gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 18 de junho de 2012

PO23 – Taça de Portugal Seniores Femininos – Final Four - 2012

Disputou-se este fim de semana na Marinha Grande, numa organização do SIR 1.º Maio em conjunto com Federação de Andebol de Portugal, Associação de Andebol de Leiria e Câmara Municipal da Marinha Grande, a Final Four da Taça de Portugal Feminina.

Uma nota especial (que se saúda) para a transmissão dos jogos pela FAP TV

MADEIRA SAD VENCEDOR DA TAÇA DE PORTUGAL SENIORES FEMININOS

Resultados - 1/2 Final
João Barros 26 – 30 Gil Eanes
Colégio Gaia 21 – 35 Madeira SAD
Final
Gil Eanes 23 – 28 Madeira SAD

Conforme se previa, as equipas finalistas foram os dois primeiros classificados no Campeonato Nacional, com a equipa do João Barros a oferecer uma réplica condigna a um Gil Eanes que se apresentou já sem João Florêncio (Suspenso) no comando técnico da equipa. A equipa Madeirense, apesar das dificuldades por que tem passado, venceu, embora o resultado não traduza o equilíbrio verificado em grande parte do encontro. A equipa do Madeira SAD vence assim a sua 14.ª Taça de Portugal consecutiva.
Depois desta prova ficaram definidas as participações das equipas Portuguesas nas Competições Europeias. Relembrando que segundo o Ranking da EHF, para 2012 / 2013, Portugal tem direito a 5 participações, correspondentes ao 23.º Lugar:

Liga dos Campeões – Madeira SAD
EHF CUP – João Barros
Challenge CUP – CS Madeira e Juventude Lis
Winners’ CUP – Gil Eanes

O Noticias

36 comentários:

Anónimo disse...

O João Florêncio comandou a equipa do Gil Eanes na bancada, está castigado. O castigo termina amanhã e dura desde o jogo com a SAD em casa. um pouco de atenção... Inclusivé o delegdo da FAP foi muito benevolo ao avisar sempre q este dava instruções em vez de proibir mesmo...

Anónimo disse...

TRANSFERÊNCIAS NO FEMININO

Tal como já havia escrito em outro post há umas semanas atràs, confirma-se as transferências para o col. gaia.
Assim:
JOANA e CLÁUDIA do módicus
KIKI do garrett
PATRÍCIA do s. félix
CATARINAS e MARISA do maia

Anónimo disse...

TRANSFERÊNCIAS NO FEMININO

Vanessa Oliveira e Patricia Rodrigues na Juv. Lis.
Josiane e Inês Leite no JAC.
Gisele e Tatina Góis no Alavarium
Mariana Ferreira no Passos Manuel
Daniela e Bebiana no Colégio de Gaia
Eduarda Pinheiro no Alavarium
Helena Soares e Vera Saraiva no Gil Eanes
Marisa Costa no Madeira Sad
Para a semana há mais.

Anónimo disse...

Uma vez mais...Parabens Madeira SAD! As contingências que rodearam esta ida à final 4 da taça de portugal, sao a imagem fiel de tudo o que foi a época desta equipa...uma luta constante por parte de quem deu o corpo ao manifesto desde o 1º treino da época até ontem, o sem fim de sacrificios, um empenho bem acima do que seria normal pedir atendendo à falta de condiçoes de trabalho, financeiras,organizativas...enfim! Um ano dificil que chega ao fim! Final feliz em termos desportivos com a dobradinha! Veremos se é o fim do mais importante e vencedor projecto desportivo madeirense de sempre...

Anónimo disse...

Uma vez mais...Parabens Madeira SAD! As contingências que rodearam esta ida à final 4 da taça de portugal, sao a imagem fiel de tudo o que foi a época desta equipa...uma luta constante por parte de quem deu o corpo ao manifesto desde o 1º treino da época até ontem, o sem fim de sacrificios, um empenho bem acima do que seria normal pedir atendendo à falta de condiçoes de trabalho, financeiras,organizativas...enfim! Um ano dificil que chega ao fim! Final feliz em termos desportivos com a dobradinha! Veremos se é o fim do mais importante e vencedor projecto desportivo madeirense de sempre...

Anónimo disse...

Engraçado engraçado foi ver a duas melhores equipas portuguesas com um plantel cada de futebol de onze!!! Será que já começou a debandada para só terem 11 de cada lado! como será a próxima época??

