gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 20 de março de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 22 – 2015 / 2016 – II

Ligeira crónica da PO02, que desta vez realizou, jornada completa.

Nota - Esta época as equipa “B”, não são apuradas para a Fase Final.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Zona Norte – Resultados
17.ª Jornada (4.ª da 2.ª Volta)
Dia 09-04-16
CCR Fermentões - FC Gaia (17H30)
21.ª Jornada (8.ª da 2.ª Volta)
Marítimo 35 - 35 GC Santo Tirso
(antecipado)
Dia 19-03-16
SP. Oleiros 24 –
25 FC Gaia
São Bernardo 33 - 29 Modicus
Estarreja AC 28 - 23 Xico Andebol
CCR Fermentões 20 -
26 Arsenal
FC Porto B 21 -
33 São Mamede
Boavista FC 25 -
29 AD Sanjoanense

Zona onde continua a ter discrepâncias entre as jornadas, desta vez com um jogo antecipado e que já tinha sido comentado. Infelizmente tivemos mais uma jornada com mais ocorrências disciplinares, nos jogos realizados, onde se verificaram ainda algumas retificações em relação aos resultados ocorridos na 1.ª volta.

Em Oleiros tivemos um encontro mais equilibrado do que se poderia supor, com a FC Gaia a Vencer o SP. Oleiros pela diferença mínima, num jogo de grande equilíbrio, e onde o resultado ao intervalo se cifrava numa igualdade a 11 golos. No FC Gaia, acaba por vencer nos últimos momentos do encontro. Com esta vitória o FC Gaia, matematicamente ainda pode discutir um dos lugares de acesso á Fase Final, pois tem menos um jogo, no entanto e na nossa opinião, tal não será fácil, por sua vez o Sp. Oleiros que tem mais um jogo, ainda poderá sofrer um “desgosto”, se não tiver um maior cuidado nas suas prestações competitivas, embora na nossa opinião, deverá estar a salvo de algum imponderável, e deverá manter-se na divisão. O SP. Oleiros com 10 jogadores a marcarem golos, teve em João Ramos com 5 golos o seu melhor marcador, o FC Gaia, teve em Pedro Garcia com 9 golos o seu melhor marcador.

Em São Bernardo a equipa local, retificou o resultado da 1.ª volta e venceu o Modicus, num jogo igualmente equilibrado, e com o resultado ao fim dos primeiros 30 minutos a ser já favorável á equipa visitada por 15-14, confirmando no segundo tempo o resultado final. A equipa local com total gestão do seu plantel, onde teve 11 jogadores a concretizarem golos, com Hélder Carlos e Fernando Marques, ambos com 6 golos cada a serem os melhores marcadores da equipa. A equipa de Sandim com 10 dos seus atletas a marcarem golos, teve em Nuno Loureiro e Ruben Ribeiro, ambos com 7 golos cada os seus melhores marcadores. A equipa do São Bernardo, encontra-se numa situação bastante parecida com a do FC Gaia, enquanto o Modicus, está em igualdade com o SP. Oleiros, embora a situação lhe seja mais favorável, pois tem menos um jogo.

Num dérbi minhoto, disputou-se em Fermentões o CCR Fermentões / Arsenal, onde a equipa do Arsenal, confirmou todo o seu favoritismo, e o resultado obtido na 1.ª volta, chegando ao intervalo já a vencer por 13-11. No segundo tempo não se alterou o rumo dos acontecimentos, com a equipa do Arsenal a comandar sempre o marcador, e a dilatar a sua vantagem, para os valores finais, confirmando com mais esta vitória, que é uma das grande favoritas ao apuramento para a Fase Final da prova. Que comanda isolada, face á igualdade consentida no jogo antecipado pelo GC Santo Tirso. A equipa do CCR Fermentões, embora aparente mente pareça estar numa situação de aparente acalmia, e de manutenção, está exatamente na mesma posição do FC Gaia e do SP. Oleiros. O CCR Fermentões com 10 atletas a marcarem golos, mas os seus melhores marcadores não ultrapassaram os 4 golos (João Martins, António Salgado e João Barbosa), no Arsenal, André Caldas com 7 golos e João Santos com 6 golos foram os marcadores de serviço da equipa

