gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 31 de outubro de 2015

Crónica intermédia de Fim-de-semana – 13 – 2015 / 2016 – I – Actualizada

Mais uma crónica intermédia de fim-de-semana, que fica incompleta. Por força das circunstâncias em que não são disputados todos os encontros. Esta jornada disputa-se precisamente nesta data, em virtude do início do estágio da Selecção Nacional em Rio Maior no dia 29-10-15, conforme já noticiado.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
1.ª Jornada
Dia 07-11-15
AA Avanca - SC Horta (18H00)
10.ª Jornada
Dia 28-10-15
Ismai 25 – 42 Sporting
AA Avanca 19 – 28 FC Porto
Belenenses 25 – 27 Madeira SAD
Benfica 34 – 28 ABC
Dia 31-10-15
AC Fafe 25 - 25 SC Horta
Dia 11-11-15
Passos Manuel - Águas Santas (21H00)

Actualização
 
Na Horta disputou-se o AC Fafe / SC Horta (31-10-15), em mais um jogo onde se verificou inversão de campo (começa a ser um costume normal nesta prova). Um jogo de grande equilíbrio nos primeiros 30 minutos de jogo, com diversas alternâncias do marcador e diversas igualdades durante este primeiro período de jogo, e onde a maior diferença verificada foi a favor da equipa minhota por 2 golos, quando o marcador assinalava 7-5 a seu favor e estavam decorridos cerca do 12 minutos, atingindo-se o intervalo com uma igualdade a 12 golos, que é o reflexo puro do equilíbrio que se verificou neste período de jogo. No segundo tempo continuou a verificar-se um enorme equilíbrio mas com a equipa minhota a comandar o marcador mais vezes, embora nunca atingisse uma diferença, que tal como no primeiro tempo nunca foi superior a dois (2) golos, com por exemplo aos 21-29 e aos 23-21, para depois permitir nova recuperação da equipa insular, e novas igualdades a 23 e a 24 golos, terminando o encontro com uma igualdade a 25 golos com Digo Gomes a marcar o 25 golos do AC Fafe e a conseguir a igualdade nos minutos finais, pois nos últimos 2 minutos não se registaram golos, para qualquer das equipas, com este resultado a equipa minhota, obtém a sua segunda igualdade na prova, e ultrapassa o Belenenses na classificação geram, que actualizamos no final desta crónica. Diogo Gomes com 9 golos, foi não só o melhor marcador do AC Fafe como do jogo, onde Dario Andrade concretizou 7 golos, para os minhotos. No SC Horta Raifer Noa e Yury Kostetskyy, ambos com 6 golos foram os melhores marcadores da equipa.

Esta nossa crónica intermédia fica incompleta, pois dois dos jogos referentes a esta jornada, e que apenas serão disputados, em datas posteriores, não sendo visíveis os motivos de tais adiamentos. Sendo que um dos jogos envolve mais uma inversão de campo, pois o AC Fafe / SC Horta, disputa-se na Horta e não em Fafe, na nossa opinião são demasiadas situações de inversão de campo que se estão a verificar na prova, e que poderão ter influência na sua competitividade. Temos mais um factor negativo, verificado com as nomeações das duplas de arbitragem, onde mais uma vez se verifica que duplas do nível 3 estão a dirigir jogos da PO01.