Anónimo disse...

segundo consta, nem com o apoio da FAP os clubes no feminino querem ir às competições europeias. Os quatro primeiros classificados já deram um rotundo nao! Estão constantemente a reclamar direitos iguais mas quando chega aos deveres...
A culpa é da nova administração da FAP que pensa ter aqui um produto de qualidade, promovendo o feminino, quando na prática tem apenas um conjunto de intensoes (nem boas são!),que se resumem a projetos muito debeis. Digo mais: se fosse perrogativa uma atleta só poder ser chamada à seleção se fizesse no minimo 4/5 treinos semanais, a seleção nao tinha atletas!
Deixem-se de brincadeiras e resumam o campeonato a uma prova tipo inatel, porque os dirigentes dos clubes de top femininos são o entrave ao desenvolvimento dessa vertente da modalidade. Se os principais clubes nao querem nada com isto, porque se vai investir no feminino? Razao tinha o Luis Santos quando pos o Madeira SAD a ser campeão nacional, realizando apenas 4 jogos em toda a epoca. E mesmo assim foi uma prova cara, pois ainda implicou 2 ou 3 viagens à Madeira que eram dispensaveis! Pic-nics, cada um que assuma o seu mas que o pague!

Anónimo disse...

Após ter assistido pela fap tv ao jogo entre a sad e o colégio, percebi o porquê de alguns comentários que tem vindo a ser escritos aqui no banhadas! A equipa (?) do colégio é uma manta de retalhos onde só a "veterana" Fernanda Carvalho, ainda mostra como se joga e as g. redes não são más. Não entendo como um clube com o historial do colégio não consegue arranjar uma ponta direita canhota e coloca a jogar duass miúdas que não sabem o que estão lá a fazer!!!
Percebi também, a "amizade! que a equipa tem pela Ana Pereira e a vontade que algumas tem em pô-la a andar de lá para fora.
Para uma equipa que pretende voltar a lutar pelos títulos, vai ter que arranjar, rapidamente, soluções e recursos de maior valia, do que aquelas que apresentou na M. Grande.
Agora, perecbo, a revolta de alguns dirigentes de clubes do Porto, pelo facto de, andarem a aliciar, as suas atletas para irem jogar para o colégio.

Anónimo disse...

Alguém que explique a certos entendidos que, na conjuntura actual, o rotundo NÃO devesse às exigências da EHF e não a qualquer questão com a FAP. Só para inscrição na Champions, pedem 15 mil euros...acham mesmo que se trata de capricho do feminino??? Digam-me quantas equipas de masculinos têm esse dinheiro só para inscrição numa comp. europeia, e depois falamos!
E quanto aos inteligentes que falam em debandada dos finalistas, as equipas estavam assim por lesões e castigos!!!!!
Informem-se antes de atacarem, porque de mentes pequenas, invejosas e mesquinhas, está Portugal farto!

Anónimo disse...

Alguns "esclarecimentos":
- Falar de "falta de condições de trabalho" na Madeira Sad só se for por ironia. Nenhuma equipa em Portugal tem ou alguma vez teve as condições de trabalho que a SAD tem!
- As equipas do Gil Eanes e da SAD terem apresentado apenas 11 atletas não é desprimor algum, até pelas circunstâncias específicas que o justificaram: o Gil teve uma jogadora (Dulce Pina) impedida de alinhar na final por motivos disciplinares no jogo da 1/2 final e a SAD, dadas as públicas dificuldades financeiras viajou com o plantel que efetivamente iria utilizar. É bem mais responsáveis as equipas apresentarem apenas 11 atletas do que viajar com as passagens pagas pelo IDP, através da FAP, e ficar no banco, de havaianas como se estivesse na praia... E jogar em casa apenas com 7 (!) atletas, é o quê?
- Na época em que as equipas da Madeira apenas participaram numa fase final com outras duas equipas do continente, não houve lugar a "2 ou 3 viagens à Madeira " pois a tal fase final num sistema TxT a uma só volta foi disputada aqui no continente. O que não significa que a FAP não tenha "rendido a conta" de viagens à Madeira...
- Quanto às competições europeias, não me surpreende que as equipas não estejam interessadas em participar, devido aos elevados custos que isso acarreta. Para os mais distraídos, recordo o que se passa no futebol, uma modalidade indubitavelmente com muitos mais apoios e que esta época viu as equipas classificadas entre o 5º e º 13º lugares abdicarem da participação nas provas da UEFA.