Outra das equipas que se encontra nos lugares cimeiros da zona e é uma das mais fortes candidatas a um lugar na Fase Final o São Mamede, venceu no seu Pavilhão a equipa do FC Porto B (mais uma inversão de pavilhão), (jogo com ocorrências disciplinares registadas), confirmando o resultado ocorrido na 1.ª volta, num jogo em que o seu domínio nunca esteve em causa, tendo chegado ao intervalo já na frente do marcador por 12-9, dilatando e de que maneira o resultado no segundo tempo, o que lhe permitiu manter-se nos lugares da frente da zona, enquanto o FC Porto B, ainda não está livre de ficar numa situação desagradável. Rui Ferreira com 4 golos foi o melhor marcador do FC Porto B, enquanto no São Mamede com 10 jogadores a marcarem golos, André Quelhas com 8 golos e Tiago Andrade com 7 golos, foram os seus principais marcadores.

No Municipal de Estarreja realizou-se o Estarreja AC / Xico Andebol, num jogo de algum equilíbrio mas terminou com a vitória dos locais, que desta forma retificaram o resultado da 1.ª volta, e colocaram a equipa vimaranense numa situação delicada em termos classificativos, embora a do próprio Estarreja AC, não seja de molde a encetar “festejos” antecipados. Neste encontro o Estarreja AC já vencia ao intervalo por 13-11, consolidando o resultado no segundo tempo. João Vilar, Tiago Arrojado e Vitor Valente todos com 7 golos cada foram os melhores marcadores da equipa local. Por sua vez Rui Oliveira com 7 golos, e Luís Sarmento com 5 golos, foram os melhores marcadores do Xico Andebol.

A Jornada nesta zona, teve ainda o Boavista FC / AD Sanjoanense (jogo com ocorrências disciplinares registadas), duas equipas que lutavam pela sobrevivência, pois com esta derrota sofrida pela equipa do Boavista FC, que foi a confirmação do resultado ocorrido na 1.ª volta, a equipa do Bessa, já desceu de Divisão, pois o máximo de pontos que poderá fazer dar-lhe-á uma igualdade pontual, precisamente com o seu adversário desta jornada, o que termos de desempate o coloca imediatamente na 3.ª Divisão. Foi um encontro como seria de prever de “nervos” com 3 desqualificações diretas, e com grande equilíbrio em especial nos primeiros 30 minutos, quando a equipa da AD Sanjoanense, chegou ao intervalo a vencer pela diferença mínima de 15-14, só confirmando a sua vitória nos segundos 30 minutos de jogo. Filipe Lopes com 11 golos foi o melhor marcador da equipa do Bessa, enquanto na AD Sanjoanense, Rui Rodrigues e Bruno Pinho com 6 golos cada, foram os melhores marcadores.

Classificação após os jogos disputados até ao momento: - 1.º Arsenal (56 pontos), 2.º GC Santo Tirso (55 pontos), 3º São Mamede (54 Pontos), 4.º São Bernardo (49 pontos), 5.º FC Gaia (-1 jogo) (48 pontos), 6.º Marítimo (44 pontos), 7.º CCR Fermentões (-1 jogo), SP. Oleiros (+ 1 jogo), e Modicus (38 pontos), 10.º FC Porto B (+1 jogo) (37 pontos), 11.º Estarreja AC (36 pontos), 12.º AD Sanjoanense (35 pontos), 13.º Xico Andebol (34 pontos), 14.º Boavista FC (25 pontos).