A jornada (10.ª) começou com um dos seus mais importantes jogos o Benfica / ABC, que terminou com a vitória do Benfica. Tivemos ainda o AA Avanca / FC Porto, que terminou com a vitória do FC Porto, que desta forma continua invicto na prova. No Pavilhão Municipal da Maia, com publico ao nível de jogo de juniores, disputou-se o Ismai / Sporting, que terminou com a clara vitória da equipa do Sporting, que comando o jogo e o marcador durante os 60 minutos do jogo,, chegando ainda durante os primeiros 30 minutos a ter vantagens de 11 golos por diversas vezes, como por exemplo aos 23 minutos de jogo, quando vencia por 20-9, para chegar ao intervalo a vencer por 21-13, ou seja em 7 minutos a  apenas marcou um golo. Nos segundos 30 minutos a equipa do Ismai ainda procurou equilibrar o jogo, mantendo as diferenças, mas a partir dos 50 minutos acabou a resistência, e a equipa lisboeta terminou com uma vitória folgada, e com um forte diferencial (17 golos). Desta vez Manuel Borges na baliza do Ismai não esteve nos seus dias (14% de eficácia), e apenas André Rei (6 golos e 60% de Eficácia), que foi o melhor marcador da equipa maiata, esteve a nível aceitável. Na equipa do Sporting, o seu guarda-redes Aljosa Cudic, esteve em dia sim (46% de eficácia), com Pedro Solha com 7 golos e 100% de eficácia a ser o melhor marcador da equipa e do jogo, logo seguido de Frankis Carol (6 golos e 86% de eficácia), com o técnico dos lisboetas a utilizar a maioria dos seus jovens jogadores numa equipa onde 11 dos seus jogadores de campo marcaram golos. O Outro jogo da jornada disputou-se no pavilhão Acácio Rosa, que mais uma vez apresentava uma fraquíssima moldura humana, que deve começar a preocupar os seus responsáveis, foi Belenenses / Madeira SAD, que tal como se previa foi o encontro que terminou com o resultado mais equilibrado, embora a equipa madeirense comanda-se praticamente o marcador durante os 6o minutos de jogo, dizemos praticamente porque a equipa do Restelo conseguir nos segundo 30 minutos igualar o marcador por algumas da vezes, embora apenas por duas vezes estivesse esporadicamente no comando do marcador e apenas pela diferença mínima, aos 43 minutos quando vencia por 19-18, e aos 44 quando vencia por 20-19, depois voltou a ceder para o Madeira SAD, que também nunca conseguiram vantagens superiores a 4 golos durante todo o tempo de jogo, Ao intervalo já o marcador era favorável aos insulares por 16-13. Com este resultado a equipa do Belenenses continua a registar apenas uma vitória nesta fase da prova. O Jovem Ivo Santos com 7 golos (78% de eficácia), foi o melhor marcador da equipa do Belenenses, e ainda foi dos que assistiu colegas para golo. Carlos Siqueira (5 golos e 100% de eficácia), foi outros dos destaques da equipa, que teve ainda nos seus guarda-redes, um dos seus pontos menos positivo, pois Miguel Espinha com apenas 19% de eficácia, foi o elemento que mais tempo esteve em campo. NO Madeira SAD, o ressuscitado Cláudio Pedroso com 9 golos (56% de eficácia), e 3 assistências, foi não só melhor marcador da equipa como do jogo, sendo bem acompanhado por Nuno Silva /5 golos e 63% de eficácia) e por Elias António, com o mesmo número de golos e 56% de eficácia. Teve ainda nos seus dois guarda-redes elementos com boas prestações, Yusnier Giron (27% de eficácia) e Luís Carvalho (30% de eficácia).

Benfica 34 – 28 ABC

Num jogo que se esperava mais equilibrado, o ABC, fracassou por completo nos primeiros 30 minutos, com o Benfica a estar superior em todos os parâmetros do jogo, quer defensivamente quer no ataque planeado, verificando-se em especial uma forte evolução nos seus processos defensivos, onde contou com um guarda-redes, Hugo Figueira (39% de eficácia) em dia sim, e que defendeu tudo o que havia para defender. No ataque também se verificaram fortes melhorias de processos, onde o espanhol Javier Borragan (9 golos e 64% de eficácia), e o brasileiro Uelington Silva (6 golos e 75% de eficácia), estiveram impecáveis e eficazes nos seus remates. O ABC, que utilizou os seus três guarda-redes, em determinados momentos do primeiro tempo, parecia uma equipa perdida, quer em termos atacantes, sem soluções e demasiado precipitado, quer em termos defensivos. Para ilustra esta nossa imagem basta dizer que o ABC sofre em 15 minutos um parcial de 8-1, passando de uma igualdade a 6golos aos 11 minutos de jogo, para um resultado desfavorável de 14-7, cerca dos 26 minutos., para terminar o primeiro tempo com o resultado praticamente definido e favorável ao Benfica por 17-9. No segundo tempo de jogo, verificam-se fortes melhorias quer no ataque, onde passaram a ser bem mais rápidos (o resultado a isso obrigava), e a defender com maior eficácia, também fruto do “relaxamento” e da precipitação no ataque da equipa do Benfica, com o seu técnico a gerir o plantel, de tal forma que chegaram a ter apenas 6 golos d diferença, aos cerca dos 44 minutos, mas rapidamente esta fase acabou o ABC voltou ao seu fraco rendimento, e o Benfica voltou a aumentar a pressão e colocou o diferencial em 10 golos aos 49 minutos (30-20), e passou a gerir o tempo de jogo e a emoção do mesmo, criando diversas situações para limpeza do piso, que provocam sempre grandes quebras de ritmo no adversário., A maior diferença registado durante todo o encontro verificou-se aos 55 minutos quando o Benfica vencia por 34-23 (diferença de 11 golos), nos minutos finais e com a equipa da casa em completa descompressão, o ABC reduz para apenas os 6 golos de diferença com que terminou o encontro. NO ABC Nuno Grilo com 7 golos e 58% de eficácia foi o seu melhor marcador e um dos mais procurou “remar contra a maré”, seguido jovem André Gomes (4 golos, mas apenas 44% de eficácia). De referir que mais uma vez o número de espectadores no pavilhão ficou aquém do desejado. Dirigiu o encontro a dupla EHF de Leiria, Roberto Martins / Daniel Martins, que não complicou e esteve sempre dentro do jogo, com uma actuação não isenta de falhas, mas com um critério bem definido na sanção progressiva, e nos 7 metros.