Anónimo disse...

Uma cronica sobre a liguilha é que vinha bem..

Anónimo disse...

Alguém já pensou nas multas e nas consequências da recusa das equipas em se inscreverem nas competições europeias, provavelmente introduzem mais despesa, e retrocesso no feminino,e esses custos provavelmente não são contabilizados, é aqui que as entidades oficiais têm de actuar enão só fazerem viagens, e outras irem ver o futebol, com os custos de uma diária, pagavam as inscrições todas e ainda sobrava algum

Anónimo disse...

Parabéns ao sr.Delegado da FPA que decidiu no Sábado quem ganharia no Domingo. O rigor que levou ao castigo(absurdo) da atleta Pina(Gil Eanes) não é habitual de um senhor que por exemplo na LUZ nunca vê nem ouve o que se passa da equipa visitada. Quanto ao andebol feminino tem de parar para pensar porque aquela demonstração das duas equipas é um desastre(não conseguem ter 12 jogadoras?) Gastar dinheiro com as Provas Europeias para quê ?Vaidade de alguns? Má utilização de
dinheiro que faz falta para gestão das épocas desportivas? Parem para pensar porque com estes dirigentes caminhamos para o buraco e o andebol feminino perde cada vez mais implantação.

Anónimo disse...

Se as gajas nao treinam alguem me explica porque é que a FAP ainda faz seleção no feminino? Só por puro masoquismo!

Anónimo disse...

BOMBA NO FEMININO

RITA ALVES E MONICA SOARES(MADEIRA SAD) VÃO JOGAR PELO S.FÉLIX DA MARINHA NA PROXIMA EPOCA

Anónimo disse...

E não se esqueça sr anonimo das transferências do feminino, Joana Rodrigues do s Felix (ponta esquerda) segue caminho para o colégio de gaia também !!

Rui Silva disse...

Anónimo de 19 de Junho de 2012 07:06
Se a FAP não faz é porque não faz. Se faz é porque faz.
Defina lá o seu conceito, se não se importa.

Obrigado

Anónimo disse...

Transferência de última hora, o dirigente do S. Félix, Paulo Silva, foi contratado para tratar de toda a estrutura logistica da Madeira Sad , feminino e masculino. A ele e aos seus familiares desejamos-lhe as maiores felicidades nesta sua nova aventura.

Anónimo disse...

realmente duas excelentes jogadoras vão jogar para a segunda divisão...
juízo é o que vos falta

Anónimo disse...

Ao anónimo de 18 das 23:25. Quem faz o relatório do jogo são os árbitros e não o Delegado. Quem castiga é o CD e não o Delegado... e por fim não foi rigor, já na primeira exclusão essa senhora insultou tudo e todos. Em ambos os casos os insultos foram audiveis na bancada. Não arranjem desculpas. As meninas do Gil ganham na Madeira correu tudo bem, perdem em Lagos e ns final da Taça a culpa é sempre de outros...

Anónimo disse...

O Gil Eanes luta para ter equipa, face à impossibilidade financeira de contratar jogadoras. As actuais jogadoras, com muitos meses de atraso, não estão dispostas a esperar mais um ano de promessas.

Até Vera Lopes, um dos símbolos do Gil, parece procurar clube. Será que finalmente vamos ver a Vera Lopes na Madeira?

Anónimo disse...

O Gil Eanes só ganhou na Madeira porque a SAD fez um jogo miserável, cheio de falhas técnicas! Apanham os outros bem, a culpa será sempre de terceiros e não dos próprios Gilistas! Agora não sei se são as jogadoras que são fracas (tirando Ana Seabra, Vera Lopes, Carla Pedro e Soraia Lopes...obvio) ou o treinador que não é grande espingarda!
Esperemos para ver o que fará na Selecção!!

Anónimo disse...

Anónimo Anónimo disse...

Se as gajas nao treinam alguem me explica porque é que a FAP ainda faz seleção no feminino? Só por puro masoquismo!

