 dos membros presentes no Congresso.

Neste Congresso será votada a eleição do novo Presidente do Comité Executivo , que será  o Francês Jean Brihault (candidato único), que substituirá o Norueguês Tor Lian.

Existem Portugueses candidatos a diversos Lugares:

Comissão de Competições – ArbitragemAntónio Goulão que se candidata ao lugar do Húngaro Sandor Andork, existindo mais 6 candidatos.

Comissão de Métodos – Desporto Escolar e JuventudePedro Sequeira, em nomeação adicional com outros 6 nomes, para confirmação pelo Congresso.

Comissão de Métodos - DesenvolvimentoPedro Sequeira que se candidata ao lugar do Dinamarquês Allan Lund, existindo mais 3 candidatos.

Comissão de Andebol de Praia – Plano de Jogo e TreinoAntónio Canelas – que se candidata ao lugar do Turco Koray Akguloglu, existindo mais 2 candidatos.

Tribunal ArbitralRui Coelho, é novamente candidato (único), à presidência deste Órgão.

Tribunal de Apelo (COA)Lúcio Correia, que já fazia parte como vogal deste Órgão, é novamente candidato a um dos 5 lugares, existindo 9 candidatos.

Na nossa opinião, os que portugueses que já têm assento nos diversos Órgãos serão certamente reeleitos (Rui Coelho é uma certeza), quanto aos restantes, será bastante difícil mas não impossível, com a candidatura de António Goulão a ser ambiciosa.

O Noticias

3 comentários:

Rui Silva disse...

Sem colocar em causa os conhecimentos e as aptidões de António Goulão, não vejo como viável a sua eleição.

Pedro Sequeira terá, eventualmente, possibilidades na Comissão de Métodos - Desenvolvimento. Isto porque a EHF não irá eleger um elemento que pertença a um país onde o desporto escolar é pouco mais que nada.

António Canelas? Nada! Não tem perfil.

Rui Coelho faz parte da mobília e está bem encaixado.

Lúcio Correia é uma hipótese a ter em conta.

Anónimo disse...

É só poesia, quem o Canelas, e o Sequeira, já não lhe chega o Rink, e o Goulão quer ser ochefe da arbitragem, não trabalha cá, e vai trabalhar lá isto está bonito está

Anónimo disse...

AS indicações da FAP são certificados pela competência das pessoas e seus objectivos na modalidade, tudo bem..
Se são nomeações de embaixadores como na politica para os correr dos lugares que ocupava na estrutura federativa caso da FORMAND., não devia.
Mas se forem nomeados respeitarei a eleição democrática, mas há gente muito mais qualificada para alguns desses lugares, como é o caso do Prof. Carlos Cruz com espaço internacional.
Ramiro