AA Avanca 19 – 28 FC Porto

No Pavilhão Comendador Adelino D. Costa, com um público entusiasta o AAA Avanca / FC Porto, onde a equipa do FC Porto era claramente favorita, diante uma equipa que possuiu bons principais de jogo, mas não tem a capacidade da equipa Portista, em número e em valor absoluto dos seus atletas. A AA Avanca ainda equilibrou o encontro, durante cerca de 8 minutos (igualdade a 4 golos), para depois sofrer um parcial de 3-0 em 8 minutos, e a partir daqui mesmo com uma boa exibição do seu guarda-redes Luís Silva (33% de eficácia), o FC Porto, que teve na baliza o homem do jogo Hugo Laurentino (45% de eficácia), começou a construir o resultado e a marcar a diferença, muito por força da qualidade e da imprevisibilidade de Morales (4 golos, 50% de eficácia)), embora sempre num ritmo nem sempre rápido até porque a rotação dos jogadores era importante., mas apenas conseguiu criar uma distancia relativamente confortável a partir dos 21 minutos, quando vencia por 12-6, com a AA Avanca a demonstrar uma grande dificuldade no ataque perante a envergadura física dos atletas da equipa portista, apesar de possuir dois jogadores de características físicas semelhantes o Vasco Santos (4 golos, 40% de eficácia)) e o Miguel Batista (1 golo, apenas 25% de eficácia)). O intervalo chegou com o FC Porto a vencer por 15-9, apesar do sistema defensivo agressivo colocado em campo pela equipa da AA Avanca. No segundo período de jogo a equipa visitada, voltou a provocar o equilíbrio no jogo, e teve um período de recuperação que a levou a estar apenas 4 golos diferença quando estavam decorridos cerca de 44 minutos de jogo. Verificando-se neste período de jogo uma forte melhoria no ataque da AA Avanca, com uma forte precipitação do FC Porto, no ataque, mas rapidamente outro dos homens do jogo Gilberto Duarte (5 golos, 71% de eficácia)) recoloca a equipa portista dentro do jogo, sendo bem secundado pela visão de jogo e pela qualidade de Rui Silva (2 golos, 100% de eficácia)), e desta forma aos 53 minutos de jogo a FC Porto já vence por 26-17, sendo a maior diferença (10 golos) aos cerca de 56 minutos. Na AA Avanca, uma palavra ainda para o jovem guarda-redes André Magalhães (67% de eficácia), que no período que esteve em campo produziu trabalho de excelente qualidade, Jogo dirigido pela dupla aveirense Ruben Maia / André Nunes, que na nossa opinião fracassaram por completo na marcação dos 7 metros, transformando faltas atacantes em 7 metros e não marcando nítidas violações da área dos 6 metros por parte das equipas quando defendiam, no entanto estiveram bem na sanção progressiva, e na falta do atacante, têm muito a melhor para poderem estar a dirigir jogos a este nível.

