gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 17 de agosto de 2019

Época 2019/2020 - XXI Torneio de São Mateus - V


TORNEIO INTERNACIONAL DE VISEU
(XXI TORNEIO DE SÃO MATEUS)

Com a participação de seis (6) equipas – Benfica, FC Porto, Sporting, Ademar Leon (Espanha), Atlético de Valladolid (Espanha), e ainda os Franceses do HBC Nantes. Está a disputar-se a sua 21.ª Edição, realizando-se em 16, 17, e 18 de Agosto de 2019.

Os Jogos estão a ser disputados no Pavilhão Cidade de Viseu, que neste 2.º Dia, e apesar do calor que se fazia sentir, se apresentou com uma assistência francamente melhor que na véspera.

No Segundo dia assistimos a 3 encontros, que na nossa opinião despertaram mais interesse, pois tínhamos as equipas Nacionais a defrontar as suas congéneres estrangeiras, no entanto consideramos negativo os horários, por incidirem em especial sobre a hora do calor, e um deles ser coincidente com o jogo da Selecção Sub-19 (contrariando uma disposição contemplada no CO N.º 17, para as provas Regionais). No primeiro encontro e talvez aquele que fosse mais apelativo em termos de equilíbrio de forças, tivemos o FC Porto / Nantes, que conforme se previa, foi um encontro quase sempre disputado com grande equilíbrio e diversas alternâncias no marcador, com André Gomes (6 golos) a ser a figura do FC Porto, nos primeiros 30 minutos, e Miguel Martins (8 golos), a ser a figura de proa no FC Porto, no segundo tempo, destacando-se ainda as boas prestações na balizado FC Porto, quer de Thomas Bauer, quer de Alfredo Quintana, do lado dos franceses destacamos as prestações de Ayneric Minne (6 golos), de Valero Rivera (6 golos), e de Serjants Buric (4 golos), com o resultado ao intervalo a ser de 16-14 a favor do FC Porto, que no segundo tempo chegou a ter 4 golos de vantagem (29-25), quando estavam decorridos cerca de 48 minutos, mas permitiu a recuperação dos franceses, curiosamente sempre que jogou com 7 jogadores de campo no ataque, e aos 27 minutos perdia por 33-31, com Miguel Martins a igualar o marcador a 33 golos, resultado com que terminou o encontro. Jogo dirigido sem problemas pela dupla aveirense composta por Rúben Maia, e André Nunes, embora nos pareça ter exagerado no número de exclusões. Tivemos um segundo encontro entre O Benfica e o Ademar Leon, que surpreendentemente (na nossa opinião), terminou com a vitória da equipa do Ademar Leon, depois de uma boa entrada da equipa do Benfica, que aos 9 minutos vencia por 6-2, para cerca dos 18 minutos vencer apenas por 10-9, para aos 23 minutos termos uma igualdade a 11 golos, e o intervalo a chegar com uma nova igualdade, agora a 16 golos. O Benfica demonstrou ser uma equipa tal como muitas outras ainda à procura de entrosamento. No segundo tempo, a equipa espanhola assume o comando do jogo e do marcador, e comandou o jogo durante este período, registando aos 48 minutos um resultado a seu favor de 24-21, para o Benfica cerca dos 57 minutos ainda chegar à diferença mínima (26-25), mas a vitória acabou por pender para a equipa do Ademar Leon. NO Benfica com 11 jogadores a marcarem golos, o seu reforço Petar Djordjic, fez a diferença com 7 golos, bem acompanhado por Belone Moreira com 5 golos, concretizados. No Ademar Leon, onde 12 atletas, marcaram golos, demonstrando também uma boa gestão do seu plantel, Mario Lopez, e Drew Doncin, ambos com 4 golos, foram os seus melhores marcadores. No terceiro encontro do dia, o Sporting, defrontou a equipa do Valladolid, e venceu como se esperava, apesar da ausência de Carlos Ruesga, e da não utilização, quer de Luís Frade, quer de Gonçalo Vieira, apresentado como 3.º guarda-redes o jovem Tomas Van-Zeller, foi um jogo, onde o Sporting, presentou algumas novidades em termos tácticos, em especial na forma de defender, com um verdadeiro bloco, mas cometendo muitos erros, em termos de contra ataque, que raramente foi realizado com eficácia, e com alguma precipitação nas suas acções atacantes, onde apresentou algumas novidades, mas que nem sempre foram eficazes, foi uma equipa que revelou que ainda se encontra á procura de um fio condutor de jogo. O Valladolid, por sua vez procurou sempre um ataque pausado, demonstrando algum desgaste do jogo da véspera, e procurou sempre que possível baixar o ritmo do jogo, o Sporting, que comandou o jogo e o marcador a partir dos 4 minutos de jogo (4-3), nos primeiros 30 minutos fruto da capacidade de remate quer de Frankis Caros (10 golos) e de Pedro Valdez (4 golos), chegou aos 25 minutos de jogo a vencer por 16-11, chegando ao intervalo a vencer por 17-13. Nos segundos 30 minutos, a equipa portuguesa, utilizando melhor os seus recursos, e com Carlos Carneiro (5 golos), e Tiago Rocha (5 golos), que surgiu neste encontro a ser bastante utilizado em tarefas defensivas, juntamente com Valentin Ghionea (4 golos), começaram a dilatar a vantagem que chegou a ser de 10 golos (33-23, cerca dos 50 minutos, por exemplo), e até utilizou a forma de jogar com 7 jogadores de campo em situação de ataque, a equipa espanhola que teve 12 jogadores a marcarem golos, com Jorge Villalobos (6 golos), e Patrianova (4 golos), a serem os seus principais marcadores. Dirigiu este encontro a dupla do Kosovo, constituída por Sherif Xema, e Besfort Jahja, que esteve bem melhor que na véspera, embora na nossa opinião hoje demonstrasse algumas dificuldade no critério disciplinar, e no jogo passivo.

Resultados e Calendário e Nomeações dos jogos previsto

Dia 16-08-19
FC Porto 33 – 22 Valladolid (4-2, em Livres de 7 metros, que servirão como forma de desempate)
Ademar Leon 27 – 32 Nantes (3-5, em Livres de 7 metros, que servirão como forma de desempate)
Dia 17-08-19
FC Porto 33 – 33 Nantes (5-4, em Livres de 7 metros, que servirão como forma de desempate)
Benfica 26 – 28 Ademar Leon (3-4, em Livres de 7 metros, que servirão como forma de desempate)
Sporting 37 – 29 Valladolid (4-2, em Livres de 7 metros, que servirão como forma de desempate)
Dia 18-08-19
Sporting – Benfica (15H00) Mário Coutinho / Ramiro Silva (TVI 24)

Cada equipa realizará dois encontros.

O Noticias

Sem comentários: