gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Crónica de fim-de-semana no Feminino – 17 – 2019 / 2020


Crónica dedicada ao Feminino, em especial aos encontros que se disputaram neste fim-de-semana, para a PO.09.

Felizmente que pelo menos um jogo por semana têm sido transmitidos pela Andebol TV, mas continuamos com a esperança de que a continuidade seja estabilizada.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
17.ª Jornada
Dia 09-02-20
Assomada 18 - 34 Madeira SAD
Benfica 23 - 23 CS Madeira
Dia 16-02-20
CA Leça - SIR 1.ª Maio/CJB (18H30)
18.ª Jornada
Dia 08-02-20
CA Leça 21 - 16 Juventude Lis
Alavarium 26 - 22 Maiastars
Assomada 17 - 27 CS Madeira SD
SIR 1.º Maio/CJB 11 - 19 Colégio Gaia
ARC Alpendorada 24 - 24 ABC
Benfica 28 - 29 Madeira SAD

Fim-de-semana, onde se disputaram jornadas duplas como vem sendo normal, quando existem deslocações das equipas insulares, e igualmente para as suas adversárias, disputando-se assim dois encontros da 17.ª jornada e a 18.ª Jornada completa, num total de 8 jogos, tendo o registo de ocorrências disciplinares em dois dos encontros, e tivemos ainda 4 jogo com resultados diferenciados em relação ao verificado nas jornadas homólogas da 1.ª volta. Hoje não falaremos sobre as estatísticas nesta prova, mas que a vergonha continua, é uma das verdades.

No Pavilhão da Luz 2, com menos público que o esperado, tivemos o Benfica / Madeira SAD, um dos mais aguardados da jornada, e que não defraudou as expectativas, pois foi um encontro de grande equilíbrio, durante praticamente so 60 minutos, com o intervalo a chegar com o Benfica na frente do marcador por 15-14, tendo no segundo tempo repetindo-se na prática o primeiro e o forte equilíbrio foi-se mantendo, de tal forma que o Madeira SAD, marca o golo que lhe deu a vitória nos momentos finais do encontro, Patrícia Rodrigues com 11 golos, e Vera Costa com 5 golos, foram as melhores marcadoras do Benfica, que neste encontro já não apresentou quer Filipa Parada, quer Filipa Correia, que entretanto abandonaram o clube. Sara Gonçalves com 12 golos, e Marija Gedroit com 8 golos, foram as melhores marcadoras do Madeira SAD, que no dia seguinte jogou o a equipa da Assomada, o jogo referente à 17.ª Jornada, onde não sentiu grandes dificuldades, para vencer o encontro, de tal forma, que ao intervalo vencia por um esclarecedor 20-8, para no segundo tempo apesar da gestão e controlo que realizou, ainda aumentar a vantagem, a melhor marcadora da Assomada foi Maura Galheta com 5 golos, por sua vez no Madeira SAD, Marija Gedroit com 10 golos, Odete Tavares, e Rute Fernandes, ambas com 6 golos cada, foram as suas melhores marcadoras. Com estes resultados a equipa do Madeira SAD, recupera o 2.º Lugar na tabela classificativa. Sendo claramente uma das grandes favoritas aos 6 primeiros lugares.

O CS Madeira, começou a sua jornada dupla, por defrontar no Pavilhão Carlos Queiroz, a equipa da Assomada, num encontro de sentido único, tal foram as facilidades encontradas, que ao intervalo vencia por 13-8, para no segundo tempo, continuar a verificar-se uma forte diferença entre as equipas, e o encontro terminar com uma folgada vitória da equipa do CS Madeira. Uma referência para o facto de apenas 3 atletas da Assomada terem marcador golos, Edna Oliveira com 7 golos, Ana Varela e Maura Galheta, ambas com 5 golos, cada, No CS Madeira, Jéssica Gouveia com 10 golos, e Sara Sousa com 6 golos, foram as melhores marcadoras da equipa, que no dia seguinte em encontro da 17.ª Jornada, defrontou o Benfica (jogo com ocorrências disciplinares), e que foi um dos encontros onde foi alterado o resultado em relação ao ocorrido na 1.ª volta, O CS Madeira depois de um primeiro tempo em que se verificou uma total superioridade da equipa do Benfica que chegou ao intervalo a vencer por 16-10, teve um segundo de total reacção da equipa madeirense, que respondeu na mesma moeda e tivemos um encontro que terminou numa perfeita igualdade. Margarida Oliveira com 8 golos, foi a melhor marcadora do Benfica, com Cláudia Aguiar, e Sara Sousa, ambas com 5 golos cada a serem as melhores marcadoras da equipa madeirense. Com estes resultados a equipa do CS Madeira, reforçou a sua candidatura ao acesso à Fase Final Grupo A, tal como a equipa do Benfica.