Zona Sul – Resultados
17.ª Jornada (4.ª da 2.ª Volta)
Dia 09-04-16
Ílhavo - Juventude Lis (15H30)
21.ª Jornada (8.ª da 2.ª Volta)
Dia 19-03-16
CD Marienses 23 - 26 Boa Hora
AC Sismaria 36 - 24 Almada AC
Benfica B 19 - 23 Juventude Lis
CDE Camões 30 - 24 GS Loures
1.º Dezembro 21 - 21 ADC Benavente
Ílhavo 22 - 27 Alto Moinho
IFC Torrense 16 - 35 Vitória FC

Numa jornada completa, embora continue a existir um jogo em atraso. Esta foi uma jornada, sem ocorrências disciplinares. E onde se verificaram poucos resultados, em relação ao ocorrido na 1.ª volta, e alguns jogos de grande equilíbrio. E onde a equipa do Boa Hora, já conformou o seu apuramento para a Fase a Final a 5 jornadas do fim desta Fase.

Apuradas para a Fase Final – Boa Hora

No Pavilhão do Marienses, disputou-se o CD Marienses / Boa Hora, que foi um encontro onde a equipa continental dominou toda a primeira, chegando ao intervalo a vencer por um diferencial de 7 golos (16-9), que pensava lhe daria o conforto suficiente, para a disputa do resto do encontro, mas enganou-se pois uma forte reação da equipa do CD Marienses, levou a que o resultado se equilibrasse, e na poucos minutos do fim do jogo se registasse uma igualdade a 22 golos, tendo nesta altura a equipa do Boa Hora, reagido, e construído o resultado final, que confirmou o obtido na 1.ª volta da prova. O CD Marienses com esta derrota, afasta-se um pouco da discussão pelo acesso á Fase Final, embora ainda esteja na mesma. Cláudio Reis com 7 golos, e Nelson Vertentes com 6 golos foram os melhores marcadores dos insulares, na equipa do Boa Hora, o experiente Luís Nunes com 12 golos, e Nuno Pinto e 5 golos a serem os seus melhores marcadores.

Na Quinta Marrocos, num horário que não se entende, pois a equipa principal do Benfica jogava, uma prova Europeia, disputou-se o Benfica B / Juventude Lis, que foi um dos resultados retificados em relação ao ocorrido na 1.ª volta, pois terminou com a vitória da equipa leiriense, que comandou o marcador durante a maior parte do tempo de jogo, já vencendo ao intervalo por 13-9, terminando a vencer pela mesma diferença. Na equipa do Benfica B, os seus melhores marcadores não passaram dos 4 golos e foram André Lima e João Machado, enquanto na Juventude Lis Nuno Andrade com 8 golos e Francisco Santos com 7 golos, foram os melhores marcadores. Este resultado não tem qualquer influência, tanto na discussão dos lugares acesso á Fase final, como para os lugares de descida de divisão, pois ambas as equipas estão em lugares estabilizados a meio da tabela classificativa.

Em Queijas, tivemos o jogo 1.º Dezembro / ADC Benavente, que terminou com uma igualdade, e foi um dos encontros onde foi retificado o resultado verificado na 1.ª volta, com a equipa do 1.º Dezembro a juntar dois (2) preciosos pontos ao seu pecúlio, que lhe irão certamente fazer imensa falta, para poder evitar uma descida de divisão, enquanto o ADC Benavente, já tem a sua posição de manutenção garantida. Nos primeiros 30 minutos total domínio do ADC Benavente que chegou ao intervalo na frente do marcador por 14-9, para a equipa local, reagis no segundo tempo e conseguir chegar á igualdade final. Daniel Dias com 6 golos, e João Brandão com 5 golos, foram os melhores marcadores do 1.º Dezembro, enquanto no ADC Benavente Pedro Pimenta com 7 golos, João Raquel e Fábio Diogo com 6 golos, foram os seus melhores marcadores.

Em Setúbal, em mais um encontro com inversa de campo, tivemos o resultado mais dilatado da jornada, com a equipa do Vitória FC, a vencer o IFC Torrense, por números completamente esclarecedores da sua superioridade, e que lhe permitem, manter-se no 3.º lugar da tabela na zona, e continuar a ter uma forte possibilidade de obterem o apuramento para a Fase Final, apesar da irregularidade competitiva, que ultimamente tem vindo a demonstrar. O Resultado no final do primeiro tempo já era uma clara demonstração do se viria a passar no segundo tempo, quando terminou com o Vitória FC na frente do marcador por 20-9, o segundo tempo não teve historia. Vladimiro Bonaparte com 5 golos foi o melhor marcador do IFC Torrense, enquanto o Vitória FC com 11 atletas a marcarem golos, teve em Francisco Fuzeta e João Machuqueiro, ambos com 8 golos cada os seus melhores marcadores.

