gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 15 de dezembro de 2019

Campeonato do Mundo Japão 2019 – Femininos – XXII


24.º MUNDIAL DE SENIORES FEMININOS
HOLANDA CAMPEÃ MUNDIAL
Terminou o Mundial que se disputou no Japão, de 29 de Novembro a 15 de Dezembro de 2019. Nas cidades de Kumamoto, e Tokyo, com a participação de 24 equipas.

Registamos com agrado que a FAP, começou a dar noticias sobre a prova.

Os jogos puderam ser seguidos através do site da IHF em livestream.

A Holanda, vence a prova com um golo de 7 metros nos últimos segundos, do encontro, pela aplicação da regra dos últimos 30 segundos, quando o jogo, se encontrava numa igualdade a 29 golos, e a Espanha com posse de bola a 15 segundos do fim, tem um remate precipitado, que a guarda-redes holandesa defendeu e foi impedida de colocar rapidamente a bola no ataque. Assim a Holanda, torna-se pela 1.ª vez Campeã Mundial, depois do 2.º lugar em 2015 (Medalha de Prata), e do 3.º lugar em 2017 (Medalha de Bronze).

Resultados Finais

3/4 Lugar
Dia 15-12-19
Noruega 28 – 33 Rússia
Final
Dia 15-12-19
Espanha 29 – 30 Holanda

Classificação Final – 1.º Holanda, 2.º Espanha, 3.º Rússia, 4.º Noruega, 5.º Montenegro, 6.º Sérvia, 7.º Suécia, 8.º Alemanha, 9.º Dinamarca, 10.º Japão, 11.º Coreia, 12.º Roménia, 13.º França, 14.º Hungria, 15.º Angola, 16.º Argentina, 17.º Brasil, 18.º Senegal, 19.º Eslovénia, 20.º R.D. Congo, 21.º Cuba, 22.º Cazaquistão, 23.º China, e 24.º Austrália.

All Star Team

MVP - Estavana Polman (Holanda)
Ponta Esquerda - Camilla Herrem (Noruega)
Lateral Esquerda - Alexandrina Cabral Barbosa (Espanha)
Central - Estavana Polman (Holanda)
Lateral Direita - Anna Vyakhireva (Rússia)
Ponta Direita - Jovanka Radicevic (Montenegro)
Pivô - Linn Blohm (Suécia)
Guarda-Redes - Tess Wester (Holanda)
Melhor Marcadora - Lois Abbingh (Holanda) – 71 golos

Notas

Apurado para os Jogos Olímpicos - 2020 – Holanda
Apurados para os Torneios de qualificação Olímpicos – 2020 – Espanha, 3.º Rússia, Noruega, Montenegro. Sérvia e Suécia. 

O Banhadas Andebol

4 comentários:

Anónimo disse...

Consideram que o bloco feito pela pivot espanhola à guarda redes é ilegal??
O nas repetições vê se que a jogadora salta sem invadir a área de baliza.

Obrigado

Anónimo disse...

Foi impedida de forma regular a jogadora nao tem de tar a 3 metros da linha dos 6 e muito menos esta impedida de fazer bloco desde que nak viole os 6 metros com qualquer parte do corpo segue jogo e era recuperacao para a Espanha que seria campeã do Mundo.
MUITO MAU
Mais grave o papel do VAR que é no Andebol o VIDEO PROFF que nao atuou ou nao quis atuar.

Anónimo disse...

A questão não é se invade mas sim se ela tem os braços ou não fora da área. Se o contacto com a bola foi feito com os braços dentro da área e como tal antes da bola sair a decisão é correta. Se o contacto na bola é feito depois desta sair da área a decisão é errada.

Fernandes disse...

A Holanda nunca esteve num europeu masculina em toda a sua história, mas tem a melhor selecção feminina do mundo.

Por aqui se vê o quanto se despreza o andebol feminino em Portugal. Com o mínimo de investimento era possível ter uma selecção muito competitiva a nível mundial.

A FPA devia acordar para a realidade internacional e, numa altura em que há clubes a investir milhões, obrigar a abertura de equipas femininas na formação. Dinheiro há, falta acabar com a descriminação de género.