Classificação após os jogos disputados até ao momento: - 1.º FC Porto (30 pontos), 2.º Benfica (28 pontos), 3.º Sporting (26 pontos), 4.º ABC (24 pontos), 5.º Madeira SAD (21 pontos), 6.º Águas Santas (-1 jogo) (19 pontos), 7.º Passos Manuel (-1 jogo) (16 pontos), 8,º AA Avanca (-1 jogo) e Ismai (15 pontos), 10.º AC Fafe (14 pontos), 12.º Belenenses e SC Horta (-1 jogos) (12 pontos). 

O Banhadas Andebol

34 comentários:

Anónimo disse...

Este Belém dá pena. Se não deitam a mão a isto vai pelo caminho do Ginásio oo Sul, Setúbal, Alto do Moinho etc. A sul cada vez menos e pior.

Anónimo disse...

A dupla aveirense teve uma actuação desastrosa mas ainda mais desastrosa foi o espectáculo público que o senhor António Goulão deu estando mais de dez minutos a dar explicações, e repreensões, aos mesmos denegrindo ainda mais a exibição da dupla. Em frente a todos os quantos ficaram no pavilhão e aos que assistiam em casa através do Porto Canal.

Anónimo disse...

Não acredito que, os jogadores deixem de lutar. Não acredito que, o treinador Zupo se deixe influenciar! Estive na Maia e vi o apoio daquela juventude! Isto demonstra que há quem confie no grupo que, me parece unido e determinado. Foi o que vi! Vi Brio e dedicação. O tempo fará que tudo se resolva e se encontrem soluções. Vai haver uma paragem por motivo de seleções e, o Sporting, mais uma vez, é quem mais auxilia a seleção! Isto diz algo. Bom era não vermos andebol com teatro ou boxe como ontem vimos. Dizem aqui na crónica que onze jogadores marcaram e jogaram. Talvez esteja aí a chave de tudo. A seguir segue-se o jogo com o Benfica. Se ganharmos seremos heróis! Se perdermos os maus da fita...

Anónimo disse...

Dói ver o pavilhão deserto e uma equipa á deriva. Mais dói dirigentes que se encolhem e escondem! Só depois de Dezembro se tomarão medidas ou nem isso? Nos momentos negativos são como toupeiras. Desaparecem! Pobre Belenenses.

Anónimo disse...

O Benfica está aí e prás curvas! Ontem houve bons períodos de andebol e muita variedade. Semedo tem de ser mais regular porque é isso que define um jogador, de normal pra bom! E fora do EDP 2 há jogadores a evoluír! O trabalho em profundidade mas sem gastos loucos vai aparecendo. Ser a modalidade que não resulta não é fácil!
Sem lesionados e afastando Valter, Ferro, Fortes e um ou outro é fácil encontrar o caminho! Vem aí o jogo com o Sporting e vamos mostrar que estamos vivos!

Anónimo disse...

O ABC, no seu estado atual, sem poder contar com Seabra e Pesqueira, depende muito da prestação dos seus guarda-redes. Quando estes não estão em dia sim, a equipa ressente-se muito, uma vez que a arma do contra-ataque deixa de poder ser utilizada. Assim, sem um armador de jogo de qualidade superior (Seabra), e sem um pivot que o seja de facto (Pesqueira - embora o Hugo Rocha até nem venha estando mal), as coisas complicam-se muito. Veja-se o que se passou no jogo com o Sporting - o ABC ganha o jogo no início da 2ª parte, quando o Humberto Gomes consegue um conjunto de boas defesas.
O Humberto, como se sabe, é um guarda-redes bastante inconstante e os dois miúdos são ainda "verdes". Contratar um guarda-redes (e, já agora, um lateral direito...) resolveria parte importante dos problemas. Será que há aquilo com que se compram os melões?

Anónimo disse...

Sinto pena e nojo da chamada á seleção principal! È por demais evidente a trapaça e jogo de influências! Um pouco de moderação não ficava mal...

Anónimo disse...

