gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 7 de abril de 2020

Covid-19 e o Andebol - VIII


EFEITOS DO COVID-19 NO ANDEBOL
(ACABA OU NÃO A ÉPOCA)

Já foram vários os textos que dedicamos à grave situação que vivem as modalidades de pavilhão e não só, mas especificamente o Andebol, mas o que se verifica é uma total falta de informação, pois existe mais desinformação, até ao momento, ninguém sabe como vai acabar a época em Portugal, depois de a mesma já ter sido dada a época como terminada na grande maioria dos País da Europa, e com a própria EHF, a adiar as suas provas para datas que muito provavelmente não poderão ser cumpridas.

Depois de termos uma notícia sobre uma reunião dos clubes da PO01, onde teriam sido acordadas, diversas propostas para o terminara da época, tivemos a reacção de alguns desses clubes a dizer que não era bem assim, mas nós aqui temos a obrigação de recordar que o Andebol vai mais além do que a PO01, e os escalões de formação? Como ficam?

Apenas esperamos que se porventura estiver algum dirigente da FAP, ligada a estas negociações com os clubes da PO01, que não seja o mesmo que esteve envolvido em negociações em 2016, que deu origem a que nessa época fosse alterado modelo competitivo, mas à custa de um aumento do número de clubes na PO01, que como todos já vimos não trouxe qualquer benefício (na nossa opinião) à competitividade da mesma. Pois já se consta num possível aumento do número de clubes na PO01.

Quanto aos escalões de formação, que esta época sofreram uma forte alteração na suas idades, mas com a paralisação da modalidade, e amais que possível términos da época, é de inteira justiça, que a FAP, face ao momento por que estamos a passar, e com a finalidade de defender a modalidade e os seus jovens praticantes, e considerando que esta alteração provoca que os atletas tenham menos um ano no seu escalão de formação, deve no nosso entender (e não só, pois existe uma petição publica a correr), manter na próxima época os mesmos anos de nascimento definidos para a corrente época.

Depois de constatarmos que o mais alto representante da FAP, não prestou declarações sobre estes temas e outros, mas em especial em relação à PO01, começamos a entender o motivo, pois estamos em ano de eleições, pois as últimas realizaram-se em 04-06-16, será que existe alguma estratégia a ser delineada, devido a esta situação?

Voltaremos a falar sobre este tema oportunamente.

O Administrador

2 comentários:

Jorge Almeida disse...

Outro tipo de consequências desta porcaria do Covid-19:

Os Andebolistas mais veteranos da Seleção Espanhola Sénior de Andebol Masculino estavam a pensar retirar-se da seleção, e até abandonar a carreira de Andebolista profissional, após Tóquio 2020, estão a repensar essa decisão, e acabar a carreira após Tóquio 2021.

Eis o vídeo que tem mais pormenores, com declarações de Joan Canellas, Viram Morros e Raul Entrerrios: https://www.rtve.es/alacarta/videos/tokio-2020-alacarta/hambre-medalla-olimpica-posterga-adios-hispanos/5553547/

Anónimo disse...

Com que então temos eleições estou esclarecido, o chamado andebol 1 vai passar para 16 equipas, tão certinho, como eu me chamar o esperto