gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Crónica intermédia de Fim-de-semana – 11 – 2015 / 2016 – I – Em actualizada

Decidimos efectuar esta crónica intermédia, por forma a facilitar a leitura, evitando que as crónicas sejam demasiado extensas. Assim este texto, será dedicado ao jogo em atraso da 4.ª jornada, ao jogo adiado da 8.ª jornada e ao jogo que se disputará, relativo á 9.ª Jornada.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
1.ª Jornada
Dia 31-10-15
AA Avanca - SC Horta (18H00)
4.ª Jornada
Dia 19-10-15
SC Horta 19 – 39 FC Porto
8.ª Jornada
Dia 21-10-15
Sporting 40 - 21 SC Horta
9.ª Jornada
Dia 21-10-15
FC Porto 41 – 26 Belenenses
 
No primeiro jogo desta nossa crónica o FC Porto, venceu o SC Horta. Em jogo antecipado da 9.ª Jornada, disputou-se no Dragão Caixa o FC Porto / Belenenses, que mais uma vez, apesar da moldura humana, não ser a que normalmente se verifica neste pavilhão, era em numero de fazer “inveja” á grande maioria dos jogos da PO01. Foi em encontro em que mais uma vez a nítida superioridade do FC Porto, nunca esteve em causa, assim como a demonstração cabal, do frágil momento por que passa a equipa do Restelo, que na nossa opinião não se coaduna com os seus pergaminhos na modalidade. O FC Porto, teve mais um jogo, onde efectuou um “treino”, em competição, tal a superioridade demonstrada pela equipa, mesmo com total gestão dos seus principais activos, comando o encontro e o marcador durando 60 minutos, construindo um resultado, que no final não é mais dilatado mais por demérito da equipa portista do que por mérito dos homens do restelo. Ao intervalo a diferença de 12 golos (20-8), favorável aos azuis do norte, era perfeitamente justificada, e com um significativo do que se poderia verificar no final dos 60 minutos. Apesar de alguma melhoria em termos defensivos e atacantes da equipa do Belenenses, essa melhoria foi (na nossa opinião), mais permitida do que conseguida. N a equipa do FC Porto, onde mais uma vez os seus guarda-redes foram figuras preponderantes (Alfredo Quintana com 60% de eficácia, e Hugo Laurentino com 33% de eficácia). Gustavo Rodrigues (3 golos, 86% de eficácia), voltou a ser um dos principais elementos da equipa, demonstrando ser um verdadeiro reforço, Morales (6 golos e 86% de eficácia) com a sua rapidez e imprevisibilidade, termina o jogo como melhor marcador da equipa, seguindo-se-lhe, o jovem Miguel Martins (5 golos e 83% de eficácia), e Ricardo Moreira (5 golos, 83% de eficácia, numa equipa onde apenas Rui Silva dos jogadores de campo na marcou nenhum golo. Na equipa do Restelo, os seus guarda-redes, não tiveram felizes, mas diga-se que pouco poderiam fazer perante o poderio atacante do adversário, e a forma como a sua equipa defendia, basta dizer que o FC Porto converteu 9 golos em 10 contra ataques. Carlos Siqueira, (talvez motivado pela chamada á Selecção Nacional), foi um dos seus melhores marcador com 7 golos e 78% de eficácia, tendo o seu Colega Filipe Pinho com o mesmo numero de golos , mas a penas 50% de eficácia, Ivo Santos marcou 6 golos , mas com uma eficácia francamente baixa 46%. Com esta derrota a equipa do Belenenses, continua com a registar apenas uma vitória, enquanto FC Torto apenas regista vitórias no seu percurso, nesta fase da Prova até ao momento. No Pavilhão do Ginásio do Sul, disputou-se o Sporting / SC Horta, jogo relativo á 8.ª Jornada, e que tinha uma moldura humana, extremamente fraca, para um jogo da PO01. Foi mais jogo disputado pela equipa do SC Horta na mesma semana, e foi mais um jogo em que foi na prática “cilindrado” pelo adversário, que desta vez se apresentou com sete inicial completamente diferente, apresentando Edilson Araújo, Sérgio Barros, e Francisco Tavares, e João Paulo Pinto a entrar para o ataque, por exemplo, fazendo uma total gestão do seu plantel, onde se notou a ausência de Carlos Carneiro, por opção técnica. A equipa do continente comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos de jogo, com SC Horta marcar o seu primeiro golos cerca dos 7 minutos (4-1), para terminar o primeiro período de jogo a vencer por um diferencial de 12 golos (18-6). A defender com coesão e a fazer do contra-ataque a sua principal arma a equipa do Sporting, converteu em golos 13 situações de contra ataque em 14,, Os seus guarda-redes também estiveram bem em especial Ricardo Correia (57% de eficácia), que jogou menos tempo que Luís Oliveira (25% de eficácia). No SC Horta, onde se nota a falta de soluções em termos atacantes e com uma defensiva demasiado permeável, conforme já se tinha visto no jogo com o FC Porto, pouco mais poderia fazer, cometendo numerosas faltas técnicas (12). Na equipa do Sporting, onde desta vez se deu lugar aos menos utilizados normalmente, João Antunes com 6 golos (86% de eficácia) e Edilson Araújo igualmente com 6 golos (75% de eficácia) foram os principais marcadores da equipa, onde 11 jogadores de campo marcaram golos. Na prática, este foi um jogo que também serviu de treino e de recuperação em especial psicológica para o difícil encontro que a equipa lisboeta terá no próximo fim-de-semana, frente ao ABC. Na equipa do SC Horta os melhores marcadores, não excederam os 4 golos, sendo Pedro Silva o mais eficaz com 100% de eficácia.
 
SC Horta 19 – 39 FC Porto
 
Em mais um jogo onde se verificou a inversão da ordem dos jogos, pois apesar de ser SC Horta / FC Porto (relativo á 4.ª Jornada desta Fase da Prova), o mesmo disputou-se no Dragão Caixa, que não apresentou a moldura humana normal, mas mesmo assim com mais espectadores que a maioria dos jogos da 1.ª Divisão Nacional. A equipa do FC Porto, mesmo jogando a um baixo ritmo de jogo, e fazendo uma total gestão do plantel, “cilindrou” é este o termo uma equipa do SC Horta, que foi a cumulando erros atrás de erros em termos defensivos, e no ataque nunca encontrou soluções para resolver as situações provocadas pelo 6x0, normal com a equipa do FC Porto se apresenta, e com um Hugo Laurentino (51% de eficácia) em dia sim, o ataque do SC Horta praticamente resumiu-se a Fernando Dutra (6 golos e 55% de eficácia) um jogador de boa qualidade, sendo um dos poucos que conseguiu por vezes desequilibrar o sistema defensivo do FC Porto, pois até o “veterano” Yuriy Kostetskyy, permitiu a Hugo Laurentino a defesa de doo dois primeiros livres de 7 metros que beneficiou a sua equipa, não nos podendo esquecer ainda da qualidade evidenciada por Afonso Almeida (4 golos e 57% de eficácia), na defesa um completo descalabro, onde o guarda-redes Nuno Silva nada mais podia fazer. O FC Porto, conforme já dissemos fez um jogo que lhe permitiu fazer uma total rotação do plantel, pena a lesão que parece não é grave de Kasal ainda durante o 1.º Tempo, de resto fez todo o jogo em ritmo calmo, mais parecendo que estava a  realizar um jogo treino, bem na defesa onde os seus centrais dão poucas hipóteses de remate, com a utilização do jovem Nuno Gonçalves mais tempo do que o normal, até em termos atacantes (4 golos, e 57% de eficácia), e com um contra ataque extremamente eficaz, de que António Areia foi o seu expoente máximo (7 golos e 100% de eficácia), sendo ainda o melhor marcador da equipa e do jogo, teve ainda o mérito de jogar no ataque planeado de forma eficaz com excelentes assistências para o seu pivot, o Alexis que marcou 6 golos igualmente com 100% de eficácia, e contou ainda com o jovem Miguel Martins, a fazer um bom jogo não só a marcar como a assistir (5 golos, e 83% de eficácia), de referir ainda que de todos os jogadores de campo utilizados apenas o francês Jordan Pitre não marcou qualquer golo. Com esta fácil vitória o FC Porto, passa para o comando desta 1.ª Fase da Prova contabilizando vitórias em todos os jogos disputados. Jogo dirigido pela jovem dupla bracarense constituída por Carlos Marinho e Fernando Novais, que faz parte do nível 3, não se entendo a sua nomeação para uma prova como a PO01, que num jogo facílimo de dirigir, teve actuação positiva, embora por vezes se mostra-se demasiado “ingénua”, nos livres de 7 metros que eram antecedidos de falta do atacante, apenas como nota curiosidade esta dupla nem faz parte das duplas com tutor.
 