No Municipal de Leça Palmeira realizou-se o CA Leça / Juventude Lis, jogo onde na nossa opinião se pode ter verificado uma das surpresas da jornada, no foi certamente um dos encontros onde o resultado final foi diferenciado do ocorrido na 1.ª volta, pois desta vez terminou com a vitória do CA Leça, jogo bastante equilibrado nos primeiros 30 minutos mas certamente com muitas falhas, e com as defesas a sobreporem-se aos ataques, pois o resultado ao intervalo era de 8-5 a favor da equipa visitada. Para no segundo tempo a equipa visitada, continuar na frente do marcador e ainda aumentar o diferencial final. Maria Santos com 9 golos, foi a melhor marcadora do CA Leça, enquanto as melhores marcadoras da Juventude Lis não passaram dos 4 golos (Sara Gonçalves, e Carolina Justino). Duas equipas, que estão definitivamente afastadas da discussão pela Fase Final Grupo A.

No Pavilhão do Alavarium, tivemos um dos jogos mais esperados da Jornada o Alavarium / Maiastars, que também foi um encontro, onde se registou um resultado diferente do ocorrido na 1.ª volta, e que desta vez terminou com a vitória do Alavarium, num encontro de algum equilíbrio, de tal forma que o resultado ao intervalo era de 11-9, a favor da equipa visitada, realizando um segundo período de igual qualidade e que determinou a vitória final. Diana Oliveira, e Carolina Monteiro, ambas com 7 golos, foram as melhores marcadoras do Alavarium, sendo Souad Feraoune com 7 golos, e Ana Silva com 6 golos, as melhores marcadoras do Maiastars. Com esta vitória o Alavarium assume o 3.º lugar da tabela classificativa e o Maiastars o 5.º lugar, encontrando-se as duas equipas (na nossa opinião), em completa discussão pelos lugares de apuramento para a Fase Final Grupo A.

Na Marinha Grande, tivemos o SIR 1.º Maio/CJB / Colégio Gaia, encontro que terminou por confirmar duas situações na nossa opinião o mau momento da equipa local, e o resultado verificado na 1.ª volta, voltando a vencer o encontro o Colégio Gaia, e tal como dissemos para o jogo anterior, também este foi demasiado defensivo, com a equipa local a apenas concretizar 5 golos, nos primeiros 30 minutos, chegado ao intervalo a perder por 12-5, no segundo não se registaram grande melhorias, e o resultado final, foi a total confirmação da superioridade da equipa do Colégio Gaia. Carolina Gomes com 5 golos, foi a melhor marcadora do SIR 1.º Maio/CJB, Maria Duarte, por seu ledo com 7 golos, foi a melhor marcadora do Colégio Gaia, que com esta vitória comanda isolado e já com algum diferencial a tabela classificativa nesta Fase da Prova, enquanto a equipa da Marinha Grande, continua atrás de um lugar nos 6 primeiros da classificação.

No pavilhão de Alpendorada, realizou-se o ARC Alpendorada / ABC (jogo com ocorrências disciplinares), que também terminou com um resultado diferenciado da primeira volta, pois o resultado final de uma igualdade, espelha na prática o que se passou em campo, apesar de a equipa do ABC, chegar ao intervalo a vencer por 12-10, mas a boa reacção da equipa local, levou a que o resultado final fosse uma igualdade. Viviana Rebelo com 8 golos, e Sara Barbosa com 7 golos, foram as melhores marcadoras do ARC Alpendorada, Rebeca Freitas com 6 golos, e Francisca João com 5 golos, foram as melhores marcadoras do ABC, equipa que embora não seja fácil ainda pode aspirar a um lugar nos 6 primeiros, enquanto a equipa do ARC Alpendorada, está completamente fora dessa perspectiva.

Classificação após estes encontros – 1.º Colégio Gaia (51 Pontos), 2.º Madeira SAD (45 pontos), 3.º Alavarium (44 pontos), 4.º Benfica (43 pontos), 5.º Maiastars (40 pontos), 6.º CS Madeira (37 pontos), 7.º SIR 1.º Maio/CJB (-1 jogo) (34 pontos), 8.º ABC (33 pontos), 9.º Juventude Lis (28 pontos), 10.º CA Leça (-1 jogo), e Assomada (25 pontos), 12.º ARC Alpendorada (23 pontos).

O Noticias

4 comentários:

Anónimo disse...

Benfica protestou jogo com sport madeira, pois no ultimo lance do jogo a guarda redes do sport madeira ao entrar em campo embateu no arbitro , este parou o tempo de jogo para atleta ser assistida no recomeço deram livre de 9 metros mas teria de ser livre de 7 metros pois nao havia ninguem na baliza. por isso o Benfica e bem protestou o jogo

Anónimo disse...

Os adeptos é que deviam protestar com o staff do SL Benfica por utilizarem jogadoras irregulares. Como é possível uma estrutura dita profissional cometer este tipo de erros?

Anónimo disse...

O que se passa com a Joana Resende? Está lesionada ou já está mais do que arrependida de ter escolhido o SLB?

Anónimo disse...

Coitadinho do Benfica,investe,investe e mantém a velha lá e nem ganha ao Sport Madeira, então vamos protestar que ninguém se atreve a não ajudar o Benfica.