O mais original no Benfica é ver algum trabalho bem feito, aquisições que começam a mostrar serviço e, até promessas a rodar noutros clubes a virem ao de cima. O problema é a pressão constante de resultados que, faz desgraças. Quando chegarmos ao fim do ano, se não houver nada ganho, quem paga a fatura é o treinador! O contraste é evidente com o Porto, onde após ser campeão um treinador, mesmo assim é mandado para as urtigas! Se verificarmos, no Sporting perde-se um campeonato, devido a um evidente ato de corrupção bem visível (influência de arbitragem que por sua vêz apitou três jogos dos cinco) e o treinador é mandado embora. Comparem! Chego á conclusão que, no Porto apostou-se muito, muito forte! Mas, há uma retaguarda eficaz e sabedora (manhosa). Em tempos o Benfica foi o mais gastador, quanto a treinadores e jogadores e nada conseguiu! Reflita-se! Neste momento, o Porto vendeu jogadores (Rocha, Wilson Davyes, Ferraz) e continua competitivo. metade da equipa são estrangeiros? Isso nada os afeta. No caso Areia notem o momento da decisão. Ele fazia falta e estava a explodir. Até o mais fraco no Porto resulta bem como, o lado esquerdo (ponta) onde Pitre não dá e, tem-se a sensação de Hugo ser "pequeno", fraco a defender. Ele é útil e marca Liv. 7 metros como ninguém! Antes naquele corredor esteve Elias António hoje no Madeira mas, a jogar a lateral... Quase digo que, o Porto é campeão novamente. Acertarei? O maio campeonato está no segundo lugar, onde se perfilam Benfica, ABC e Sporting. Qualquer dos três só possuí jogadores para consumo nacional e, mesmo assim vamos vêr! Surpresas? Talvez o Madeira, sabendo gerir. Deceção? Apostamos como vai sêr o Belenenses?

Anónimo disse...

Em resposta ao anónimo de 29Out.11h18 digo-lhe e só acredita se quiser. O Humberto defende sempre, ou quase sempre bem contra os grandes. Nos outros jogos desmotiva-se. O que o Abc tem é um orientador\psicólogo que é obra! E a equipa parece estar sempre motivada! Depois do jogo com o Sporting ouvi da boca dum jogador isto... "è um ídolo lá em casa, o meu pai adorava-o e tanto eu como o meu irmão gostamos dele!" Ao lado estava um jogador do Sporting que rindo-se concordou e disse-lhe qualquer coisa que entendi bem. Quem? Jovens! E seria feio da minha parte contar uma conversa de ocasião, depois dum jogo. Gostei foi de ver quem se abraçasse sendo de diferentes equipas. Bonito e nobre assim como raro!

Anónimo disse...

A mania dos golos marcados continua...
Claro que numa ficha de jogo constam e bem! assim como a parte disciplinar.
P. Seabra não costuma marcar muito mas... sem ele nota-se algo!
È dos livros...
Os guarda-redes... não contam só pelo que defendem. Às vezes põe bola no contra-ataque como doce em bandeja de prata! Ontem no Benfica-ABC quantas bolas foram postas pelo melhor em campo, Hugo Figueira? Melhor! Porque defendeu muito e... ainda deu a marcar! O Sporting das duas últimas épocas beneficiava muito disso... com R. Candeias! Lá está...
No jogo ABC-Sporting o ABC marcou muito pelas pontas... porque apesar de não haver o tal doce, os pontas do Sporting permitiram! parece que, demasiado espremidos... Após perde de bola, vulgo falha técnica, os jogadores do Sporting não recuavam1 nem Edmilson o último a entrar... tal como Carneiro! Há quem não note! Uma equipa é a soma dum todo!

Anónimo disse...

Só faltou no comentário ao Jogo Avanca- Porto, dizer que o Rui Silva com o iluminado Frederico ex-treinador e sócio do sporting, ficava por vezes no banco...
Nuno Roque foi ignorado pelo benfica... e olhem o que joga e que vontade!

Anónimo disse...

Anunciem já quem vai ser o duo escolhido para apitar o sporting-benfica! È que ando confuso. Sei que há bifanas em ALVALADE E QUE, HÁ QUEM META DINHEIRO NA CONTA DOS APITADORES! Como tenciono ir ao jogo, certamente interessante pois pode modificar a classificação, assim comia e bebia se me convidassem. Ou é só para arbitragens? Tratando-se dum Sporting-Benfica e apesar de Ridiculo de Carvalho ser mais adepto de Hóquei, aposto que estará presente.
Obrigado

Anónimo disse...

Duplas do nível 3 estão a dirigir jogos da PO1? É a teimosia e o desnorte no CA,

O Belenenses foi enterrado por quem agora anda a dizer mal da situação.

Ao Banhadas: quem é a dupla EHF de Leiria que dirigiu o Banfica x ABC? Uma informação para ser completa neste caso deve conter os nomes dos árbitros. Um pormenor apenas.