19 de Junho de 2012 07:06

Sr. Anónimo, ainda bem que a FAP continua com a seleção feminina. Assim, ao menos, honra o esforço que essas atletas fazem para dignificar a modalidade. Com esse comentário mostra algum desconhecimento das condições dadas ao andebol feminino em Portugal, que ainda é bastante discriminado em relação ao andebol masculino, pois enquanto os jogadores cujos clubes jogam na primeira divisão masculina podem dedicar-se a tempo inteiro ao andebol, a maior parte das jogadoras da primeira divisão não o consegue fazer visto que não lhes dão condições monetárias para tal e por isso têm que trabalhar noutras àreas que, por vezes, nada têm a ver com desporto (sendo que essas belíssimas jogadoras que temos não vivem do ar!). Até as remunerações dadas às(aos) atletas que defendem as cores da nossa bandeira são completamente diferentes, prejudicando sempre as atletas femininas. Será justo? Não nasceram todos(as) em Portugal? Não jogam todos(as) para defender o mesmo país? A seleção feminina não é tão portuguesa como a masculina?

Anónimo disse...

Múltiplas jogadoras rumo ao C. J. Almeida Garrett..

Patricia Fernandes e Sara Ferreira do S. Félix da Marinha
Mafalda Sousa,Cláudia Silva,Jaqueline Alves e Joana Gomes do Módicus
Alexandra Mourão do Palmilheira
Daniela Mendes do Cale
Inês Filipe,Ana Anselmo e Filipa Galvão e Mariana Oliveira do Colégio de Gaia.

Anónimo disse...

Bebiana Sabino e Rita Alves no Colégio!

Marlene Pinto e Ana Capela no Garrett!

Anónimo disse...

quem é a Mariana Ferreira que vai para o passos Manuel?? em que clube é que joga?? e já é oficial a transferência??

Anónimo disse...

quem é a Mariana Ferreira que vai para o Paços Manuel?? e já é oficial a transferência??

Anónimo disse...

Ao anónimo do dia 23 - 13,18h

A esta lista ainda faltam atletas.
Junte ainda:
Cristina e Nair - ex-académico
Catarina - ex-maiastars
Joana - ex-ac.espinho

Anónimo disse...

Estas transferências dão-me vontade de rir! mas muito mesmo.

Vocês não têm mais nada que fazer do que andar para aqui a desequilibrar equipas com calunias? Ganhem vergonha e limitem-se a dizer somente a verdade.

Anónimo disse...

TRANSFERÊNCIAS DE ÚLTIMA HORA:

Sara Martins (revelação na ponta esquerda) de: Juventude de Mar para Gil Eanes

Ana Araújo (central/ponta esquerda) de: São Bernardo para Alavarium

Sofia Osório (revelação na ponta direita/lateral direito) de: CALE para Maiastars

Catarina Oliveira (ponta esquerda) de: CALE para Palmilheira

Mónica Soares (primeira linha) de: Sport Madeira para Alavarium

Teresa Santos (lateral direito) de: Juventude de Mar para Colégio de Gaia

FONTE SEGURA!

Anónimo disse...

Nem uma dessas transferências está correcta. Mas a malta gosta de inventar...

Anónimo disse...

Talvez...nunca se sabe!

Anónimo disse...

Até ao momento só têm sido noticiadas transferências de atletas de saída do Cale. Ninguém fala de aquisições. Ei-las:
DANIELA SILVA e ANA ANDRADE ex Madeira Sad, ANA SEABRA e DULCE PINA, ex GIL EANES. TANIA SILVA (regresso de Inglaterra, onde se encontra inactiva) e VERA SARAIVA, um regresso qe se saúda e VANESSA SILVA ex. - Colégio de Gaia.
TODAS ESTAS AQUISIÇÕES FORAM JÁ CONFIRMADAS. Do plantel actual, confirmam-se as saídas já anunciadas aqui no BANHADAS.

Anónimo disse...

E depois das brincadeiras de carnaval, quando é que passamos a coisas sérias?

Eu cá aposto em: ana silva shorty no gaia, catarina teixeira no gaia, ana andrade gaia, dulce pina assomada, paula maocha porto salvo, viviane rebelo no gaia.

Anónimo disse...

A acompanhar todas estas atletas que vão para o gaia, faltam ainda a Marcelino e a Kelly que vão sair do maia!
Está quase confirmada também a ida da Jassie e da Leite para o JAC.

Anónimo disse...

Começou o GARCI CUP!

E por incrivel que pareça, os (as) "caça-atletas", mesmo que as suas equipas (lá para os lados de gaia e arredores) não estejam inscritas no torneio, já andam aí!!!
Cuidado, senhores treinadores e dirigentes, estejam atentos!