Em Gândara, tivemos um encontro entre duas equipas, cujos objetivos no momento são completamente diferentes, por um lado o AC Sismaria, procura confirmar o mais rapidamente possível o seu lugar na Fase Final da Prova, enquanto do outro lado tivemos um Almada AC, que procura fugir aos lugares de despromoção. Venceu o AC Sismaria confirmando todo o seu favoritismo e por números que não deixam dúvidas da sua superioridade, já vencendo ao intervalo por 18-12, e consolidando o resultado no segundo tempo. A equipa do AC Sismaria, que teve 13 atletas a concretizarem golos, dos quais Frederico Malhão com 10 golos e Filipe Oliveira com 5 golos, foram os melhores marcadores, no Almada AC António Schouwenaar com 6 golos e Tiago Pereira com 5 golos foram os melhores marcadores.

No Pavilhão Moniz Pereira, defrontaram duas equipas, igualmente com objetivos diferentes, o CD Camões, que já atingiu a manutenção na Divisão e o GS Loures, que procura fugir aos lugares de despromoção, pois ainda se encontra em perigo de ficar nos mesmos, venceu o CDE Camões que confirmou o resultado verificado na 1.ª volta, com o resultado ao intervalo, a situar-se já em 17-10, depois a gestão do resultado e do plantel, deram o resultado final. No CDE Camões 10 jogadores marcaram golos, Pedro Martins com 6 golos, João Oliveira e Francisco Aniceto, ambos 5 golos cada, foram os seus melhores marcadores, por seu lado no GS Loures Diogo Almeida com 7 golos e Nuno Oliveira com 6 golos foram os seus melhores marcadores.

Em Ílhavo, a equipa local que está situada no último lugar da tabela classificativa, recebeu o Alto Moinho, que é neste momento uma das equipas que ainda pode ter legitimas aspirações á discussão do apuramento para a Fase Final da Prova. Venceu a equipa do Alto Moinho, que confirmou o resultado da primeira volta, num jogo, de algum equilíbrio, com o resultado ao intervalo já ser-lhe favorável por 15-11, com um segundo tempo mais equilibrado. Tiago Sousa com 12 golos e Renato Areias com 7 golos, foram os melhores marcadores do Ílhavo AC, no Alto Moinho com 12 jogadores a marcarem golos, os seus melhores marcadores, marcaram 4 golos cada e foram João Silva e Bruno Nunes.

Classificação após os jogos disputados até ao momento:- 1.º Boa Hora (60 pontos), 2.º Sismaria (55 pontos), 3.º Vitória FC (50 pontos), 4.º Alto Moinho (48 pontos), 5.º CDE Camões (+1 jogo), e CD Marienses, e Juventude Lis (-1 jogo) (47 pontos), 8.º ADC Benavente (+1 jogo) (45 pontos), 9.º Benfica B (43 pontos), 10.º 1.º Dezembro (35 pontos), 11.º IFC Torrense e GS Loures (30 pontos), 13.º Almada AC (28 pontos), 14.º Ílhavo (-1 jogo) (23 pontos).


O Banhadas Andebol

18 comentários:

Anónimo disse...

Boavista que até na semana passada mostrou que estava vivo, e o Banhadas não se interessou, esta semana matou-se de vez. É pena tendo em conta o grupo de amigos que aqui tinhamos! De ressalvar o regresso à convocatório do elemento chave deste plantel. Quero no entanto parabenizar o departamento, assim como a equipa técnica Sénior por esta tão inesperada descida de divisão. Que claro poderá não se consumar tendo em conta outros fatores! Caso se verifique e para o ano seja a 3ª aí sim, o Boavista tem treinadores e equipa competente para se manter.

Anónimo disse...

O resultado da Juve nao tem importancia para a classificação final? Se ganhar o jogo que tem em atraso com o ilhavo passa para terceiro...