Anónimo disse...

O nosso Belém continua à deriva. Presidente assuma-se não queira ficar na história como o coveiro da modalidade com mais história no nosso clube.Está na hora de mudanças

Anónimo disse...

Benfica- Abc
Ao contrário de outros depoimentos que respeito, quero fazer dois ou três reparos que constato. O ABC que joga em casa e que ganha por exemplo ao Sporting é o mesmo que jogou na Luz? Onde esta aquela defesa agressiva que se ve por exemplo nos jogos com o Porto? O Humberto ? O Nuno que grandes jogos faz contra o Porto e depois nestes apaga-se.
Dúvidas, reparem que não falo do Seabra porque este não deu para comparar com o jogo do Sporting. E o staf ? que resignação.

Anónimo disse...

Sejamos sérios: qual a equipa em Portugal que poderia ver-se privada de Seabra e Pesqueira e continuaria incólume no seu percurso ou não lhe sentisse a falta em algum momento?

Anónimo disse...

O Nuno? Huuuu... Quantos golos marca por época? tem altura mas... tendo mão esquerda era pra ser um lateral direito e afirmar-se DE VEZ! Só pode ter sido sorte marcar aquele golo "de ponta". È a vida. Foi herói da jornada! E agora até quando? Como o Abc e o benfica são os meus preferidos ao menos daquele golo ao Sporting gostei. Criou pressão para o jogo que se segue!

Anónimo disse...

Viagem? Se calhar! O certo é que a ponta final do 1º tempo, foi de morte para o ABC. Depois o Benfica aproveitou e entrou a matar. E mais uma vez, os guarda-redes a decidirem o destino dum jogo. Enquanto Figueira faz uma noite do melhor, o ABC usa os 3 guarda-redes e houve momentos que, bastava atirar á baliza! Os dois suplentes precisam de muita prática. Os estrangeiros do Benfica, já provocam problemas mas, a equipa se lhe derem luta cinquenta minutos, não acredito que mantenha aquela performance. Com Tiago no estaleiro e Ronny aos soluços, nunca se sabe o que vale este Benfica. Do ABC sente-se e bem que, a falta de Seabra e ainda Pesqueira enfraquece. Se Hugo Rocha jogasse sempre assim, não era mau! Mas é outro que só contra os grandes é que pega fogo!

Anónimo disse...

O Benfica deu um jogador á seleção, o que até é escandaloso tratando-se do maior clube\associação do mundo. O Sporting, como habitualmente é quem dá mais! Vem aí um derby e, já se viu o Sporting é prejudicado. Oxalá não haja lesões!

Anónimo disse...

Para além de pedir mais andebol na tv, gostava que, os árbitros não falassem durante os jogos. Quanto aos fingimentos é punir! O andebol em Portugal faz sono. Há jogos que nem deviam dar na tv. Outros há que dão na tv e andebol tv! Os jogadores são para jogar e correr!

Anónimo disse...

Olhamos o madeira como possível surpresa. Tudo bem. Mas porque falharam Nuno Silva e Pedroso no sporting e benfica? A expressão ressuscitado faz rir mas, é uma verdade e que verdade!

Anónimo disse...

Daqui á uns dias vai haver um Sporting-Benfica em andebol. Só tenho pena de não saber já em que pavilhão! Normalmente antes dum derby há quem faça animação do jogo. Esperemos que, Birras de Carvalho faça umas declarações! Vamos esperar e ver se o Birras e o outro entendido em modalidades, o tal comandante Moura, estarão presentes.
PS. Sabemos que o Birras já ,mandou fazer um pavilhão perto do estádio dos azulejos, mas, com outra empresa! Agora esperemos que, para o ano já esteja concluído! È que se for muito fora de Lisboa, não nos dá jeito!

Anónimo disse...

O Belenenses e o Horta não mudem de treinador que não é preciso.. Rumo à 2ºdivisão que estes 2 clubes bem merecem!!!

Anónimo disse...

