gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Conselho Consultivo – O Novo…

O Presidente da Federação, conforme o povo costuma dizer de “uma cajadada, matou dois coelhos”, nós diremos que matou vários, de uma forma inteligente, com o momento e a constituição do Órgão Estatutário, chamado Conselho Consultivo.

Ao nomear como Presidente deste Órgão o Prof. Carlos Cruz no lugar do ex-presidente Luís Santos, resolveu vários assuntos, numa acção que se nos afigura bem estruturada e pensada, pois afastou não só, alguém que se estava a tornar incómodo, desde que entreveio nas últimas AG, começando a perfilhar-se como um possível candidato a Presidente da Federação em Dezembro próximo, tendo até inclusive já sugerido o novo Seleccionador Nacional, e ao mesmo tempo nomeia como Presidente um “arqui-inimigo” dos ex-presidentes a quem se atribui a procura da “excelência”, que nunca se encontrou.

Depois em conjunto com a Direcção, conforma diz o Comunicado da FAP, colocam-se elementos que eram não só apoiantes de António Salvador, como alguns faziam parte do seu elenco mais directo, revelando com esta atitude algum sentido de estado, pois com estas indicações, coarcta as possibilidades de António Salvador (temos informações fidedignas de não é sua intenção promover ou abraçar qualquer candidatura), ser candidato às próximas eleições.

Chama-nos a especial atenção a saída do Conselho Consultivo de Carlos Resende, que não se compreende…

Quanto aos Novos elementos, saúda-se a entrada entre outros, de Prof. Ângelo Pintado, Célia Afra, João Correia, José Emídio e Rui Coelho.

Esperamos que esta remodelação, reconheça-se inteligente, e que por coincidência toma posse num dia em Portugal joga para o Play Off, recorda-se que a última tomada de possa, também coincidiu com o encontro com a Espanha para um Play Off em 14-06-2010.

Esperamos ainda que Ordem de trabalhos determinada para a primeira reunião, produza trabalho efectivo, e não de mera circunstância, pois como sabemos, este órgão é apenas consultivo e não vinculativo, e as reuniões previstas são apenas trimestrais.

O Analista

14 comentários:

Anónimo disse...

Palpita-me que a saída de Carlos Resende possa ter a ver com o rumor que poderá fazer parte de uma equipa técnica das selecções. Acho que seria excelente mas tenho dúvidas que seja possível.

Anónimo disse...

Grande bronca então o companheiro Luís foi posto a andar, atenção que o pequeno não é de se ficar, e na volta vai mesmo dar que falar, ó lá se vai.

CC disse...

Muito se inventa!
Luis Santos não foi "posto a andar". Apenas não quis fazer parte do CC.
Carlos Resende não terá aceite por motivos pessoais, de acordo com fonte próxima.

Uma sugestão ao Banhadas: cuidado com os erros ortográficos e os de construção de frases.

Cumprimentos

Anónimo disse...

O Luis Santos no CC tinha como unica precocupação criar o Museu do Andebol, para colocar as Taças que estão lá por casa.. não teve tempo, mas vai aparecer em Dezembro com grandes novidades porque so netos já andam na universidade...

Anónimo disse...

Ulisses e Augusto Silva estão a usar a inteligência: cada pequeno passo que dão esvaziam a possibilidade de outra candidatura se apresentar como alternativa no futuro. Segundo consta foi feito um convite ao Salvador para integrar o C consultivo, mas também foi convidado para assumir a direção de uma das areas comerciais da FAP. O Salvador nao se vai recandidatar em Dezembro,porque vai chegar à direção da FAP nas próximas eleições, na lista do Ulisses, de forma direta (diretor) ou indireta (colaborador). Com ele irá o Arezes ficando de fora os restantes elementos da lista do Salvador. Quem sairá da atual direção para entrarem estes dois? Passa a direção para sete elementos? Finalmente vamos o andebol pacificado?

Anónimo disse...

O LS nunca será persona não grata para esta Direção, ele é que não quis fazer partye do C.C.

O Banhadas está a ficar um pouco despido de informação priveligiada, aliás devia alterar a sua tatica anti-andebol, seria a melhor forma de ajudar o mesmo e credebilizar-se.
Meditem e alterem... o Andebol agradece!!!

Anónimo disse...

eles começam a abrir-se, e o banhadas tinha razão com este texto eles estão a começar a sair da toca. faz mais, pode ser que ainda digam mais qualquer coisa.

Anónimo disse...

O que e que faz o A. Trinca no conselho consultivo??
Deve ser para enterrar mais os árbitros !!
Mais uma obra do Major paraquedista!! cuida-te Ulisses que ele também te vai passar a perna como fez ao Torrinha !!!

Anónimo disse...

O tacho rodou mas a comida é sempre para os mesmos, vamos longe

Henrique disse...

Anónimo de 2 de Junho de 2012 22:36
Vamos por partes.
O que faz António Trinca no Conselho Consultivo?
Exactamente o mesmo que os outros elementos: número.
Os árbitros não podem ficar à espera que alguém os enterre mais. Têm que ir à luta.
E não é António Trinca um árbitro?

Você conhece mal, ou não conhece de todo, o que chama de "major paraquedista".
Eu conheço. Não o "major paraquedista" mas sim o António Galambas.
É trabalhador, gosta da modalidade, é sério, e jamais puxará tapetes seja a quem fôr.
Quanto a Henrique Torrinha, escolha outra porta. Foi empurrado por outra(s) pessoa(s). E pôs-se a jeito.

Não gosta dele? Dos seus processos? Temos pena. Mantenha-se em silêncio e faça, assim, um favor à modalidade.
Cumprimentos

Anónimo disse...

Nomes de desalinhados em orgãos consultivos, como é o caso do sempre polémico AC, demonstra a imagem da crise, esta de valores, e um processo de compra de quem está no poleiro a prazo e de venda ao desbarato de quem estava na prateleira faz algum tempo...

"Olha para o que eu digo e não para o que faço"


Continuamos agarrados a a um tabuleiro de xadrez e a contar as peças em vez de pensar no andebol propriamente dito.

Anónimo disse...

"Ulisses e Augusto Silva estão a usar a inteligência: cada pequeno passo que dão esvaziam a possibilidade de outra candidatura se apresentar como alternativa no futuro."

Este Conselho Consultivo vai ser o berço de uma candidatura em Novembro. O resto é folclore...

Anónimo disse...

o CONSELHO CONSULTIVO É Uma EXIGêNCIA DA lEI DO DESPORTO, MAS É UM ORGÃO CONSULTIVO, E COMO TAL AS PESSOAS COLABORAM QUANDO CHAMADAS PARA O FAZER E SOLICITADO PELA ORGÃOS DA FEDERAÇÃO.
Alguns destes elementos já vinha do CC anterior e como tal nada de novo, significativo sim é a mudança do Presidente e bem pelo Carlos Cruz... tudo o resto é fantasia e estrategias onde não existem.
O importante é actual Presidente Ulissses Pereira assumir os principais dossiers, porque a qualidade do plantel não é da melhor. A verdadeira direcção sairá no procximo acto eleitoral com alguns dos actuais dirigentes a darem lugar aos verdadeiro andebolistas.... em conjunto com o Ulisses Pereira.
Manuel Jorge

Anónimo disse...

Caro Manuel Jorge,
Está a falar das saídas do Major e do Augusto? É que o Andorinho e o Miguel são intocáveis...