Anónimo disse...

Olha, agora parece que vão deixar o Boavista em paz.

Jorge Almeida disse...

"Este resultado não tem qualquer influência, tanto na discussão dos lugares acesso á Fase final, como para os lugares de descida de divisão, pois ambas as equipas estão em lugares estabilizados a meio da tabela classificativa."

Banhadas, parece-me que vocês não viram bem. Não concordo com esta vossa apreciação em relação às hipóteses da Juve Lis em relação ao 3o lugar. A meu ver, o Anonimo 21 de março de 2016 às 11:57 tem razão. Parece-me que são bem reais, pois se ganharem em Ílhavo (último classificado), colam-se ao 3o lugar.
O Alto do Moinho ainda tem bastantes hipóteses para o 3o lugar, Marienses e Camões menos, mas ainda estão bem dentro da luta pelo 3o.

Jorge Almeida disse...

Em relação aos 3 primeiros da Zona Norte, ainda nada está decidido. Qualquer 1 dos 5 primeiros tem hipóteses palpáveis para se apurar. Mesmo o São Bernardo, pois as 3 ultimas jornadas dos aveirenses são com os atuais 3 primeiros da Zona.
Mesmo o FC Gaia, nas ultimas jornadas, recebe o Arsenal e vai a Santo Tirso.
Claro que, a 5 jornadas do fim, uma diferença de pelo menos, 3 pontos entre 3o e 4o é alguma coisa, mas ainda faltam disputar 10 pontos na prática. Ainda muita agua vai correr debaixo das pontes.

Anónimo disse...

Apesar da hora do jogo do Benfica - Juve Lis há um aspeto pior. O Benfica jogou com a Juve com 1 juvenil ,6 juniores de 1º ano, 6 juniores de 2º ano e pasme-se com apenas 1 jogador sénior. E assim vai a PO2. Campeonato nivelado muito por baixo.

Anónimo disse...

E para a semana contra o Setubal já vao as estrelas todas dos seniores,porque a equipaA não joga e assim ajudam o antigo treinador.

Anónimo disse...

Caro Jorge Almeida compreendo o seu comentario mas acredite que na zona Norte o Arsenal o Tirso e a Sao Mamede estao apurados ,claro que existe matematica mas duvido,talvez a unica hipotese poderá ser o Gaia benefeciar de uma derrota da Sao Mamede com o Sao Bernardo e jogar o apuramento contra o Tirso no ultimo jogo mas continuo a achar muito improvavel

Anónimo disse...

Na zona norte ainda vai rolar muita tinta, há 4 equipas com claras hipóteses de se apurar. O gaia tem a vantagem de poder jogar nas últimas jornadas com equipas hipoteticamente já apuradas e isso poderá fazer diferença. Sem dúvida que se jogasse nas 2 próximas jornadas contra ambos o campeonato iria já terminar!

Unknown disse...

Ė de lamentar, que o banhadas em relação ao 1 de Dezembro Queijas, seja tão destrutivo e pouco construtivo.
Alguem que perceba de andebol verá que o queijas recem chegado a 2 divisao nacional, tem praticamente conseguida a manutenção deixando para trás equipas mais experientes da 2 divisão, tambem se prestacem mais atenção verificavam que somos uma equipa muito jovem, o que nao facilita, pois esta divisao está cheia de manhas e de muita experiencia andebolista.
O 1 Dezembro esta bem,com um grupo fantástico de jogadores e treinador.
Não nos tentem denegnir.

André Costa.

André costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André costa disse...

Banhadas peço que tenham mais contenção da maneira comi escrevem sobre o 1 Dezembro queijas.
Uma equipa recem promovida, que praticamente ja garantiu a seu lugar acima da linha de água.
Somos uma equipa muito jovem e com qualidade.
Nao tentem destruir este grupo magnífico.

Anónimo disse...

Boa tarde,

após leitura, como habitual, verifica-se o...habitual. E como é dito acima, e bem, o saco de pancada é sempre o mesmo.

"a equipa do 1.º Dezembro a juntar dois (2) preciosos pontos ao seu pecúlio, que lhe irão certamente fazer imensa falta, para poder evitar uma descida de divisão"

Está um bocado contraditório não? Dois preciosos pontos....irão fazer falta
Enfim. Mais do mesmo... mas o neo-divisionário continuará o seu caminho, porque têm praticamente garantida a manutenção, num primeiro ano de 2ª divisão.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Boa tarde,

Gostaria de comentar aqui um pouco sobre esta competição relativamente à zona sul. Parece me a mim que temos uma equipa claramente superior (Boa Hora) fruto do forte investimento financeiro e experiencia do plantel. Todas as outras equipas parecem me equilibradas sendo os jogos decididos em pormenores e no encaixe entre as equipas em jogo em que tão depressa ganham jogos dificeis como perdem supostamente jogos mais acessíveis.Temos depois o Benfica B que me parece claramente prejudicar o campeonato pois sendo todos os jogos a contar para uns leva uma equipa que poderia ser forte para outros apenas cumpre calendário. Quanto aos neo divisionarios como lhe chamam a Juve lis realiza um campeonato interessante fruto da experiência do seu plantel. O 1 Dezembro por sua vez parece me que poderia ter realizado um campeonato melhor tendo falhado em alguns jogos que poderiam ser acessiveis. Nao esquecer contudo que ganharam por 1 ao Alto do Moinho e por 7 ao Vitoria de Setubal (curiosamente o unico jogo apitado por uma das melhores duplas nacionais). Face as fichas de jogo estranhar que em alguns jogos me parecem prejudicados em relação a exclusões e relatórios em jogos com rivais diretos e com mais história na 2 divisão. Relativamente às equipas que me parecem mais fracas o Ílhavo é claramente a equipa inferior (menos competitiva que o ano passado), seguida do Torrense e do Almada. Penso que seja entre estas três que sairam as equipas despromovidas.

Anónimo disse...

Boa tarde,

Gostaria de comentar aqui um pouco sobre esta competição relativamente à zona sul. Parece me a mim que temos uma equipa claramente superior (Boa Hora) fruto do forte investimento financeiro e experiencia do plantel. Todas as outras equipas parecem me equilibradas sendo os jogos decididos em pormenores e no encaixe entre as equipas em jogo em que tão depressa ganham jogos dificeis como perdem supostamente jogos mais acessíveis.Temos depois o Benfica B que me parece claramente prejudicar o campeonato pois sendo todos os jogos a contar para uns leva uma equipa que poderia ser forte para outros apenas cumpre calendário. Quanto aos neo divisionarios como lhe chamam a Juve lis realiza um campeonato interessante fruto da experiência do seu plantel. O 1 Dezembro por sua vez parece me que poderia ter realizado um campeonato melhor tendo falhado em alguns jogos que poderiam ser acessiveis. Nao esquecer contudo que ganharam por 1 ao Alto do Moinho e por 7 ao Vitoria de Setubal (curiosamente o unico jogo apitado por uma das melhores duplas nacionais). Face as fichas de jogo estranhar que em alguns jogos me parecem prejudicados em relação a exclusões e relatórios em jogos com rivais diretos e com mais história na 2 divisão. Relativamente às equipas que me parecem mais fracas o Ílhavo é claramente a equipa inferior (menos competitiva que o ano passado), seguida do Torrense e do Almada. Penso que seja entre estas três que sairam as equipas despromovidas.

Anónimo disse...

É preciso estar atento às jogadas que o Gaia vai tentar fazer nas últimas jornadas do Campeonato principalmente o jogo em Santo Tirso

Anónimo disse...

Exactamente. Então quando fazem aquela que entra um ponta a segundo pivô... Ui, que perigo!

Anónimo disse...

Bem.observado anónimo...mas a que realcar que o jogo que foi realizado em.leiria apresentou se com todos os jogadores que acguam.pela equipa A e que pelo que se sabe em mais nenhum jogo se apresentou com todos...e veja que o resultado nao foi desnivelado por isso pense bem...e outra coisa com o mal dos outros pode se bem...