Com toda a sinceridade quando o Benfica vier, a Braga acho que com a equipa mais composta o Abc ganha. O jogo a seguir com o Sporting vai ter peso. Psicologicamente se perderem vai ser bom para nós. Nesta altura só está lesionado na equipa deles o Tiago que, conhecemos bem. Com Seabra e Pesqueira no estaleiro, se calhar até se esperava que andássemos pior. Depois o nosso guarda-redes esteve em dia não. Aguardemos. Penso que o ABC pode aspirar ao terceiro lugar e, quem sabe com a inconstância do Sporting a quem já ganhamos em casa, tentar o segundo. Com o decorrer da época caso o Porto ande na Europa, o desgaste pode beneficiar-nos e num play-off, quem sabe em principio com o Porto, podemos sonhar mais alto. È o que temos de fazer.

Anónimo disse...

È uma opinião pessoal mas chego á conclusão que, o campeonato principal tem equipas a mais e não é só o Belenenses e Sp. Horta. O que acontece é que, equipas condenadas á nascença, jogam á defesa e aprendem esquemas de como enervar o adversário. Com o passar do tempo se o adversário entra em stress e, tendo a pressão de ganhar tudo pode acontecer. Igualmente há equipas que, em casa, procuram pressionar os do apito e caso resulte, continuam com as "ronhas" e defesa agressiva. Será por acaso que um Francisco de Holanda, hoje Xico andebol, consegue vencer uma taça? Todos sabemos o que se passou em termos de escandaleira! Analisando bem havia dois jogadores bons Rui E Ferraz. Cómica a pressão exercida para depois a Câmara de Guimarães ajudar, devido ás despesas na Europa! Isto demonstra a falta de rumo. O Horta em casa costuma instabilizar mas, fora leva cabazes! O caso do Belenenses é grave e afeta até a imagem do andebol Português. Foi caindo num vazio e, hoje cheira a fim primeira divisão. O clube é tradicional, tinha público de andebol e a sua formação, ERA das melhores e quiçá a melhor, em muitos anos! Uma resposta julgo que, será fazer o andebol chegar ás escolas e Tv. Tenho um neto que, pratica porque tem acesso a telev. e a Liga dos campeões, sei que ele se inspirou aí! E vale a família porque não há clubes de andebol por perto. Nas escolas há futsal de resto nada!

Anónimo disse...

Para que servem as nova diretivas sobre arbitragem? Ou os cursos de atualização? Já nem é bom falar de pré-escolhidos que, todos os que frequentam pavilhões sabem bem, quem são! Continua a chamar-se jogador experiente o que, consegue pôr o oponente dentro da área, das mais diversas maneiras ou artimanhas. Chato é depois ver-se quem, antes do oponente receber a bola, já estar dentro de área. As simulações continuam, assim como os clássicos gritinhos! O que está escrito é que só o capitão pode falar com os árbitros. Raras vezes acrescento. Pois há molhos e pedidos de esclarecimento ou protestos gestuais e atá boquinhas irónicas! Isto torna o jogo lento e sem emoção!

Anónimo disse...

Só espero que haja inteligência porque azar ou não, nos últimos anos o Sporting ganha e até em casa do Benfica. Apesar de estar um pouco mais fraco, quase nem se nota, o Benfica num jogo de muita decisão não encarrilha pois, ainda está em construção. O Sporting tem uma base e não mexeu tanto.

Anónimo disse...

Anda na moda a conversa da construção do pavilhão do sporting. O que pergunto é se neste momento não está ultrapassado. È que havendo modalidades a nascer, como se poderá harmonizar todas? Um pavilhão é pouco. Não era melhor fazer como o f. c. porto que só apoia modalidades que, concorram para ganhar. No caso do Futsal que é, inevitavelmente concorrente do andebol, tal como outras, veja-se que eles apesar de haver quem queira ajudar, não o permitem. Atualmente o andebol vive uma explosão dentro do clube fruto dos campeonatos conquistados. A aposta da direção é maior e nada de negativo acontece ás outras. Que critérios vai usar a direção? È que o andebol vem sofrendo esquecimento, apesar de ainda competitivo mas, nota-se ser preterido em matéria de pavilhões e transmissão televisiva do clube! Há um claro desinvestimento! Basta ver o começo de época pouco planeado!

Anónimo disse...

O confronto Sporting-Benfica é sempre interessante devido á carga emocional. Desta feita há treinadores Espanhóis de ambos os lados. Um já cá tinha estado, o outro chegou e leva um ano de avanço, no qual limpou á sua maneira o balneário. Estou curioso por ver quem vai apitar este jogo. Não sendo adepto de nenhum dos grandes de Lisboa e arredores, não sofro! Mas tenciono ver ao vivo. Nada decidirá de vez pois ainda há outro na segunda volta.