Classificação após os jogos disputados até ao momento: - 1.º FC Porto (+1 jogo) (27 pontos), 2.º Sporting e Benfica (22 pontos), 4.º ABC (20 pontos), 5.º Madeira SAD (+1 jogo) (18 pontos), 6.º Águas Santas (16 pontos), 7.º Passos Manuel (15 pontos), 8.º AA Avanca (-1 jogos) (13 pontos), 9.º AC Fafe (+1 jogo) (12 pontos), 10.º Ismai e Belenenses (+1 jogo) (11 pontos), 12.º SC Horta (-1 jogos) (9 pontos). 
 
O Banhadas Andebol
 

23 comentários:

Anónimo disse...

este sp horta mede dó.

Anónimo disse...

Quando equipas muito humildes perdem feio no Dragão cai o Carmo e a Trindade. Este Horta foi cilindrado por uma equipa a meio gás. Uma vergonha como continuam a dar de mamar a gente sem a minima qualidade.

Anónimo disse...

Adiar jogos justificados pelas competições e falta de aviões para as ilhas da Madeira e Açores tudo bem, mas alterar o Calendário desportivo e jogar em casa ou fora e não aparecer o local da competição dá me a sensação que os dirigentes da FPA estão a precisar de férias e tem lá muito competente mas não se vê o seu trabalho!
Valha Santo António!

Anónimo disse...

È triste ver na Tv uma equipa que vai ser furor nos próximos tempos e, uma que vai baixar de divisão. Uma joga á vontade e é cheia de soluções. A outra mete dó! Não tem um jogador que valha a pena ter gasto luz pra ver. Não tem nada e até o melhor marcador de L7M agora já falha muito. Da arbitragem eles não têm culpa, coitados...
È este o andebol a morrer!

Anónimo disse...

O Porto começa a ter ano histórico. Que harmonia de jogo. Novos e velhos. Trocas de posição e estratégia. E como tudo resulta em total descontração. Quando a diferença para o Sporting e Benfica é tanta, que dizer? Ponto fraco? Talvez o francês Pitre que actua na ponta esquerda, onde há Hugo Santos que, fisicamente fraco é tecnico e marca os sete metros, como criança a brincar. Se me permitem o Quintana depois do Natal irá comer bolo rei para outro lugar. Julgo. Com a idade dele e a evolução incrível vai ser um caso! E que regularidade espantosa! Quando chegou já dava bem a entender.

Anónimo disse...

Este horta não fugiu muito ao que se tem passado neste campeonato... O porto ganha os jogos facilmente a 50 à hora.. ganhou em casa do fafe por 16 ao ismai por 12. Até ao Benfica ganha por 10 golos a 8m do fim do jogo. Não percebo a critica ao horta.. o horta foi inteligente nem usou os seus jogadores principais para não terem lesões àquelas que ja têm, jogaram com os suplentes. mas alguem vai jogar taco a taco com este FCPorto? claro que não.. este porto nao é deste campeonato

Anónimo disse...

O que será que se passa com o Horta? É o treinador? São os jogadores? Falta de atitude? Alguma coisa tem de mudar se não a descida de divisão é invitável

Anónimo disse...

Afinal, apesar do Sp. Horta ser das quatro equipas mais fracas do campeonato, ontem o Espanhol Zupo já soube gerir. Vi o jogo numa casa do Sporting. Adorei a entrada em campo dos "menos utilizados". Com Carneiro lesionado havia expetativas. Surpresa da noite o jovem Edmilson que o comentador, alcunhava de "pipo". Ninguém deve ser titular absoluto! No início deu pra ver que Sérgio Barros não me parece ser só ponta, pode instabilizar com os seus repelões aliados a precisão de passe, apesar de um pouco ansioso. Fisicamente é notável e se bem solicitado, isola-se com facilidade. Tavares vai demorar um tempinho mas, é bom que jogue pois, permite a Portela descansar ele que, é mais digamos massacrado. Ainda é junior! Não vejo muita mão esquerda assim e pena a ansia de mostrar serviço. Até custa mas, o velhinho defendeu tão bem como o estrangeiro e, Luís Oliveira tem é de jogar mais! Spínola é que, continua lento e não confiante. João Pinto tem de render muito mais. Assim com o ABC a equipa poderá estar mais fresca! Lição nº. 1. Vamos ver se Zupo não erra da mesma maneira que o anterior.

Anónimo disse...

Gostava que me informassem se por acaso o Porto não estará a fazer mais bilheteira que os outros todos juntos. SFF

Anónimo disse...

SPORTING DA HORTA REPRESENTANTE DAS ILHAS DOS AÇORES MERECEM AJUDA E REFLEXÃO SOBRE O MOMENTO MENOS POSITIVO O LUIS DUQUE NÃO PODE NEM DEVE RESOLVER TUDO!
Era muito importante as nossas Ilhas atlânticas continuarem a ter o Andebol representado nas principais competições do Andebol.Uma falha enorme não haver um equipa feminina nas competições principais mesmo que fosse por convite!
ADC

Anónimo disse...

REFLEXÃO:
F.C. do Porto em 2 jogos 80 golos!
Ou é produção a mais ou oposição a menos!

Anónimo disse...

Se algum dia por algum motivo o Fc Porto não tira o pé o Belenenses e o Horta levam um corretivo daqueles. Foi muitos anos a gastar sem ter, foi muita vaidade. Estes dois clubes à muitos anos que deveriam ter repensado a modalidade.

Anónimo disse...

Valeu a pena deslocação ao p. do G. Sul. Nos próximos dias o Edmilson vai ser dado até a Plutão ou Marte. Onde andava? O ano passado já jogava só que, teve uma lesão grave, logo seguida de outra. Uma foi em seleção. O que pergunto é se mantendo Candeias E Rui Silva e, indo adquirir um J. Costa e um Pedro Sequeira e um Grilo não dava para lutar, assumidamente pelo campeonato. Depois de tão perto... Ontem acho que, o guarda-redes importado não fez falta, assim como Spínola, Bosko e João P. Pinto. Nem era preciso um treinador importado igualmente. Falta mioleira! Ratice! Acabem-se com cunhas! E com jogadores brincalhões. Quando jogadores casados e com filhos, põe o pé em ramo verde, é atuar. O tal Diogo está gordinho. Canela não podia treinar a equipa? Não há preparador físico e há, um mestre de estatísticas ex-benfica?

Anónimo disse...

O Benfica ganhou ao Madeira porque houve o problema da viagem e, foi por seis. Ainda virão á Madeira e quero ver os valentões e suas piadas. Até são favorecidos pois por cá está bom tempo. Melhorou assim tanto? Este ano já perderam com ABC e Sporting no torneio de Viseu. Com o Porto mataram-se todos e nem se podem queixar de apitos e, igualmente levaram no pelo. Não vão longe.

Anónimo disse...

O Diogo ficou no Sporting por causa do papi senão a esta hora estava no Restelo a sorte dele foi terem despedido o Frederico Carlos pois o escolhido seria o pivot dos juniores que o Frederico iria apostar nele está época mas a sorte de uns e o azar de outros.

Anónimo disse...

Já estavam a fazer a preparar as câmaras que tinham sido usadas por hitler para os suplentes do sporting mas afinal parece que existem e têm talento. E se calhar dão muito mais cartas, não devem é ser alvos a abater. Fossem usados constantemente e não tinham perdido nenhum jogo.

Anónimo disse...

Tanto preconceito com o Bosko, e Spinola, e João Pinto, enfim, jogam, marcam, e faziam melhor se puxassem por eles, não devem é ser tratados como jogadores menores. Parece que mataram alguém.

Anónimo disse...

O mal do Sporting são muitos a mandar e balneário, com meninos protegidos e outros não. No tempo do Frederico sabemos bem que, dois ou três erravam e havia o clássico sorriso, enquanto um ou dois nessa situação ouviam os habituais gritos. Há que dar mérito ao que ele fez mas, perderam-se dois campeonatos com dirigentes atrofiados. Atualmente há distância e frieza! Concordo e estranho que, aquando de viagens ao estrangeiro, há dirigentes a mais. Algo que deviam fazer é denunciar, ambientes estranhos só denunciados por jogadores e ex-treinador. Mais estranho o corpo técnico, ter quem não seja nada! E quem nunca foi nada! Escandaloso! Lógica da batata. Porque saíram Nuno Gonçalves, Rui Silva e Candeias. Devíamos saber.

Anónimo disse...

O Benfica é uma incógnita. E pior é que o treinador vai dando estabilidade mas, acaba contrato este ano. Vai haver jogos importantes com pretendentes aos mesmos lugares. ABC e Sporting tal como Madeira And. e Àguas Santas estão no mesmo saco que nós. Julgo que o Porto é campeão pois tem equipa com poucos fracos e, é quem melhor se movimenta nos bastidores, o que é importante nos play-off. Esquesito que jogadores acomodados foram corridos e, agora resultam e lutam noutros clubes. Pedroso, Carneiro e J. Costa estão bem. Dario concordo que nada dava e era um afilhado de alguém. Boa contratação de Uellington mas, estrangeiros é para serem acima da média.

Anónimo disse...

Lembra-me de Carlos Resende o melhor treinador atual em Portugal, como jogador do FCPorto resolver dois jogos no restelo a segundos do fim. O Pavilhão estava a abarrotar e havia miúdos da formação a ver, o que era tradição. Andebolistas famosos doutros clubes, acompanhavam com ex-andebolistas do Belenenses. Nesse ano lembra-me de estarmos em todas as fases finais de todos os escalões. Hoje olho á volta e vejo Moniz no FCP, Elledy Semedo no SLB, Sérgio Barros no SCP. Areia já esteve no SLB e agora está no FCP. Ao que chegou o Belenenses Andebol! Era a modalidade onde éramos mais ricos em títulos e, acho que posso dizer que, os adversários respeitavam-nos e nunca odiavam. Será que há dirigentes do clube que, não sabem quantas vezes fomos campeões?

Anónimo disse...

Acabam por ter piada, por parte de algumas pessoas, os elogios a Sérgio Barros e Edmilson Araújo! Por mim praticante de andebol afirmo, até que me provem o contrário que acho estranho, ambos não festejarem alguns momentos! E se me é permitido, sei de fonte segura que, moram os dois em Carnaxide e até viajam juntos para os treinos e jogos! Ouvir falar em dois produtos da formação do Sporting, é o cúmulo! O que virá a seguir vai ser mais uma anedota sobre o Sporting! Pra onde vão os dois no próximo ano\s? Provem-me o contrário e calo-me. Diretores do Sporting no seu melhor... Andebol em queda livre!

Anónimo disse...

Se calhar há quem queira representantes das ilhas, pagos por todos os Portugueses...
Em tempos o projeto Madeira SAD. previa, uma equipa para propaganda da Ilha e sobretudo do seu turismo. Nada mal pensado! E havia muito jogador a querer ir, assim como treinadores. O pior é que sem subsídios aquilo rebentou. E houve quem se visse aflito para saír da ilha e, conseguir pagar casa e alimentação! Nessa altura ficavam bem classificados. Ganhavam quase sempre em casa. Ups! Eu não pago!

Anónimo disse...

Portugal tem um jogador que, é o melhor marcador do campeonato á dois anos, pelo menos. Este ano já está como melhor marcador, já um pouco isolado. Acreditem! Não minto! Nem sequer foi convidado para treinar com os selecionados! È um central do Àguas Santas e chama-se Pedro Cruz! Desculpem não saber o número da camisola. Obrigado por convocarem o guarda-redes suplente Moniz! Contradições? Nã! Nã!
Aposto que o guarda-redes não é por ser emprestado ao Àguas Santas, clube sem pêso nas negociatas de convocatória!