gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 01 – 2018 / 2019 – I


Regressamos às nossas normais crónicas de fim-de-Semana, sobre a PO01, e tal como na última época, começando com uma crónica intermédia, face á antecipação de um encontro da 1.ª Jornada.

Eventualmente poderá haverá análise às arbitragens, mas somente nos jogos em que estiveram presentes colaboradores.

Continua-se a dar valor acrescentado às diversas transmissões que poderão ser efectuadas, em especial pelos canais próprios de alguns clubes, via internet e não só, tal como se saúda o positivismo das diversas Transmissões da Andebol TV, e da TVI24. De lamentar que as primeiras divulgações sobre transmissões apenas tenham sido realizadas no próprio dia em que se iniciou a jornada. Apenas esperando que se continue a verificar uma forte melhoria nos seus comentadores. E que seja uma boa prova, disputada com verdade e desportivismo, por todos os intervenientes.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.ª Fase
1.ª Jornada
28-08-19
FC Porto 32 – 18 Madeira SAD
31-08-19
Ismai – Benfica (19H00)
Boa Hora – Sporting (16H00)
Boavista FC – AA Avanca (18H00)
FC Gaia – Vitória FC (17H00)
ABC – Belenenses (17H30)
Dia 26-10-19
SC Horta – Águas Santas (21H00)

Encontro disputado por antecipação, devido à participação do FC Porto nas provas Europeias, e que começa já com uma inversão de pavilhão, e com um jogo adiado para Outubro, o que consideramos que não será o começo mais saudável. Com a certeza de que já estávamos á espera de que não houve estatísticas em directo, como se têm verificado nas últimas épocas, veremos se é para continuar, ou será apenas uma questão de mero atraso, no entanto não ficava nada mal à Federação ter uma palavra sobre o assunto. Felizmente que encontro foi caracterizada pela ausência de indisciplina.

FC Porto 32 – 18 Madeira SAD

Jogo disputado no Pavilhão do Funchal, por inversão da ordem dos jogos, que apesar da hora em que foi disputado se apresentava com uma extraordinária moldura humana, para primeiro jogo da época, e que proporcionou emotividade, e teve momentos de excelente andebol. Com O FC Porto, a apresentar-se com um plantel sólido, praticamente sem alterações, enquanto o Madeira SAD, se apresentou com um plantel bastante remodelado. O FC Porto, entrou bem no jogo, defendendo, muito bem com um excelente bloco central, e atacando quase sempre a preceito, com Madeira SAD, a conseguir equilibrar o encontro até aos 12 minutos, apesar do FC Porto, vencer por 9-7, com a entrada de Thomas Bauer, que de imediato fez a diferença e na nossa opinião é o homem do jogo, O FC Porto faz um parcial de 8-0, entre o minuto 13, e o minutos 24, colocando o resultado em 16-7, atingindo a maior diferença nos primeiros 30 minutos aos 29 minutos quando vencia por 18-8, para o intervalo chegar com o FC Porto na frente por 18-9. No segundo tempo, o FC Porto, rodando o seu plantel, e usando a preceito a sua forma de atacar com 7 jogadores de campo, faz, um parcial de 4-0, nos primeiros momentos deste período, colocando o marcador em 22-9, a seguir temos uma fase de algum equilíbrio mas com muitas faltas técnicas, em especial do Madeira SAD, e o diferencial repete-se aos 47 minutos (25-12), e aos 51 (27-14), para aos 54 minutos, novo parcial de 4-0, pelo FC Porto, coloca o marcador em 32-16, máxima diferença registada em todo o encontro. No FC Porto, temos o António Areia com 5 golos (todos de 7 metros, e falhou 1), Iturriza com o mesmo número de golos, numa equipa em que dos jogadores de campo apenas Alexis Borges não marcou, na equipa do Madeira SAD, que se apresentou longe do que pode e deve fazer, o seu reforço Vrazalica com 4 golos (todos de 7 metros), juntamente com Cláudio Pedroso, com o mesmo número de golos, mas na maior parte do tempo a dar a sensação de ser um jogador perdido em campo, face ao número da faltas técnicas cometidas, na nossa opinião o melhor jogador dos madeirenses foi o central Nuno Silva (3 golos). Arbitragem a cargo da dupla Internacional, de Guarda/Braga, constituída por Daniel Freitas e César Carvalho, que realizou uma arbitragem bem positiva, sem ser necessário a aplicação de qualquer ar de arrogância, estando bem quer na sanção progressiva quer na marcação dos livres de 7 metros.

O Banhadas Andebol

5 comentários:

Anónimo disse...

Duplas INTERNACIONAIS em Portugal so ha 3! Deviam estar melhor informados

Anónimo disse...

Desta vez o Banhadas tem razão são internacionais porque arbitram jogos internacionais. Existem 3 duplas na EHF e 4 duplas na IHF.

Cacador Ivan / Nicolau Eurico+ Santos Duarte / Fonseca Ricardo+ Accoto Martins Daniel / Accoto Martins Roberto+ Sa Marta / Sa Vania

Anónimo disse...

Quem não sabe, é como quem não vê...

3 duplas IHF:
- Duarte Santos / Ricardo Fonseca
- Ivan Caçador / Eurico Nicolau
- Marta Sá / Vania Sá

2 duplas EHF:
- Daniel Martins / Roberto Martins
- Daniel Freitas / Cesar Carvalho

Vale mais a pena ser um sábio calado, do que um papagaio mal informado!

Anónimo disse...

Srs do CA a gestao do orcamento da arbitragem tem de ser da vossa autonomia. Ja chega da FAP utilizar as vossas para outros fins. Os Arbitros sao seres humanos. Paguem o que devem se faz favor.

Anónimo disse...

Quem não sabe, é como quem não vê...

3 duplas IHF:
- Duarte Santos / Ricardo Fonseca
- Ivan Caçador / Eurico Nicolau
- Marta Sá / Vania Sá

2 duplas EHF:
- Daniel Martins / Roberto Martins
- Daniel Freitas / Cesar Carvalho

Vale mais a pena ser um sábio calado, do que um papagaio mal informado!