Anónimo disse...

Lamentável a alteração dos jogos e conforme o sorteio! estamos perto da desorientação total para alem de arbitro sem qualificação arbitrar a P01!
Qual o critério se fosse o futebol uma equipa ia à Madeira e jogava as 3 partidas Marítimo, Nacional e União e estava feito, metia até umas férias entre os jogos!
RIDÍCULO!
Carvalho

Anónimo disse...

Pois...
Arbitragem e guerra de clubes e associações. Porquê?
Entramos num caminho torto e sem recuo e, aproveitam os que mandam e controlam!
Há fracos na organização do nosso andebol e, há sobretudo responsáveis que nunca são punidos pelas negociatas e jogadas sujas. No sobejamente caso do play-off, da última época lembra-me de estar a ver um dos jogos, em companhia de estrangeiros...
Como Português senti vergonha, tal o despudor com que a "alhada" foi feita! Quanto a algumas perguntas que me fizeram... Já não se trata de vergonha! Se pudesse chamava o Corpefield e desaparecia! Creio que, nem ele seria capaz de fazer desaparecer a corrupção imunda que, graça no nosso andebol. Ela vai aumentando e nada a para! O que se passou é demasiado grave e, por muito que se disfarce, com teatrinhos como fez a dupla nomeada, nada adianta!

Anónimo disse...

O Porto segue invicto e, aliás até nem apanhou ainda qualquer susto durante um jogo. Na segunda volta recebe o Sporting e vai ao ninho de periquitos. Só uma grande onda de lesões, ou uma doença grave o afastará de ganhar este campeonato. Veja-se que, os jogadores que, foi buscar ao Sporting nem jogam. O Nuno anda esquecido pelo banco e o Rui não entra como titular.

Anónimo disse...

O caro anónimo de 04Nov2015 tem uma ironia gira mas, falta-lhe ser verdadeiro! Não duvido nada do valor da equipa que tem ganho tudo cá pelo burgo. A verdade é que, se está a disputar a liga de Campeões está a ganhar Money. A armadilha feita é do mais baixo, a partir do momento que é feio e suspeito, nomear quem é afilhado do líder da arbitragem! Quanto a dúvidas, circulou muita imagem, eu diria demasiada prova, de que o título é decidido de forma baixa! È muita coincidência tanto erro em tão pouco período de tempo, a favor de quem venceu! Não adianta ter a melhor equipa ou gastar mais, tem que se vencer dentro de campo! Se depois disto os dirigentes do clube roubado, procederam da melhor maneira, é outro assunto. Se este ano está a mesma situação, igualmente, pois, este ano Sporting e Porto já jogaram e quem ganhou foi o mesmo. Não tenho problemas em dizer que, ao que vi na tv, até foi limpo e, com uma grande exibição da dupla em causa! Agora confessemos que, nenhum de nós reconhece ser a dupla a melhor do panorama nacional! Há algo sujo? Não! Há sujisímo! Também posso reconhecer que, o andebol está mais bem dirigido no seu clube e, aposta-se mais e com realidade. No meu há maquilhagens, disfarçando o desinvestimento! Parabéns pelo melhor pavilhão do país, feito em cima do mesmo erro da não construção, a acompanhar estádio novo!

Anónimo disse...

PORQUE SERÁ QUE O SPORTING É QUEM DÁ MAIS Á SELEÇÃO? JÁ REPARARAM NOS MAIS NOVOS, OS TAIS DO BANCO QUE, TOMARA MUITOS TEREM? HOUVE MUITO AZAR JULGO E HÁ QUEM ENTRE EM PÂNICO! QUANDO TUDO SOSSEGAR E SE SOUBER FAZER A MISTURA EXACTA ENTRE TITULARES E BANCO, BASTA QUE HAJA UM POUCO DE SORTE! DOS JOGOS QUE VI NO PAVILHÃO OU TV, NUNCA ACHEI A EQUIPA DESUNIDA. TALVEZ SÓ HAJA UMA EQUIPA COM MAIS JOGADORES, O QUE NÃO QUER DIZER SER A MELHOR. CLARO QUE LAMENTO A DESPEDIDA DE EUROPA E FOI O PIOR JOGO QUE VI, NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS.